Plano de estudos para vestibular: como montar um?

estudante fazendo plano de estudos enem

Em ano de vestibular, cada estudante tem seus métodos de preparação. Alguns vão estudando conforme as disciplinas se desenvolvem na escola ou no curso preparatório, enquanto outros fazem um planejamento para aproveitar melhor o tempo.

Você sabia que essa técnica de montar um plano de estudos para o vestibular tem diversos benefícios? Além de conseguir fixar ainda mais os conteúdos, você garante que, na data das provas, terá compreendido tudo e não ficará com aquela sensação de que algo foi esquecido. Isso sem falar na otimização de tempo e na motivação que se ganha!

Quer preparar o melhor plano de estudos para o Enem ou para outros vestibulares? Então, confira as dicas que separamos neste artigo:

Liste todas as matérias e os períodos disponíveis

Quem define o que estudar para o vestibular no início do ano sempre tem a impressão de que há tempo suficiente para todas as disciplinas. Porém, à medida que os dias passam, a realidade vai provando que não é tão fácil assim. Por isso, antes de tudo, saiba quais são as matérias e os tópicos a serem estudados.

Pegue todas as matérias, com base nas áreas do saber que são cobradas nas provas, e liste-as em uma folha de caderno ou em uma planilha online mesmo. Se estiver com dificuldades para lembrar, não custa consultar seus cadernos do ensino médio e os editais de vestibulares.

Liste, também, os períodos que você terá para estudar. Não deixe de considerar o tempo de deslocamento, pois podem ser momentos muito úteis para ouvir um podcast sobre atualidades, por exemplo.

Descubra quais são os tópicos mais prováveis de cair

Ao pesquisar no edital do Enem ou de outros vestibulares, aproveite para conferir quais são os assuntos que esses documentos sugerem estudar. Além disso, verifique, nas provas de anos anteriores, quais são os temas recorrentes e de que forma são cobrados. Quando reunir essas informações, não deixe de incluí-las na lista que você já começou, certo?

Quer um exemplo? Na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias do Enem, caem tópicos como:

Considere imprevistos

No momento que estiver identificando quais são os períodos livres que terá para estudar, reserve alguns minutos por dia para imprevistos. Nunca se sabe quando algum familiar vai precisar da sua ajuda para alguma atividade urgente, não é mesmo? Uma boa dica é separar, pelo menos, meia hora para eles.

Caso não surja nenhum imprevisto, melhor ainda! Terá esse tempo para se dedicar a alguma revisão, ao treinamento para a redação, à leitura das notícias do dia ou ao que julgar necessário. Só evite desperdiçá-lo com redes sociais ou procrastinação!

Separe, também, algum tempo para você. Isso mesmo! O lazer também é importante para recarregar as suas energias e dar mais força para continuar firme nos estudos. Nesses momentos, tente não pensar naquelas matérias difíceis que tiram seu sono!

banner calculadora bolsa enem

Separe períodos para cada tipo de estudo

A leitura atenta e analítica dos conteúdos vai ajudar bastante na compreensão deles. Mas nada como diversificar as formas de estudo. Isso significa revezar esse método com outros, a exemplo de:

  • exercícios para fixar o que está aprendendo;
  • videoaulas para compreender melhor alguns assuntos mais complexos;
  • aulas presenciais para tirar dúvidas com professores e colegas;
  • podcasts para se atualizar, mesmo enquanto estiver no transporte ou no intervalo de almoço.

Não se esqueça que, em algum dia da semana, você precisará investir em uma boa revisão dos conteúdos para atestar se realmente aprendeu — em vez de decorar apenas. Quando você sabe como fazer resumos de qualidade, esses momentos se tornam ainda mais descomplicados, pois terá uma explicação facilitada, com as suas palavras, do que estudou.

Planeje simulados

Os simulados são uma excelente maneira de planejar os estudos para o vestibular. Isso porque você já consegue um plano mais direcionado e personalizado para as provas que realmente vai fazer. Considere realizá-los, ao menos, uma vez por mês — se puder, estipule um prazo de 15 dias.

Além de entender melhor como as instituições cobram cada disciplina, você ainda consegue treinar o seu tempo de resposta às questões. Então, escolha um lugar silencioso e confortável, pegue seu simulado e prepare o cronômetro!

Diversifique as matérias ao longo dos dias

Sabemos que, em muitos casos, a dificuldade de compreensão de uma matéria faz com que os estudantes fiquem por horas focados nelas. Mas cuidado! Pode ser que essa tática não funcione tão bem para a sua rotina! Por isso, caso note que não está assimilando bem o conteúdo mesmo com horas e horas de dedicação, parta para outra!

👉 Dica: baixe a nossa planilha gratuita e organize os seus dias de estudo! Ela já vem com os assuntos que mais caem no Enem!

O ideal é dividir o seu tempo de acordo com pesos diferentes. Se a Literatura é uma matéria que demanda uma atenção maior, devido à leitura, enquanto você domina a Matemática, considere dobrar o período de dedicação de uma em relação a outra.

Tente estudar com outras pessoas

Muitos estudantes preferem estudar sozinhos, pois acreditam que esse é um momento bastante particular e de concentração — o que não deixa de ser verdade. De fato, essa tática ajuda a focar o que realmente interessa e a evitar as distrações. No entanto, contar com a companhia de colegas não faz mal de vez em quando!

Juntos, vocês podem descobrir o que cai nas provas, compartilhar e solucionar dúvidas. Além disso, também é possível debater as matérias e treinar a capacidade de assimilação. Esse é um benefício que dificilmente se consegue sozinho. Afinal, falar sozinho não é o mesmo que ter alguém para entrar no diálogo com uma opinião, não é mesmo?

Use ferramentas para se organizar

No seu celular, existem diversas ferramentas de produtividade — algumas que você nem ao menos poderia imaginar! Os calendários, por exemplo, são excelentes para delimitar o tempo disponível para estudo, enquanto o Excel oferece as planilhas de controle das disciplinas. Isso sem falar nos aplicativos como:

  • Trello;
  • Google Docs;
  • Evernote;
  • Toggl;
  • Forest.

Mas não são somente essas ferramentas básicas que podem ajudar nessa rotina de preparação para o vestibular. Contar com uma plataforma que ofereça estudos personalizados faz toda a diferença — e isso você encontra no Trilha do Enem. Não deixe de conferir os benefícios!

Com estas ideias de plano de estudos para vestibular, você estará cada vez mais próximo da faculdade dos sonhos. O importante é começar desde já a se preparar para, quando as datas de provas chegarem, os conteúdos estejam na ponta da língua!

Mas não foque apenas as disciplinas em seu cronograma de estudos, deixando a redação de lado, combinado? Para ajudar, continue a leitura e saiba como melhorar a sua escrita!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.