Enem

Enem: veja as principais previsões para a prova

Buscar as novidades do Enem e as previsões para a prova é uma forma eficiente de iniciar os estudos, pois permite dar atenção aos conteúdos que podem oferecer um diferencial na prova objetiva, assim como na redação. Além disso, quanto antes você se preocupar com o exame, maior será o tempo dedicado à sua preparação.

Nesse sentido, é importante considerar não apenas os métodos de avaliação, mas também os assuntos em evidência e que podem marcar presença no Exame. Esse cuidado será fundamental para trabalhar desde já suas dificuldades e realizar uma boa prova.

Por isso, separamos as principais tendências para a prova, comentamos algumas novidades sobre o Enem e damos dicas para os seus estudos. Continue a leitura e fique por dentro de tudo o que é necessário para alcançar muitos pontos!

O que é o Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é parte dos sistemas de avaliação da educação brasileira. Seus resultados servem para que o Ministério da Educação (MEC) conheça os níveis de conhecimento dos estudantes que acabam o ensino médio e, assim, possam identificar fragilidades para direcionar investimentos.

Além disso, o Enem se consolidou como o principal meio de acesso ao ensino superior. Isso porque ele cumpre a função de um vestibular e, assim, a maioria das faculdades do país utiliza a nota do estudante no Exame como forma de ingresso na graduação. 

A média do Enem também é utilizada como critério de seleção em programas de bolsas para graduação e financiamentos estudantis, como o Prouni e o FIES, respectivamente. 

Como fazer a inscrição para o Enem?

A inscrição no Enem normalmente ocorre em maio e é realizada na Página do Participante. Para tanto, o estudante deve preencher diversas informações, como:

  • dados pessoais, incluindo nome, CPF, endereço, telefone, e-mail etc.;
  • dados da escola de conclusão do ensino médio;
  • escolha do local de prova;
  • solicitação de atendimento especial ou especializado, se necessário.

Depois de preencher todos os dados, o estudante deve confirmar a inscrição e pagar a taxa de inscrição. Também é possível solicitar isenção, caso o participante se encaixe no perfil — estudantes de escolas públicas e pessoas de baixa renda.

Por fim, basta acompanhar sua inscrição pelo site para confirmar a escola em que fará a prova. Também dá para acessar o cartão de confirmação da inscrição pelo app do Enem — disponível para Android e iOS — com todos os dados sobre a aplicação da prova. 

Quais são as novidades no Enem?

Veja só algumas das principais novidades do Enem nos últimos anos!

Enem Digital

A aplicação do Enem Digital teve início na edição de 2020, com um grupo reduzido de 50 mil alunos, em 15 capitais do país. A expectativa do MEC é que até 2026 o Exame seja totalmente digital, sendo que a versão eletrônica será gradualmente aplicada para grupos maiores de estudantes. 

Vale lembrar que o Enem Digital segue o mesmo modelo que o tradicional:

  • 4 provas objetivas, com 45 questões de múltipla escolha cada uma;
  • 1 redação dissertativo-argumentativa (que é digitada pelo participante no computador);
  • aplicação em 2 domingos subsequentes.

Quanto à aplicação, tenha muita atenção ao edital do Enem atual! É lá que estarão as datas de realização das provas. Porém, em geral, o padrão é o seguinte: 

  • Enem Digital — outubro;
  • Enem Impresso — novembro.

Sabendo as datas das provas, crie um plano de estudos para revisar os conteúdos até os dias de aplicação. Aqui no blog, nós temos um modelo de cronograma de estudos já no formato de planilha para você baixar gratuitamente! Confira 😉

Enem seriado

Outra novidade é o Enem seriado, uma nova forma de ingressar no ensino superior. Funciona assim: os estudantes do ensino médio devem realizar todos os anos, uma avaliação geral sobre os conteúdos do ano letivo correspondente.

Essas provas substituem o antigo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), cuja avaliação ocorria apenas no 3º ano e continha questões de Matemática e Português. Agora, o novo Saeb segue o formato de prova do Enem, compreendendo as demais áreas de conhecimento e com aplicação digital.

Ao término dos 3 anos, é calculada uma média do estudante, cuja nota poderá ser utilizada em processos seletivos do Prouni e do FIES. A expectativa é que as faculdades públicas e privadas também adotem o Enem seriado como forma de ingresso. Lembrando que essas avaliações não substituem o Enem regular, mas ampliam as possibilidades de acesso ao ensino superior. 

Por fim, vale ressaltar que outras novidades podem ser divulgadas no site do Enem. Por isso, vale a pena acompanhá-lo para estar por dentro de todas as notícias sobre o Exame. Também leia atentamente o edital da edição do Enem que você vai prestar.

Quais são as previsões para a prova do Enem?

Durante sua preparação, não deixe de conferir nosso guia de estudos completo! Você pode adaptar seu cronograma de acordo com as previsões para cada área de conhecimento. Veja abaixo as principais!

Ciências Humanas e suas Tecnologias

Iniciando as previsões para o Enem, vale ressaltar a importância de acompanhar as notícias, os debates e os acontecimentos. Uma das características do exame é contextualizar as questões técnicas, além de abordar temas relevantes atualmente na redação.

Em Ciências Humanas e suas Tecnologias, que compreende História, Geografia, Filosofia e Sociologia, essa importância é redobrada. Mesmo quando aborda eventos passados, é comum a conexão e a exigência de reflexão sobre eventos do presente.

Um primeiro assunto para ficar de olho é o poder da política. Há alguns anos, o Brasil apresenta uma postura mais ativa da população em relação à ética de governantes e parlamentares, bem como de reavaliação do papel dessas pessoas na sociedade.

Outro debate atual é a relação entre desenvolvimento e preservação do meio ambiente. Em geral, assuntos ambientais, como aquecimento global, saneamento e agropecuária são frequentes no exame e podem ter maior impacto diante das crises recentes nessas áreas, entre elas, a poluição nos mares do Nordeste e as queimadas na Amazônia e no Pantanal.

Um terceiro item são as mídias sociais. É possível que as questões discutam a Era da Informação, que é o momento em que vivemos, seus impactos em hábitos de consumo, relações humanas, privacidade e liberdade de expressão no mundo online.

banner de preparação para o enem 2021

Por fim, é sempre importante entender a evolução da nossa sociedade até os dias atuais e os movimentos culturais de cada momento histórico. Além disso, procure relacionar as transformações, especialmente a partir da década de 1950, com a velocidade imposta pelos avanços da tecnologia.

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, que inclui, entre outras matérias, Português, Literatura e Tecnologia da Informação, a perspectiva é de permanência do formato das questões. Ou seja, mesmo quando aparecem assuntos de gramática, o Enem insere o conteúdo na leitura e na interpretação de textos, especialmente conhecimentos gerais.

A primeira dica, nesse sentido, é estudar sobre arte contemporânea. A modalidade surgida na segunda metade do século XX se caracteriza pela subjetividade na criação e na análise de obras. Trata-se de movimentos bastante ligados ao mundo de hoje, em que frequentemente as situações se apresentam de forma ambígua, complexa e mutável.

Também é relevante entender as características dos movimentos literários, comoHumanismo, Barroco, Modernismo e Pós-modernismo. Ao dominar as características principais dessas escolas, você não terá dificuldades, caso uma questão peça para classificar ou relacionar aspectos do passado com o presente.

banner de preparação para o enem 2021

Uma última previsão é a presença de questões sobre funções da linguagem, um dos temas frequentes na prova.Isso porque, ao pedir uma classificação em função fática, poética, emotiva etc., o examinador pode verificar o nível de compreensão do avaliado em relação aos textos da prova.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

A prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias exige a compreensão dos fenômenos estudados em cada área — principalmente suas relações de causa e efeito. Além disso, em algumas questões, já será visível a prevalência do raciocínio lógico e da Matemática, enquanto as questões de humanas são mais reflexivas.

Um tema recorrente é matéria e energia dos ecossistemas, especialmente o seu fluxo dentro da cadeia alimentar. Igualmente, questões sobre eletricidade e acústica costumam ser exigidas no exame.

Já em Química, dificilmente uma prova não conterá questões sobre estequiometria, ou seja, o estudo de reações entre produtos e reagentes. O tema merece destaque pela necessidade de combinar conhecimentos bastante diversos, como conversão de medidas, regras de três e, até mesmo, interpretação de texto para resolver os problemas.

Em Biologia, questões sobre pandemias podem marcar presença. Afinal, a contaminação de Covid-19 marcou a sociedade atual. Estude sobre como ocorrem infecções virais e as medidas de profilaxia. Além disso, o tema pode cair de forma interdisciplinar, tratando de grandes pandemias que ocorreram na história e seus contextos, cálculos de probabilidades e gráficos. 

Matemática e suas Tecnologias

O estudo da Matemática e suas Tecnologias é diferente das demais áreas. O peso de compreender os assuntos atuais é menos relevante, sendo fundamental entender as operações e treinar os cálculos com baterias de exercícios.

Resumidamente, é preciso identificar os tópicos centrais, como regra de três, figuras geométricas, equações, progressões geométricas e aritméticas, escalas e porcentagem. Aqui, a dedicação fora da sala de aula e do curso preparatório é fundamental.

Redação

O modelo de redação exige sempre a elaboração de um texto dissertativo-argumentativo, dividido em introdução, desenvolvimento e conclusão. Normalmente, a partir da compreensão de uma questão social, o avaliado desenvolve a sua argumentação, apresentando um posicionamento racional e oferecendo uma proposta de solução para o problema.

Nessa tarefa, o conhecimento básico de direitos humanos é fundamental. Isso porque o estudante é penalizado pelos avaliadores se propor algo que desrespeite esses direitos, por exemplo, incitações a preconceitos ou apologia a crimes. O tema pode facilitar a compreensão a respeito das exigências de entidades públicas e particulares.

É importante estar atento ainda aos problemas sociais do Brasil, como analfabetismo, saneamento básico, miséria e desigualdade social. Igualmente, fique de olho: discussões que ganharam espaço recentemente, como homofobia, transformação digital, mobilidade urbana e sustentabilidade, são grandes apostas!

O ideal é, em cada tópico, conhecer os diferentes posicionamentos e buscar elementos externos que possam ser incluídos no momento da prova. Use flashcards, mapas mentais e outras técnicas para memorizar estatísticas, citações de autores de referência e acontecimentos recentes.

Lembre-se de que seu desempenho na redação tem um grande impacto na escolha da graduação, principalmente para alcançar as notas de corte. Afinal, trata-se de 20% da nota total no Enem. Então, treine bastante e consulte os textos que tiraram a nota máxima nas edições anteriores para entender como funciona, na prática.

No vídeo abaixo, do Canal Trilha do Enem, são dadas várias dicas de redação, confira:

Como fazer um plano de estudos?

Uma dica para se organizar é consumir os conteúdos do Trilha do Enem. A plataforma cria um plano de estudos personalizado, indica os materiais ideais para você suprir deficiências e estabelecer metas de estudo. Isso é importante porque os assuntos do ensino médio são extensos, logo, é preciso priorizar o que cairá na prova.

Com bons materiais, suas chances de conquistar uma boa nota na prova objetiva e na redação serão muito maiores! Algumas outras estratégias que podem ajudar:

O que fazer no dia da prova?

No dia da prova do Enem, confira os dados como endereço da escola, horário de fechamento dos portões e datas no seu cartão de confirmação de inscrição. Saia com bastante antecedência para não perder a hora, hein? Nesse dia, o trânsito pode ser maior que o de costume. 

Leve mais de uma caneta preta fabricada em material transparente para não ter imprevistos. Também é necessário apresentar um documento de identificação — são aceitos vários, desde que sejam originais e contenham foto. Outros materiais são proibidos.

Durante a prova, tente organizar o seu tempo para fazer tudo e preencher o cartão de respostas. Você pode levar lanches leves e água, mas lembre-se de que os aplicadores podem verificar seus produtos a qualquer momento. 

Agora, é com você!

Depois desta leitura, você já tem as informações que precisa sobre como funciona o Enem e como se preparar. Agora, é só partir para a ação, seguindo o seu plano de estudos para ter um bom resultado.

Você também pode prestar o vestibular o quanto antes! Inscreva-se no site Vestibulares e descubra todas as facilidades para o ingresso e a permanência na faculdade!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

  1. a mudança do Enen por conta do coronavírus alterou a programaço de muitos alunos. O aluno que se inscreveu para a prova não contava com mudanças de datas, e, agora não consegue mudar do sistema digital para escrito ou vice versa, é que é totalmente absurdo. O Ministério da Educação está impedindo o direito do inscrito em prestar a prova, se não acatar a mudança de um sistema para o outro. Violação de um direito constitucional.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.