Confira as principais profissões para pessoas criativas

profissoesmaiscriativas

Ser criativo é um dom que nem todo mundo tem. Logo, se você domina o talento de imaginar e criar soluções incríveis, deve saber como aproveitá-lo. É possível fazer isso na hora de escolher sua carreira, afinal, a criatividade é uma qualidade exigida em algumas profissões e pode ser o diferencial para um futuro de sucesso.

Quer ajuda para tomar essa importante decisão? Confira abaixo uma lista com algumas das principais profissões criativas, veja com qual você mais se identifica e faça a escolha certa!

Redator, roteirista ou escritor

Se você é uma pessoa criativa e gosta de escrever, certamente vai se identificar muito com alguma dessas profissões. A função de redator tem espaço em diferentes áreas, como Publicidade, Marketing e Jornalismo, sendo que as duas primeiras exigem mais da veia criativa do profissional.

O roteirista também transita por essas áreas, criando e adaptando roteiros para rádio, televisão ou cinema. Já na carreira de escritor, o gênero ficção é o que mais tem a ver com quem gosta de trabalhar com a imaginação, já que aborda temas relacionados ao futuro, ciência e tecnologia.

Dentre os possíveis cursos para pessoas criativas que se identificam com essas carreiras, podemos citar Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Rádio e TV, Cinema e Letras.

Média salarial de redator: R$ 2.564,00.

Arquiteto, designer de interiores ou paisagista

Essas três profissões criativas são muito ligadas e envolvem à criação de projetos — arquitetônicos, de interiores ou paisagísticos. Se você tiver interesse por alguma delas, além da criatividade, precisará ter uma boa habilidade para o desenho.

Isso porque as representações (em perspectivas, cortes, maquetes eletrônicas etc.) serão fundamentais para estudar soluções e apresentá-las aos clientes. Com base nesses recursos, é possível demonstrar desde a estética de um jardim até a composição detalhada de um ambiente.

Também é importante gostar de realizar cálculos matemáticos, visto que eles serão necessários na elaboração dos projetos — sobretudo nos de instalações e de estruturas. Os cursos de Arquitetura e Design de Interiores são os mais indicados para ingressar nessas carreiras.

Média salarial do arquiteto: R$ 6.317,82.

Designer de web e games

Criar sites, aplicativos para celular ou até games requer bastante imaginação. E se você é do tipo que curte tecnologia, essas profissões são a sua cara. A profissão de designer, na verdade, é bem abrangente, permitindo atuação na área de produtos, nas indústrias gráfica e automotiva, entre outras.

A área de tecnologia, no entanto, é a que se mostra mais promissora atualmente. O profissional do Design de Games, por exemplo, participa tanto do processo de concepção de cenários e de personagens quanto da etapa de modelagem 3D e estudo de roteiro.

Ciências da Computação, Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologia da Informação são as opções de graduação mais indicadas para quem deseja trabalhar com todo esse universo.

Média salarial do web designer: R$ 2.404,00.

Produtor ou editor de audiovisual

A criatividade também faz parte da rotina dos profissionais que trabalham com produção e edição de audiovisual. É uma carreira com bastante demanda para atuar no cinema, na televisão e na internet, desenvolvendo filmes, documentários, vídeos jornalísticos, peças publicitárias e afins.

O profissional também pode atuar com figurino, iluminação, sonorização e fazer captação de recursos em diferentes espaços, como empresas de eventos, cinematecas, museus e provedores de conteúdo digital. Conhecimentos em softwares de edição, manipulação e finalização de vídeo são essenciais.

O curso de graduação de Audiovisual é a porta de entrada para a área. Entre as habilidades desejáveis a qualquer estudante, podemos destacar agilidade, pontualidade, organização e boa comunicação.

Média salarial do editor audiovisual: R$ 2.125,00.

Artista plástico

Sua veia artística pulsa tão alto quanto sua veia criativa? Se a resposta for sim, possivelmente você vai se identificar com a profissão de artista plástico, ainda mais se levar jeito para trabalhos manuais como desenhos, esculturas, pinturas ou gravuras.

A carreira também dá a possibilidade de trabalhar com animação digital, caso você tenha um perfil mais ligado à tecnologia. Para isso, é importante ser curioso e buscar o domínio de ferramentas de computação gráfica que permitam a criação de obras no ambiente virtual.

O curso superior de Artes Plásticas é o mais indicado se essa for a sua praia. Após a formação, vale a pena fazer especializações que complementem as habilidades adquiridas ao longo da faculdade.

Média salarial do artista plástico: R$ 2.218,04.

Estilista

Criar modelos de roupas e acessórios a cada estação exige do estilista um constante exercício de imaginação, o que coloca o seu trabalho na lista das profissões criativas. É uma carreira que demanda atenção às principais tendências, capacidade de desenvolver conceitos e rápida adaptabilidade.

Além de desenhar itens de vestimenta, o profissional pode atuar na produção de figurinos para filmes, novelas e peças de teatro, função que também demanda muita criatividade.

O cuidado com o perfil do público atendido é fundamental, por isso, o estilista também precisa ser um ótimo observador e estudar as características de cada coleção. Para entrar nesse mercado, o curso superior de Moda é o melhor caminho.

Média salarial do estilista: R$ 3.220,52.

Designer gráfico

O profissional dessa área desenvolve toda a parte visual de livros, jornais, revistas e anúncios de produtos ou serviços. Para isso, faz uso de símbolos e elementos textuais de forma harmônica, com o objetivo de tornar os logotipos atrativos ao público-alvo.

Cada detalhe (cor, forma, estilo etc.) importa no trabalho do designer gráfico, portanto, é preciso muito estudo e talento combinados. Os materiais criados podem ser destinados a um espaço físico, como um outdoor, ou ao ambiente virtual, como uma página de site.

A criatividade faz toda a diferença para uma carreira de sucesso na área, já que proporciona sacadas e ideias que muitas pessoas jamais teriam. A formação mais indicada é no curso de mesmo nome: Design Gráfico.

Média salarial do designer gráfico: R$ 2.005,00.

Planejador de eventos

Também chamado de organizador de eventos, esse profissional participa de várias etapas da produção de uma atividade — cultural, esportiva, corporativa, recreativa, científica, entre outras temáticas. Isso significa que pode planejar desde pequenas festas de aniversário até grandes conferências internacionais.

O envolvimento em inúmeros processos exige jogo de cintura e pensamento rápido para encontrar as melhores soluções. O planejador de eventos também precisa se comunicativo e saber lidar com perfis distintos, a fim de tornar a experiência positiva para o máximo de pessoas.

Acompanhar o final das atividades e fazer pesquisas de satisfação são outras funções constantes nessa carreira. Para se profissionalizar, as graduações recomendadas incluem Produção Cultural, Produção Cênica e Relações Públicas.

Média salarial para o planejador de eventos: R$ 2.004,00.

Publicitário

Essa opção também merece aparecer entre as profissões criativas por aliar conhecimentos de Comunicação e Marketing. Isso significa que o trabalho do publicitário pode envolver desde a definição de um logotipo empresarial até a definição de um comercial para televisão.

Como ocorre em muitas carreiras que demandam criatividade, a rotina de trabalho tende a ser bastante intensa e repleta de processos. Em um único dia, o profissional da área pode realizar campanhas publicitárias, definir detalhes de uma embalagem e até elaborar estratégias de venda.

Em um trabalho conjunto, por exemplo, a atuação costuma passar pelas equipes de atendimento, mídia, criação e planejamento. Publicidade e Propaganda é a opção de graduação para quem deseja seguir esse caminho.

Média salarial para um assistente de publicidade: R$ 2.012,00.

Especialista em design thinking e UX Designer

O diferencial dessa carreira está no fato de aplicar os princípios do design no mundo corporativo. O objetivo é aproveitar a criatividade dessa área para elaborar estratégias de negócios em empresas ou indústrias, de modo a permitir que as organizações inovem cada vez mais.

O desafio do especialista em Design Thinking é, portanto, mudar a forma como gestores e colaboradores enxergam as atividades empresariais. Nesse processo, o profissional pode ajudar as equipes de líderes e funcionários a valorizar características como a empatia e o engajamento.

A formação ocorre por meio de pós-graduação, geralmente oferecida por escolas e faculdades específicas. Assim, pessoas graduadas em qualquer área do conhecimento podem investir na especialização em Design Thinking.

Outra carreira relacionada e que está em alta é a de UX Designer (User Experience Design ou Design de Experiência do Usuário). Quem trabalha nessa área fica responsável por cuidar da usabilidade de um produto ou serviço com o público ao qual se destina.

Esse produto ou serviço pode ser um aplicativo, máquina, site, ponto de venda, dispositivo móvel ou qualquer outra plataforma de interação. O principal objetivo do profissional ao trabalhar com esses recursos é atingir o usuário de forma positiva, oferecendo a melhor experiência possível.

Média salarial do especialista em UX Designer: R$ 5.999,00.

Desenvolvedor mobile

O profissional da área desenvolve softwares e outros recursos para dispositivos móveis, conforme as necessidades do cliente ou da empresa que contratou seus serviços. Esse trabalho pode incluir tanto sistemas extranet e intranet quanto aplicativos.

O estudante interessado precisa ter habilidades que permitam compreender e manipular uma série de ferramentas. Entre as características mais desejadas para o perfil, podemos destacar raciocínio lógico, boa comunicação, proatividade, comprometimento com prazos e capacidade analítica.

Quem pretende seguir carreira na área pode fazer faculdade em Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Matemática ou áreas correlatas. Noções de SEO e Google Analytics também são diferenciais para ter sucesso na formação.

Média salarial para o desenvolvedor mobile: R$ 3.474,00.

Youtuber

Quem não conhece ou admira pelo menos um influenciador digital? Gravar vídeos e publicá-los na internet deixou de ser apenas uma forma de lazer. Hoje, é cada vez mais comum encontrar pessoas vivendo com a renda obtida por meio de diferentes plataformas.

Apesar de parecer tranquila, a rotina de um Youtuber também exige planejamento e o cumprimento de prazos. Afinal, os resultados financeiros dependem da boa aceitação dos conteúdos por parte do público.

Isso significa que é preciso ser criativo para abordar diferentes temas e trazer novidades que atraiam o interesse dos seguidores. Quanto maior a quantidade de visualizações e o engajamento em relação ao perfil, maiores as chances de alcançar o sucesso.

Não é preciso ter uma formação específica para investir nessa profissão. Apesar disso, é essencial que o interessado tenha uma boa dicção e saiba se expressar, além de respeitar diferentes opiniões e apresentar noções de edição de vídeo.

Média salarial para o cargo: varia muito.

Como deu para perceber, é bem vasta a lista de carreiras que valorizam a imaginação e a capacidade de inovar. Portanto, caso você tenha se identificado com alguma dessas profissões criativas, pode se jogar de cabeça para tirar proveito máximo de seus talentos e habilidades!

O próximo passo é selecionar a faculdade e se preparar para o vestibular. Se você ainda precisa de ajuda para escolher o curso certo, veja algumas dicas que podem auxiliar nessa decisão importante!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 13

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: