Angiospermas: o que são e como estudar para o Enem?

angiosperma

O estudo de Botânica em Biologia divide opiniões, já que a matéria é repleta de detalhes, e a nomenclatura é extensa. Gostando ou não, o tema cai bastante nos vestibulares e no Enem, e as angiospermas costumam ser as mais cobradas nas provas.

O grupo mais biodiverso de plantas tem como principais características a presença de flor e fruto, o que possibilitou a dispersão das espécies pelo planeta. Mas esses vegetais têm outras estruturas e singularidades responsáveis pelo seu sucesso evolutivo, e sobre isso que falaremos aqui.

Continue com a gente, relembre quem são as angiospermas e veja algumas dicas para estudar e mandar bem nos exames!

O que são angiospermas?

As angiospermas são as plantas que apresentam flores e frutos. São o grupo com maior biodiversidade do mundo, constituindo cerca de 90% das espécies vegetais conhecidas.

As flores são as estruturas reprodutivas das angiospermas. Após a fecundação pelo gameta masculino, o ovário cresce e origina o fruto, estrutura que envolve e protege a semente contra as adversidades do ambiente. Aliás, é daí que vem o nome do grupo: angio = vaso, urna; sperma = semente, em grego.

Outra característica importante é que são plantas vasculares (com tecidos especializados para a condução da seiva), o que permitiu que desenvolvessem diferentes formatos e tamanhos. É só imaginar, por exemplo, a diferença entre uma roseira e uma mangueira.

Qual é o ciclo de vida das angiospermas?

Para estudar para a prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, tem que ter em mente o ciclo de vida das angiospermas. O processo pode ser resumido nos seguintes itens:

  • polinização — primeira etapa, acontece a partir da transferência do pólen, que sai de uma planta e se encontra com os gametas de outra a partir de mecanismos diversos (algumas espécies apresentam autofecundação);
  • germinação — ocorre a formação do tubo polínico, que penetrará no ovário e iniciará o processo de fecundação no óvulo;
  • formação da semente — originada do desenvolvimento do óvulo;
  • formação do fruto — acontece a partir do crescimento do ovário da flor.

As flores têm uma importância fundamental para o ciclo reprodutivo das angiospermas: elas são responsáveis por atrair agentes polinizadores e por dispersar esporos, conquistando os mais variados ambientes.

Quais são as características das flores e dos frutos?

Algumas das estruturas mais comuns nos frutos são:

  • endocarpo;
  • mesocarpo;
  • epicarpo.

Já nas flores, é preciso estar atento a:

  • estame;
  • pétala;
  • carpelos;
  • sépulas;
  • estigma.

Cada uma dessas estruturas tem importância e funções bem específicas. Por isso, não deixe de estudá-las separadamente e aprofundar os seus conhecimentos!

Quais são as diferenças entre monocotiledôneas e eudicotiledôneas?

As plantas monocitiledôneas são aquelas que possuem apenas um cotilédone em suas sementes. As eudicotiledôneas, por sua vez, contam com dois. Para memorizar, lembre-se de que o grão de milho é um cotilédone, enquanto o feijão tem dois.

Os cotilédones nada mais são do que as primeiras etapas da formação embrionária de um vegetal. Essa característica trará diferenças para as plantas adultas.

Algumas das estruturas afetadas por essas diferenças são:

  • veias das folhas;
  • tipos de folhas;
  • raízes;
  • quantidade de pétalas presentes nas flores.

É importante estudar esse assunto de forma mais aprofundada, já que ele costuma aparecer bastante em questões do vestibular!

E entre angiospermas e gimnospermas?

Quando estamos estudando Biologia para o Enem, é comum confundirmos esses dois grupos vegetais, já que eles são bastante próximos evolutivamente e têm características em comum.

A diferença primordial entre eles está no tipo de semente. Enquanto as gimnospermas apresentam sementes expostas (gimnos = nu), as das angiospermas se mantêm escondidinhas dentro dos frutos.

3 curiosidades sobre as angiospermas

Confira, a seguir, 3 curiosidades sobre esse grupo vegetal.

banner de preparação para o enem 2021

São as plantas mais abundantes da Terra

As angiospermas correspondem ao grupo de plantas mais diverso da Terra. Os dados variam, mas estima-se que existam mais de 450 mil espécies no mundo.

São bastante adaptáveis

O grande número de espécies demonstra como as angiospermas são adaptáveis, estando presentes nos mais diversos tipos de biomas, como os brasileiros Pampa, Cerrado, Mata Atlântica, Pantanal, Caatinga e Floresta Amazônica.

São parte fundamental de ecossistemas

As angiospermas são essenciais para o equilíbrio dos ecossistemas. Elas são polinizadas e espalhadas pela ação de animais e do vento e são fundamentais para a alimentação e a existência de várias espécies, incluindo os seres humanos. Sendo assim, participam de vários processos ecológicos.

Como estudar esse assunto para as provas?

Quer saber como entender esse tema de uma vez por todas e fixar tudo em sua mente? Dê uma olhadinha nas dicas a seguir!

Invista em resumos e mapas mentais

Alguns assuntos da Biologia demandam uma atenção extra quando o assunto é resumos. Isso também é válido para a Botânica!

Então, invista em mapas mentais ou resumos feitos da maneira que funcionar melhor para você. Eles serão essenciais para a fixação do conteúdo e também para as revisões periódicas do assunto.

Resolva muitos exercícios

A resolução de questões é um dos pilares de uma boa preparação para os vestibulares. Por isso, não deixe os exercícios de fora de sua rotina de estudos e, claro, de suas revisões para essa matéria!

Além disso, invista um tempo para a prática de simulados. Eles ajudarão muito na sua familiarização com as provas do Enem e dos vestibulares e trará mais segurança para o grande dia.

Busque bons materiais de apoio

Não podemos deixar de mencionar a importância de contar com bons materiais na hora de estudar. Além da teoria concisa e atualizada, é fundamental que você tenha boas videoaulas a seu dispor.

Tudo isso pode ser encontrado na internet. Como é o caso do nosso blog aqui do Vestibulares.

Mescle os assuntos

Uma das melhores formas de estudar Biologia é relacionar assuntos que, a princípio, podem parecer não ter nada a ver um com o outro. O conceito de coevolução é um ótimo exemplo disso!

Essa ideia nos remete ao fato de que espécies de grupos diferentes evoluem simultaneamente graças à “pressão” que uma exerce sobre a outra. É o caso dos artrópodes e os animais invertebrados, que têm uma relação direta com as angiospermas por conta da polinização.

Estude também os impactos negativos

Quando o assunto é o Enem, estudar os impactos negativos sofridos pelos ecossistemas e grupos que estamos estudando é muito importante.

No caso das angiospermas, o desmatamento é uma das principais causas de problemas entre suas espécies. Já como consequência dessa questão, podemos citar o efeito estufa, que acontece devido à diminuição do sequestro de carbono na Terra. Vale a pena se aprofundar nesses tópicos!

Como esse assunto aparece no Enem?

Para finalizar a nossa conversa, que tal resolver uma questão que já apareceu em uma prova antiga do Enem? Assim, você poderá treinar seus conhecimentos e ver como esse tema é cobrado nas provas. Vamos lá?

(Enem 2010) Os frutos são exclusivos das angiospermas, e a dispersão das sementes dessas plantas é muito importante para garantir seu sucesso reprodutivo, pois permite a conquista de novos territórios. A dispersão é favorecida por certas características dos frutos (ex.: cores fortes e vibrantes, gosto e odor agradáveis, polpa suculenta) e das sementes (ex.: presença de ganchos e outras estruturas fixadoras que se aderem às penas e pelos de animais, tamanho reduzido, leveza e presença de expansões semelhantes a asas). Nas matas brasileiras, os animais da fauna silvestre têm uma importante contribuição na dispersão de sementes e, portanto, na manutenção da diversidade da flora.

CHIARADIA, A. Mini-manual de pesquisa: Biologia. Jun. 2004 (adaptado).

Das características de frutos e sementes apresentadas, quais estão diretamente associadas a um mecanismo de atração de aves e mamíferos?

a) ganchos que permitem a adesão aos pelos e penas;

b) expansões semelhantes a asas que favorecem a flutuação;

c) estruturas fixadoras que se aderem às asas das aves;

d) frutos com polpa suculenta que fornecem energia aos dispersores;

e) leveza e tamanho reduzido das sementes, que favorecem a flutuação.

Resposta: letra d.

Continue seus estudos em Biologia!

Como você viu, as angiospermas são um grupo vegetal extremamente importante para a vida na Terra. Sem elas, certamente a nossa vida por aqui seria um tanto quanto diferente, quiçá inexistente.

E aí, tudo pronto para continuar mandando ver nos estudos? Depois de estudar Botânica, complemente seus conhecimentos e revise os biomas brasileiros!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.