Sistema circulatório: o que saber sobre ele para o Enem?

sistema circulatório

O corpo humano é formado pelo conjunto de tecidos que contêm milhões de células cada. Por essa razão, o transporte de substâncias entre áreas distantes depende de um conjunto de canais específicos — o sistema circulatório — dentro do qual fluem a linfa e o sangue.

A circulação sanguínea permite a distribuição e o transporte de hormônios, gás oxigênio e nutrientes para os órgãos e as células. Além disso, o sangue conduz resíduos do metabolismo para serem eliminados do corpo. Por ser uma das principais matérias do Enem, é importante conhecer a fundo esse tópico para se dar bem na prova de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias.

Neste post, vamos mostrar o que é, como funciona e como é cobrado o sistema circulatório no vestibular e no Enem. Confira!

O que é o sistema circulatório?

O sistema circulatório é um dos principais assuntos abordados na prova de Biologia no Enem e, portanto, é essencial conhecer desde os seus conceitos até as doenças que o atingem. Ele é o responsável por transportar o oxigênio e os nutrientes para as várias partes do corpo. É formado pelos vasos sanguíneos (capilares, artérias e veias) e pelo coração. Este último é composto por quatro cavidades: dois ventrículos e dois átrios.

Entre o ventrículo direito e o átrio direito, está presente uma válvula conhecida como tricúspide, sendo uma ponte entre as duas cavidades. Do lado esquerdo, a ligação é realizada pela válvula mitral.

Na estrutura do coração, é fundamental destacar o músculo miocárdio, que é responsável pelo batimento involuntário e pelas contrações vigorosas desse órgão. O processo de batimento cardíaco é dividido em diástole, quando há o relaxamento das câmeras, e sístole, quando existe a contração muscular.

Estão presentes dois tipos de circulação que ocorrem no corpo: grande circulação (ou sistêmica) e pequena circulação (ou pulmonar).

Grande circulação

Nesse tipo, o sangue com oxigênio que está no ventrículo esquerdo sai pela artéria aorta e se espalha por todo o organismo por meio de artérias de menor calibre, conhecidas como capilares e arteríolas. Após as trocas gasosas, o sangue volta ao coração rico em gás carbônico no átrio direito.

Pequena circulação

Essa circulação consiste no caminho que o sangue percorre do coração aos pulmões. A troca acontece assim: o coração manda para o pulmão o sangue pobre em oxigênio, que o devolve oxigenado. O sangue com gás carbônico vai para o ventrículo direito e as artérias pulmonares o bombeiam. Elas se ramificam em artérias de menor calibre nos pulmões esquerdo e direito.

Essa troca só acontece devido ao processo de hematose, em que o sangue que está nas veias capilares perde o gás carbônico e ganha o oxigênio dos alvéolos pulmonares. Quando o sangue é bombeado para o coração novamente, vai para o átrio esquerdo, repetindo o processo.

Quais são os componentes do sistema circulatório?

O sistema circulatório é composto pelo coração e de uma grande rede de vasos sanguíneos.

Coração

O coração de uma pessoa tem o tamanho aproximado de sua mão fechada. Ele está localizado entre os pulmões, no tórax, e é um órgão muscular, responsável por bombear o sangue.

O coração é constituído pelas seguintes camadas:

  • pericárdio: membrana que reveste a parte externa do coração, facilitando o seu movimento ininterrupto;
  • endocárdio: película que envolve a superfície interna das cavidades cardíacas;
  • miocárdio: músculo responsável pela contração do coração.

Sangue

Trata-se de um líquido amarelo feito de células, proteínas, sais minerais e água. Os leucócitos e as hemácias são as células sanguíneas, enquanto as plaquetas são os fragmentos celulares.

A corrente sanguínea é responsável pelo transporte de nutrientes e oxigênio para todas as células do corpo. Durante o processo, o sangue limpa os tecidos e conduz hormônios pelo organismo.

Vasos sanguíneos

São canais espalhados pelo corpo em que o sangue circula, sendo compostos por tecido muscular liso. O sangue é transportado do coração para os tecidos e órgãos por meio das artérias e retorna pelas veias. Os capilares conectam as extremidades das artérias às extremidades das veias.

Quais são as principais doenças do sistema circulatório?

Muitas questões que envolvem o sistema circulatório no Enem são cobradas relacionando o tema com doenças. Quando há algo errado no funcionamento desse complexo, os demais órgãos podem ficar comprometidos, gerando muitas complicações.

banner de preparação para o enem 2021
Plano de Estudos para Medicina

Veja, a seguir, alguns exemplos de doenças que podem ser abordadas na prova.

Hipertensão arterial

A hipertensão é o aumento incomum da pressão que o sangue realiza ao se difundir pelas artérias do organismo. Para chegar a cada parte do corpo, o sangue bombeado faz uma força natural contra a parede interna das artérias. Por sua vez, os vasos oferecem certa resistência a essa passagem.

Uma pessoa é hipertensa quando a pressão fica igual ou maior a 140 por 90. Acima disso, aumenta-se o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e renais.

AVC

O AVC, ou acidente vascular cerebral, ocorre quando o suprimento de sangue que vai para o cérebro (grande circulação) é drasticamente reduzido ou interrompido, privando as células de nutrientes e oxigênio. Outra causa é quando uma artéria ou um vaso sanguíneo se rompe, provocando o vazamento de sangue na região e interrompendo o fluxo sanguíneo.

Os principais sintomas da doença incluem perda de visão, dificuldade para falar, fraqueza de um lado do corpo e distúrbio sensitivo.

Varizes

Esse problema é bastante comum e acomete mais as mulheres, sendo caracterizado pela dilatação das veias, principalmente dos pés e das pernas. O sangue desce muito facilmente do coração até os membros inferiores, mas precisa desenvolver um esforço grande para retornar ao órgão.

O retorno venoso é executado pelas veias por meio das válvulas venosas que direcionam o sangue para cima. Em uma pessoa sem a condição, a válvula se abre para que o líquido passe e se fecha para evitar que o sangue retorne.

Devido a fatores hereditários ou à idade, as veias podem perder a elasticidade e as válvulas não se fecham mais de modo eficiente. Isso leva à formação das varizes, cujos principais sintomas são coceiras, cãibras e inchaço.

Como funciona o sistema circulatório de vertebrados e invertebrados?

Nos animais, existem dois tipos de sistema circulatório: aberto e fechado. O primeiro é característico de animais invertebrados, como crustáceos, insetos e a maioria dos moluscos. Neles, o fluido é bombeado de um ou mais corações para o interior das cavidades corporais que banham os órgãos.

Como existe a mistura entre líquido extracelular e fluido sanguíneo, o sangue recebe o nome de hemolinfa. O movimento do corpo faz com que esse líquido se mova em todas as direções, nutrindo os tecidos. Aberturas cardíacas chamadas óstios permitem o retorno da hemolinfa para o coração, que bate de modo sincronizado e rítmico.

A lentidão do transporte é um elemento limitante ao tamanho dos animais. Ademais, por ser um sistema aberto, a pressão é pequena, suficiente somente para a hemolinfa alcançar curtas distâncias.

Já o sistema circulatório fechado é característico dos anelídeos, alguns moluscos ágeis e dos vertebrados. A novidade evolutiva aqui é que o sangue se move dentro de vasos. Nesse caso, o fluxo ocorre com maior velocidade e pressão, de modo unidirecional cíclico.

Entender como funciona esse sistema em diferentes organismos é importante para se dar bem no Enem. Para isso, é fundamental compreender o que é a pequena e grande circulação, as funções dos componentes circulatórios, as doenças que podem atingi-lo e quais são as principais diferenças entre sistema aberto e fechado.

Em uma questão do Enem de 2013, foi abordada a relação entre circulação sanguínea e válvulas venosas, aquelas presentes nas veias que são responsáveis de impedir o retorno do sangue venoso para o sentido contrário do fluxo.

Para entender essa matéria, é muito importante dedicar um tempo a ela. Algumas dicas de como estudar em casa incluem fazer resumos e provas anteriores do Enem, escolher um local tranquilo, fazer exercícios e assistir a aulas.

Outra opção é acessar o Trilha do Enem, uma ferramenta que identifica as suas dificuldades e entrega os materiais necessários para que você melhore a sua performance no Exame. Além disso, alunos inscritos na plataforma têm acesso a videoaulas ao vivo, ministradas por professores capacitados.

Agora que você já sabe e entende melhor sobre o sistema circulatório, lembre-se de estudar a matéria e colocar em prática aquilo que aprendeu. Assim, faça muitos exercícios, leia o conteúdo e mantenha-se atualizado sobre o tema.

Gostou deste post e quer saber como guiar sua programação diária de estudos? Então, baixe gratuitamente a nossa planilha que o ajudará a organizar os estudos para o Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada
preparação para medicina

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.