Por que é importante fazer um simulado do Enem? Entenda!

A preparação para uma prova, de fato, é um momento bastante delicado — ainda mais quando a nota desse exame pode ser a sua porta de entrada para ingressar na tão sonhada graduação. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por exemplo, exige muita dedicação e foco por parte dos candidatos, já que abrange disciplinas diversas e é extenso. Temos, no entanto, uma dica fundamental e que precisa fazer parte de sua rotina de estudos: o simulado Enem.

Montar um cronograma e segui-lo à risca, aliás, é o primeiro passo rumo à aprovação. No entanto, apenas ler e reler os conteúdos, fazendo revisões, mas sem colocá-los em prática, elimina a possibilidade de absorver a informação com mais eficácia. Por isso, reunimos neste artigo os principais motivos pelos quais você deve fazer simulados ao estudar! Vamos conferir?

O que é um simulado Enem?

O simulado Enem corresponde a um compilado de exercícios dispostos da mesma forma que o exame original, permitindo que o candidato treine noções importantes, as quais o ajudarão a ter um melhor desempenho durante a realização da prova. Por isso, é muito interessante integrá-lo ao cronograma de estudos e realizá-lo de forma cronometrada, criando um cenário realista.

Mas você já sabe qual é a importância de realizar o simulado? Conheça alguns motivos que vão convencê-lo!

Auxílio no direcionamento dos estudos

Você já tem um cronograma de estudos e cumpre com os horários dedicados a cada matéria? Excelente! Mas, já parou para pensar que todos nós temos facilidades em alguns assuntos e resistência a outros? Nada mais normal, já que a tendência é que o interesse seja maior quando nos identificamos ou gostamos da informação estudada.

Utilizar o material de estudo e fazer as atividades propostas é parte fundamental da sua preparação para o Enem, mas frente a um exame como esse, é também necessário traçar estratégias que direcionam o entendimento completo de cada matéria. Por isso os simulados são ferramentas tão importantes: a partir dos seus erros e acertos, fica mais fácil perceber quais pontos é necessário focar durante os estudos.

Se notou que, ao fazer simulado do Enem online, teve acertou muitas questões em história e português, mas sentiu dificuldades em executar as de matemática e física, por exemplo, essa é uma oportunidade para reajustar o seu cronograma em ordem de prioridade. Assim, você treina mais aquilo que deve ser aperfeiçoado e absorve de fato o conteúdo.

Controle tempo gasto com cada questão

Ao estudar para o Enem, temos maior liberdade para fazer ajustes em nosso cronograma, como falamos. Contudo, na hora da prova, o tempo é bem delimitado. Tendo como base o exame de 2019, os candidatos contaram com 5 horas e 30 minutos no primeiro dia para resolver 45 questões de linguagens e códigos e outras 45 de ciências humanas.

Já no segundo dia, foram 5 horas dedicadas as 45 perguntas de matemática e 45 de ciências da natureza. Sendo assim, saber fazer uma boa gestão de tempo é, sem dúvidas, fundamental. Os simulados entram mais uma vez como grandes aliados aqui, pois, a medida em que o aluno se familiariza com eles, adquire uma noção precisa de quantos minutos gasta para resolver cada questão e, a depender do caso, consegue trabalhar para reduzir essa média.

Preparação física e mental

Por conta da extensa preparação e pela duração total do exame, o Enem é encarado por muitos como uma verdadeira prova de resistência. Isso não é por menos, afinal, além de conseguir gerir bem o tempo para resolver todas as questões, sem falar na redação, em que o candidato precisa se livrar de nervosismos, ansiedade, medo e pressões para conseguir atingir o objetivo proposto.

Treinar por meio de exercícios ajuda bastante nessa questão. O próprio termo “simulado” já nos dá uma ideia clara de seu propósito: por meio dele, o candidato pode (e deve) imaginar que está fazendo de fato o Enem, ou seja, é uma simulação do que pode acontecer no dia da prova.

Vale sempre lembrar que os bons hábitos de saúde, como alimentação equilibrada, noites bem-dormidas e prática de exercícios físicos, devem ser aplicados no dia a dia junto ao simulado prova do Enem. Essa dupla estratégica contribui com a preparação física, —afinal, são muitas horas para ficar sentado e sob tensão —, e mental, já que tendo uma noção realista de tempo e pontos fortes e fracos, fecham-se as portas para a ansiedade.

Noção mais realista da prova

Quando você pratica com o simulado Enem, conhece mais o estilo da prova e suas particularidades. Esse é mais um fator que ajuda a diminuir o nervosismo e o estresse que afetam a muitos. O medo do desconhecido desencadeia naturalmente no cérebro humano reações como essas. Por outro lado, sabendo como exame funciona, o candidato não pisará em território desconhecido, mas, sim, em um ambiente familiar.

Essa noção mais realista da prova é extremamente benéfica em vários sentidos. Você conseguirá, por meio dos simulados:

  • se adaptar ao que o Enem exige;
  • aprender a ficar de olho e identificar prontamente as famosas “pegadinhas” — questões que acabam pegando muitos pelo enunciado ou por respostas de sentido ambíguo;
  • melhorar a sua capacidade de interpretação de texto;
  • ganhar em agilidade na resolução das perguntas etc.

Tudo isso ao mesmo tempo em que absorve melhor a informação e evita que elas caiam na curva do esquecimento, já que o cérebro tende a descartar com o tempo informações que não são colocadas em uso com frequência. Assim, no dia oficial do exame, você já saberá exatamente o que o espera e tem tudo para dominar o formato da prova.

Como foi possível perceber, integrar o simulado Enem em sua rotina de estudos é uma estratégia eficaz e que certamente potencializará seus rendimentos no exame. Aquele velho ditado que diz “é errando que se aprende” faz todo o sentido aqui, não é mesmo? Saber em quais pontos focar, estar preparado para as exigências da prova, enfim, tudo isso prepara você para o vestibular, aproximando-o ainda mais de uma boa nota e, consequentemente, do ingresso na faculdade!

Gostou das dicas, mas ainda está em dúvida se investe ou não em um curso preparatório para o Enem? Em nosso próximo conteúdo, auxiliaremos você a tomar a decisão mais acertada. Acesse o link acima e confira!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: