Qual profissão seguir? 5 dicas práticas para acertar na escolha

qualprofissaoseguir5dicaspraticasparaacertarnaescolha

Definir qual profissão seguir é algo que requer bastante cuidado e planejamento. Sobretudo quando essa decisão é tomada em uma idade na qual a maturidade e o discernimento ainda não estão completamente formados.

Afinal, já nos últimos anos do ensino médio, somos direcionados a fazer uma escolha que mudará o rumo de nossas vidas no âmbito pessoal e profissional. Sendo assim, estar munido de informações é a melhor forma de não ter surpresas negativas com o curso quando entrar na faculdade.

Vários aspectos entram em jogo ao saber qual profissão seguir. O recomendado é que haja um equilíbrio entre a maioria deles. Foi pensando nisso que, neste post, trouxemos um passo a passo para ajudá-lo a acertar na escolha da carreira. Vamos conferir?

Identifique suas habilidades

Como saber qual profissão seguir? O primeiro passo começa com um verdadeiro exercício de autoconhecimento. Afinal, como dissemos, são vários os fatores a serem considerados para tomar uma decisão acertada.

Ao pensar somente em aspectos isolados — como remunerações mais altas ou tendências de mercado — você pode acabar deixando de lado algo que conta bastante nesse contexto: a realização profissional.

Dessa forma, pense também naquilo que você gosta ou em que posição você se enxerga. Muitas vezes, aquele hobby pode acabar se tornando a sua futura fonte de renda — e aperfeiçoar seus conhecimentos com a graduação o deixará preparado para atuar na área com excelência.

Identifique, também, as suas habilidades e pontos mais fortes. Para ajudá-lo nesse sentido, os testes vocacionais são ferramentas aliadas!

Informe-se sobre as profissões

Não é incomum ver pessoas que começam determinado curso e, com o passar do tempo, percebem que não é bem aquilo que elas querem para a carreira. Muitas, inclusive, acabam desistindo dos estudos ou trocando de graduação.

Abandonar os estudos não é uma escolha vantajosa, pois não é segredo algum que o mercado anda muito exigente e competitivo, e isso reduziria suas chances de sucesso drasticamente.

Já mudar de formação é algo que pode acontecer com todos — especialmente quando não se está satisfeito com o que estuda. No entanto, ao se informar sobre as possibilidades antes de começar é uma maneira de evitar todo esse processo.

Pense que toda a pesquisa feita para escolher qual profissão seguir o livrará de possíveis arrependimentos, inclusive, o de investir tempo e recursos naquilo que você não gosta.

Sendo assim, procure se informar de todas as maneiras possíveis. Além de buscas na internet, vale a pena participar de feiras de profissões e conversar com pessoas que já estão na área de atuação do seu interesse para ter uma noção clara de como será o cotidiano de trabalho.

Leve em conta o mercado de trabalho

Lembra que comentamos o quão importante é avaliar um conjunto de aspectos ao escolher qual profissão seguir? Pois é: pensar nas perspectivas do mercado também é algo a ser considerado para acertar na decisão.

Com as constantes transformações trazidas pela tecnologia aos ambientes de trabalho, foi possível otimizar processos e até mesmo automatizar alguns, fazendo com que certas profissões se tornassem obsoletas, ao mesmo passo que outras virassem tendência.

No entanto, não interprete errado o que estamos falando: é fato que existem carreiras em alta — e pode ser que uma delas seja de seu interesse, por exemplo — mas independentemente disso, é importante verificar as possibilidades que o mercado traz para a área desejada. Aqui, a informação entra mais uma vez como sua grande amiga. Busque na internet tudo o que puder sobre a profissão, como:

  • chances de empregabilidade;
  • média salarial;
  • o que os empregadores procuram;
  • se há demanda em sua cidade ou região etc.

Conheça as opções de faculdades

Bom, você já pesquisou sobre a profissão de interesse, verificou se ela está alinhada aos seus gostos e objetivos e tem uma noção de como anda o mercado para a área. Excelente!

Agora, é preciso avaliar, também, as opções de faculdades disponíveis. Afinal, ingressar no ensino superior é um investimento que, muitas vezes, começa até mesmo na preparação para o vestibular, com a escolha de um curso preparatório etc.

Sendo assim, é importante ter a certeza de que a formação escolhida será cursada em uma boa instituição — que oferte graduações de qualidade, que cumpram com os critérios ditados pelo Ministério da Educação (MEC) e ministradas por um corpo docente especializado.

Outro aspecto relevante que diz respeito à faculdade é analisar se ela está, de fato, preocupada em impulsionar a carreira do estudante, focando em sua experiência.

Avalie os diferenciais da instituição de ensino, como infraestrutura, possibilidades de cursar a graduação desejada na modalidade que mais se encaixa em sua rotina (presencial, EAD ou semipresencial), parcerias com empresas de renome no mercado — o que potencializa suas chances de já concluir a formação com um emprego. Nada mal, não é?

Evite a ansiedade ao escolher qual profissão seguir

Uma dica que não poderia ficar de fora desta lista é ter bastaste calma e paciência. É claro que a pressão de escolher qual profissão seguir é forte e já começa quando somos jovens. Ouvir conselhos de outras pessoas, como amigos e familiares, é muito bom.

No entanto, não deixe que isso se sobressaia à decisão tomada por você, uma vez que é o seu futuro que está em jogo. Por isso, considere acima de tudo a sua opinião e as pesquisas que fez sobre a carreira. E evite a ansiedade e faça tudo com calma, portanto, nada de deixar a escolha para o dia em que for fazer a inscrição no vestibular, certo?

Com as informações do post, tenha a certeza de que o caminho para decidir qual profissão seguir se tornará mais fácil! Obter realização profissional e gostar do que faz são aspectos essenciais para crescer na carreira portanto, busque alinhar seus gostos e objetivos às perspectivas do mercado, sem deixar de atentar às previsões de profissões do futuro.

Por fim, vale destacar que, com a escolha do curso, vem também a escolha da faculdade — que deve ser de credibilidade, focar no sucesso do aluno, prepará-lo para lidar com as principais demandas das empresas e potencializar oportunidades.

Se você gostou das dicas, aproveite que está aqui e complemente a leitura com nosso artigo “Como escolher um curso de graduação? Confira as principais áreas!“.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: