Como escolher um curso de graduação? Confira as principais áreas

Não é fácil tomar uma decisão capaz de transformar diversos aspectos de nossas vidas. Isso explica por que escolher entre os cursos de graduação se torna um desafio, tanto para quem pretende fazer a primeira faculdade quanto para as pessoas que decidiram voltar a estudar.

Seja qual for o grupo que te representa, uma coisa é certa: definir a área de estudo exige bastante reflexão e cuidado para aumentar suas chances de sucesso. Detalhes do seu perfil, habilidades e condições do mercado são exemplos de fatores que influenciam nessa importante decisão e devem ser avaliados com calma.

Que tal descobrir como tornar esse processo mais tranquilo e encontrar o melhor caminho para a sua futura carreira? Então, confira as nossas dicas e veja o que fazer em cada etapa!

Como escolher entre tantos cursos de graduação?

A experiência de buscar a profissão ideal varia de um indivíduo para outro. Enquanto alguns dependem das opiniões de terceiros, outros sentem que encontraram a vocação ainda na infância. Em todo caso, é essencial priorizar a percepção de quem fará essa importante escolha.

Seus pais podem até dizer que você sempre foi um bom ouvinte e, por isso, deveria fazer faculdade de Psicologia. Por outro lado, se seus hobbies costumam envolver montagem de circuitos e instalações, alguém poderia afirmar que a faculdade de Engenharia Elétrica é uma ótima opção.

Embora tenham alguma utilidade no início, essas suposições não devem ser o único ponto de partida para encontrar a opção certa. Em vez de se limitar a elas, procure fazer análises complementares que possam trazer firmeza e segurança no momento da decisão.

Veja a seguir algumas práticas que ajudam nesse processo!

Conheça o seu perfil

Muitas pessoas não param para refletir sobre as coisas que gostam de aprender ou de executar em seu dia a dia. No entanto, fazer esse tipo de questionamento é importante para começar a direcionar suas escolhas para temas ou processos com os quais tem mais afinidade.

Primeiro, faça um exercício em busca do autoconhecimento. Anote as habilidades e limitações que você tem, pense nos objetivos que pretende alcançar e imagine o cenário ideal para a sua carreira. Avalie também os seus valores, prioridades e preferências em relação a determinados tipos de trabalho.

Com essa base você terá uma noção dos cursos de graduação que combinam com seu perfil. Pessoas criativas e com capacidade de expressar suas ideias na forma de conceitos e desenhos, por exemplo, tendem a se identificar muito com a faculdade de Arquitetura ou de Design.

Realize testes vocacionais

O passo inicial já foi dado, mas ainda pode deixar dúvidas entre diversas áreas. Essa é uma situação comum, afinal, é praticamente impossível se identificar com apenas uma das inúmeras profissões do mercado. Nesse caso, o melhor a fazer é filtrar as opções e chegar mais próximo daquilo que o agrada.

Uma boa alternativa é realizar os famosos testes vocacionais. São instrumentos que avaliam várias características (qualidades, aptidões, dificuldades etc.) de uma pessoa para indicar carreiras que mais combinam com seu perfil. Alguns já sugerem cursos bem específicos, como a faculdade de Biomedicina.

Há uma série de testes gratuitos disponíveis na internet:

  • Quero Bolsa — se baseia na Teoria das Inteligências Múltiplas desenvolvida pelo psicólogo Howard Gardner;
  • A Real Me — aponta as melhores carreiras a partir da análise de características que se aproximam ou que se afastam do seu perfil;
  • Neora — bastante intuitivo, exige apenas a seleção de palavras com as quais você se identifica para indicar os melhores cursos.

Vale a pena experimentar diversas opções de testes e ver qual resultado aparece com mais frequência. Você também pode procurar um serviço de orientação vocacional com um profissional focado em planejamento e gestão de carreira.

Converse com profissionais formados

Valorize a experiência das pessoas que já atuam nas áreas de seu interesse. Essa é uma boa forma de ter uma visão realista da profissão, porque permite conhecer detalhes da rotina, entender os principais desafios da carreira e, claro, descobrir se aquilo realmente é o que você deseja fazer no futuro.

Assim, se você pensa na possibilidade de fazer uma faculdade de Fisioterapia, por que não agendar uma conversa com alguns profissionais da área? Aproveite o momento para perguntar sobre o dia a dia dessas pessoas e para tirar dúvidas que não podem ser solucionadas em outros lugares.

Quem sabe você não descobre que, na verdade, preferiria lidar com cuidados mais gerais e que envolvem diversos setores da saúde? Nessa situação, um breve diálogo poderá apontar novos caminhos que se aproximam da sua escolha inicial — um bom exemplo seria a faculdade de Enfermagem.

Pesquise sobre o mercado e suas oportunidades

Outra prática essencial para decidir com mais segurança é pesquisar sobre o mercado para diferentes áreas. Se você está em dúvida entre dois ou mais cursos de graduação, essa análise será útil para entender qual faculdade realmente trará satisfação e permitirá alcançar seus objetivos.

Mesmo que conforto e independência financeira sejam fatores decisivos, evite focar apenas em profissões bem-pagas. Tenha em mente que o mercado se transforma com frequência e, dependendo da área, tudo pode estar diferente depois que você se formar. Então, busque o equilíbrio entre dinheiro e satisfação pessoal.

O ideal é procurar informações atuais, acompanhar notícias e as principais tendências para ficar por dentro da realidade. Manter esse hábito quando estiver na graduação ou prestes a entrar no mercado também trará benefícios porque transformará você em um profissional atualizado e aberto à inovação.

Entenda a grade curricular dos cursos pretendidos

Já parou para pensar que cursos de instituições diferentes podem ter abordagens bem específicas? É crucial lembrar desse detalhe antes de escolher onde estudar. Isso evitará surpresas e arrependimentos, permitindo que você invista seu tempo em um local que tenha o enfoque desejado.

Uma boa estratégia é reservar um período do dia para observar detalhes da grade curricular. Se você decidiu fazer faculdade de Medicina, por exemplo, encontrará muitas matérias para conferir. Ainda assim, compensa dedicar alguns minutos nesse processo e comparar as disciplinas ofertadas por diferentes cursos.

Se possível, verifique a distribuição dos conteúdos e a carga horária nos diversos semestres. Essa informação é valiosa para quem pretende estudar e trabalhar ao mesmo tempo, porque indica quantas horas do dia serão dedicadas a cada tipo de atividade. Leve em conta, também, o tempo restante para o lazer e o descanso.

Entenda as possibilidades de atuação

Embora existam cursos de graduação mais gerais e alguns específicos, todos garantem o acesso a diversas oportunidades. Cabe a você se informar sobre as áreas de atuação disponíveis para cada profissão e encontrar aquela que mais tem a ver com o que procura.

O estudante da faculdade de Nutrição, por exemplo, pode seguir diversos caminhos após a formação. É possível atuar em clínicas, escolas, academias, hospitais, indústria de alimentos e outros ambientes. No dia a dia, o profissional poderá fazer o controle da qualidade e da higiene em estabelecimentos, dar aula em cursos técnicos e de graduação, elaborar materiais educativos, orientar dietas e muito mais.

Outro exemplo interessante é o da carreira na Educação Física. A partir da escolha de licenciatura ou bacharelado, o profissional da área poderá atuar em locais como escolas, academias e até clubes esportivos. O foco varia entre atividades voltadas ao lazer e à saúde da população.

Conhecer as inúmeras possibilidades facilitará suas escolhas desde o início da faculdade. Com o tempo, sabendo o que quer fazer, poderá focar em palestras, treinamentos e programas voltados à área pretendida, de modo a construir uma carreira sólida e adequada ao seu perfil.

Faça um plano com metas realistas

Após decidir sobre o curso, é importante que você estabeleça algumas metas para chegar aonde deseja. A construção de um plano de carreira ajuda muito porque demanda organização, planejamento financeiro e pé no chão. O objetivo é manter a motivação para comemorar cada resultado.

Comece definindo todos os recursos necessários para realizar o seu sonho profissional. Isso inclui os materiais, o tempo gasto nos estudos, o investimento no curso, entre outros detalhes. Nesse momento, pense em formas de facilitar cada processo — fazer uma reserva para custos emergenciais, por exemplo.

É importante reconhecer seu esforço toda vez que alcançar determinado objetivo para não perder o foco. A cada meta atingida, estabeleça novos projetos e desafios que o estimulem a buscar seu melhor. Aos poucos, você terá cumprido todos os passos para atuar na profissão que deseja.

Quais são os cursos que estão em alta?

O mercado de trabalho não é imutável. Por isso, sempre surpreende com a criação de novos tipos de empregos ou com o retorno de atividades que pareciam ter desaparecido. Nesse cenário de transformações, algumas carreiras se mantêm fortes e outras passam por mudanças.

Quem ainda está decidindo sobre o futuro profissional deve pesquisar sobre as áreas que vêm garantindo boa oferta de empregos. Observar as tendências e as demandas recentes da sociedade também é fundamental para descobrir em quais profissões do futuro você deve apostar.

Que tal ver alguns exemplos? Acompanhe opções de cursos de graduação que estão em alta.

Administração

Trabalhos que envolvem a gestão de negócios continuam na lista dos mais promissores. Assim, a faculdade de Administração se destaca por ser bastante generalista e preparar pessoas para atuar em diversos departamentos de uma empresa.

O profissional da área pode exercer cargos relacionados a vendas, planejamento, finanças, processos produtivos, logística e outros. Quanto mais atividades puder dominar, mais chances terá de conseguir uma boa remuneração.

Direito

Apesar de ser um dos cursos de graduação mais procurados e com o maior número de estudantes no Brasil, ele mantém sua relevância no mercado. Atualmente, especializações em áreas como Direito Tributário, Direito Trabalhista, Direito Digital e Recuperação Judicial são as mais valorizadas.

O aluno da faculdade de Direito precisa gostar de desafios, ter paciência para resolver problemas e carregar qualidades como ética e discrição. Também é preciso conhecimento técnico e atualização constante.

Marketing

Com empresas investindo em novas estratégias para divulgar produtos, serviços ou marcas, aumenta a procura por profissionais criativos. Quem se identifica com esse perfil e gosta de desenvolver ações em diversos meios pode prestar vestibular em Marketing.

O campo de atuação para especialistas em mídias digitais também só cresce. Afinal, são eles os profissionais responsáveis por melhorar o engajamento entre as empresas e seus clientes em diversos canais.

Engenharia Ambiental

Em um planeta com recursos limitados, o aumento da população mundial traz problemas que demandam um conjunto de soluções. Um dos principais responsáveis por reduzir os impactos da ação humana é o engenheiro ambiental.

Diferentemente do que ocorre em outros cursos de graduação das exatas (como a faculdade de Engenharia Civil), sua grade curricular tem foco no desenvolvimento sustentável. A função do profissional da área é desenvolver pesquisas e propor formas de melhorar a relação entre o homem e a natureza.

Recursos Humanos

O estudante dessa área deve ser capaz de conduzir todos os processos que envolvem pessoas em uma empresa. Isso inclui desde a contratação e a demissão até o pagamento de benefícios, a organização de treinamentos e o planejamento da carreira dos funcionários.

A graduação em Recursos Humanos é curta e pode ser feita em diversas modalidades. É uma boa opção para quem deseja uma faculdade rápida e com alto potencial de retorno financeiro (boa empregabilidade e salários adequados).

Por que a faculdade influencia na decisão?

A reputação de uma instituição de ensino conta muito na hora de optar por um curso. Afinal, todo estudante quer se preparar em um local que tenha boa estrutura, corpo docente qualificado e condições adequadas para que os alunos se mantenham firmes no aprendizado.

Além disso, muitas empresas consideram a faculdade onde os candidatos estudaram como critério de desempate na disputa por uma vaga. Nesse sentido, é importante avaliar o perfil da instituição e seu histórico, além de outros dados relevantes, antes de ingressar em algum curso que ela oferece.

Qualidade do ensino

Essa característica depende de um conjunto de elementos funcionando em harmonia. Para começar, faça uma visita à instituição e verifique de perto as instalações. Se possível, agende um passeio guiado para conhecer os laboratórios, as salas de aulas, as áreas comuns e outros espaços.

Você também pode conversar com pessoas que já estudaram na instituição para entender suas percepções em relação à qualidade do ensino. Pergunte o que acham dos cursos de graduação e de tecnólogo, quais foram as maiores dificuldades enfrentadas, quais pontos positivos merecem destaque etc.

Outro detalhe a observar é a nota dada à instituição no site do Ministério da Educação (MEC). Basta acessar a página e pesquisar pelo nome da faculdade.

Convênios

A procura por faculdades particulares é cada vez maior, principalmente quando são instituições que oferecem convênios com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) e o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Convênios com programas de estágio concedidos por empresas de diversas áreas também são diferenciais. Afinal, permitem ao estudante ter acesso a boas oportunidades antes mesmo de se formar.

Portais como o Conecta facilitam a vida de candidatos e recrutadores na hora de preencher vagas. Fazer uso desses canais é uma ótima maneira de obter experiência, colocar os aprendizados em prática e se familiarizar com a rotina profissional no mercado de trabalho.

Facilidades

Algumas instituições de ensino têm programas próprios de bolsa de estudos que facilitam o ingresso dos estudantes que não podem arcar com o valor total da faculdade. Portanto, vale a pena se informar sobre essa possibilidade antes de pensar em desistir daquele curso que você tanto deseja.

Dependendo da instituição, é possível ter acesso a outros benefícios financeiros. Um bom exemplo é o desconto por pontualidade fornecido para alunos de alguns cursos de modalidade EAD. Esse programa garante desconto na mensalidade do estudante que paga seus boletos até um prazo determinado.

Muitas pessoas ainda recorrem a empréstimos concedidos por entidades financeiras para custear seus estudos. O problema é que essa modalidade de crédito costuma apresentar juros bastante altos. No fim da faculdade, o valor total do investimento pode chegar ao dobro daquele que foi financiado.

Para evitar tantos gastos, a dica é verificar se a própria instituição de ensino mantém parceria com algum banco para a oferta de um financiamento estudantil. Essa alternativa geralmente envolve uma taxa de juros mais baixa e adapta os prazos de pagamento com base no perfil do estudante.

Quais são as modalidades de ensino disponíveis?

Além da área de estudo e da instituição, é necessário definir a forma como você fará sua faculdade. Atualmente, os cursos de graduação podem ser categorizados nas modalidades presencial, semipresencial e ensino à distância — também conhecido pela sigla EAD.

Mas qual dessas opções favorece os estudantes? Será que existe uma alternativa mais vantajosa que outra? A resposta é: depende. Isso significa que a preferência por determinado modelo tende a variar conforme o perfil do aluno, sua rotina, seus objetivos e outros fatores importantes.

Para explicar melhor as diferenças entre as modalidades disponíveis, listamos as principais características de cada uma. Acompanhe e descubra qual é perfeita para você!

Presencial

É a mais popular e bastante conhecida entre os estudantes de diversas áreas. Ela consiste na aplicação de aulas em um espaço físico, no qual discentes e docentes se reúnem em pessoa para discutir assuntos, realizar exercícios e qualquer outra prática que faça parte da grade curricular.

Geralmente, a organização das turmas é feita com base no ano ou semestre cursado por seus integrantes. Assim, todas as pessoas que estiverem estudando uma matéria da primeira fase da faculdade de Publicidade, por exemplo, vão se encontrar sempre no mesmo ambiente, em determinado dia e horário da semana.

Vale lembrar que os estudantes que precisam cursar uma disciplina novamente, como em caso de reprovação por nota ou por falta, também se encontram no local para repetir os estudos. Ou seja, todas as tarefas, incluindo trabalhos individuais ou em grupo, dependem da presença dos alunos em sala.

Uma das principais vantagens dessa modalidade é justamente a proximidade com os colegas e com o professor responsável pelo conteúdo ministrado. Esse contato imediato permite tirar dúvidas de forma rápida, trocar ideias cara a cara e criar um ambiente dinâmico para debates.

Ensino à distância

Até pouco tempo, essa modalidade não era muito difundida e se limitava a um número pequeno de cursos de graduação. Porém, por conta da preocupação cada vez maior em conciliar os estudos com a rotina corrida, muitas pessoas passaram a considerar a possibilidade de fazer uma faculdade à distância.

Hoje há várias opções de graduação e até de pós-graduação EAD, o que amplia as opções para os estudantes que precisam estudar com pouco tempo livre. Como o próprio indica, o ensino à distância pode ser feito exclusivamente a partir de um espaço virtual.

Para isso, o estudante precisa dispor de um computador ou outro dispositivo com conexão à internet. Também é crucial o acesso a ferramentas que permitam assistir videoaulas gravadas ou transmitidas ao vivo. Com essa pequena estrutura dá para conferir todos os conteúdos e exercícios no conforto de casa.

Com a ausência do professor e dos colegas durante as atividades, é preciso que o aluno se organize e exercite a autodisciplina para dar conta de todas as matérias no tempo previsto. De todo modo, é comum a adoção de uma plataforma na qual as turmas podem se comunicar e tirar dúvidas com os monitores.

Entre as principais vantagens da modalidade EAD está a redução de gastos com transporte. O tempo dedicado a deslocamentos também é menor, já que o aluno pode estudar quando e onde quiser, sem abrir mão das aulas interativas. Além disso, as mensalidades costumam ser mais acessíveis, já que a instituição não precisa gastar com a locação de espaços e com o consumo de energia.

Cabe destacar que mesmo o ensino à distância pode exigir a presença dos estudantes e dos professores em alguns momentos. O agendamento dos encontros ocorre, geralmente, durante os plantões de dúvidas, em provas aplicadas ou nas atividades em grupo.

Semipresencial

Como você já deve imaginar, essa modalidade é uma mistura das anteriores e carrega as mesmas vantagens citadas. Isso significa que todos os conteúdos são aplicados com atividades que intercalam encontros presenciais e tarefas realizadas no ambiente online.

Em uma faculdade semipresencial, as aulas virtuais costumam ocorrer por videoconferência. Quando há a necessidade de um encontro em local físico, a instituição faz o agendamento nos polos físicos de apoio. As reuniões da turma são marcadas com data e horário específicos.

Assim como na modalidade EAD, os alunos contam com uma plataforma para facilitar a comunicação. Além disso, precisam estar presentes no momento de montar ou apresentar trabalhos em grupo, na hora de realizar provas aplicadas e para fazer questionamentos aos monitores e professores.

São muitas informações a considerar na procura por uma faculdade. No entanto, se você lembrar que essa é uma das escolhas mais relevantes para seu futuro, não verá problema em avaliar cada aspecto com cuidado. O que importa, no fim, é encontrar a opção certa entre tantos cursos de graduação atrativos.

O que acha de começar a procura com quem entende do assunto? Entre em contato conosco e filtre as opções para descobrir onde, como e quando estudar!

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.