Inscrição para o vestibular: tudo que você precisa saber

estudante fazendo inscrição para o vestibular

Cada vez mais, aumenta a quantidade de jovens na faculdade. Isso está acontecendo em função da necessidade de se profissionalizar para ocupar um espaço no mercado de trabalho. Sendo assim, você precisa ter atenção com o prazo de inscrição do vestibular e seus detalhes para garantir seu futuro.

Afinal, esse é o primeiro passo para realizar os seus objetivos, então, é importante se planejar corretamente para optar pelo melhor curso, por uma boa instituição e pelo tipo de prova que está mais de acordo com aquilo que você precisa.

Sabemos que, nesse momento, é natural que as dúvidas surjam aos milhões. Por isso preparamos este artigo com o intuito de criar um guia para que você conheça o passo a passo para fazer a sua inscrição no vestibular. Os tópicos que você vai conferir aqui são:

  • Planejando a inscrição para o vestibular;
  • Entendendo como funciona a inscrição para o vestibular;
  • Entendendo os tipos de prova disponíveis;
  • Descobrindo o que fazer depois de se inscrever no vestibular.

Continue conosco e veja como começar a construir a sua carreira do jeito certo! Boa leitura!

Planejando a inscrição para o vestibular

Considere que fazer a inscrição no vestibular é um passo muito importante em sua vida. Cursar uma graduação faz com que você seja um profissional em uma determinada área, apto para aproveitar as oportunidades do mercado de trabalho.

Esse título ficará impresso em seu currículo, portanto, é fundamental que você escolha uma boa faculdade e faça um curso que abra portas para construir uma carreira de sucesso. Porém, não é somente isso, pois você deve considerar suas preferências e necessidades também.

Sendo assim, na hora de fazer a sua inscrição é preciso se planejar escolhendo a instituição, o curso, o tipo de prova que você vai realizar, o período que será melhor para prestar o vestibular, além de fazer um planejamento financeiro para saber se você precisa de uma bolsa de estudos ou de um financiamento estudantil.

Pode parecer complicado, mas, na verdade, não é. O que você precisa é começar a se organizar antes da data prevista para o processo seletivo. Dessa forma, nada ficará para trás, não haverá correria e você poderá dar atenção a cada detalhe.

A seguir, deixamos alguns aspectos importantes para quando você estiver planejando a sua inscrição no vestibular, a fim de que tudo saia conforme você deseja.

Mapeie as instituições de interesse

Essa é uma das ações mais importantes durante a sua fase de planejamento, porque você precisa definir qual é a instituição de ensino que oferece melhores vantagens e benefícios. Nesse caso, considere:

  • os cursos disponíveis;
  • a nota dos cursos e da instituição no MEC;
  • a localização das unidades;
  • as modalidades de ensino oferecidas;
  • o valor das mensalidades;
  • os descontos e as facilidades de pagamento;
  • a grade curricular;
  • o corpo docente;
  • a estrutura da faculdade, entre outros detalhes.

Faça uma pesquisa sobre as instituições que despertam o seu interesse para estudar cada uma delas e definir qual será a melhor em seu caso. Contudo, na hora de fazer essa análise, lembre-se de não considerar apenas a marca ou o nome da faculdade, mas manter o foco na qualidade do ensino e no reconhecimento dele no mercado de trabalho.

Leia os editais

O edital é um documento muito importante, pois ali estão definidas todas as regras para você fazer a sua inscrição no vestibular, bem como para prestar o processo seletivo. Sendo assim, não deixe de conferir todos os itens que constam nele.

Lembre-se, também, de que as informações variam de uma faculdade para a outra, assim como entre as edições dos vestibulares. Então, procure pelo edital correto e confira as regras definidas por cada uma das instituições de ensino.

Afinal, você pode prestar mais de um vestibular, seja para o mesmo curso ou para opções diferentes. Entretanto, esteja bem atento ao que está estabelecido em cada um desses editais para não fazer confusões, nem perder prazos.

Atente aos prazos

Embora o processo seletivo das faculdades costume acontecer dentro de um mesmo período, as datas para início e término das inscrições podem variar bastante. Sendo assim, esteja atento aos prazos para não perder nenhum deles.

Tenha o cuidado de verificar constantemente fontes oficiais, porque pode haver mudanças nesses prazos. Então, para não perder a sua chance de se inscrever, é preciso ficar de olho nessas informações.

O mesmo acontece com as datas previstas para a aplicação das provas, pois isso também é passível de alteração. Não se esqueça de considerar seus próprios compromissos para não acontecer de ter algo a mais agendado justamente naquele dia. Em resumo, procure se organizar corretamente.

Entendendo como funciona a inscrição para o vestibular

Agora que você já se organizou, já definiu em qual instituição de ensino deseja estudar e conferiu todos os editais, chegou a hora de entender como funciona, de fato, a inscrição do vestibular. Essas informações constam no edital, mas nada melhor do que compreender como isso acontece na prática, não é mesmo? Então, veja a seguir!

Saiba quais são os critérios para se inscrever

Uma das grandes vantagens dos processos seletivos para o ensino superior é o fato de que não existem grandes restrições para participar. Praticamente qualquer pessoa está apta a fazer a sua inscrição no vestibular.

É necessário apenas que o candidato esteja com todos os seus documentos em dia, porque eles serão exigidos na hora de se inscrever. Não existe nenhum problema com os antecedentes criminais, com a renda familiar bruta, em ser estudante de escola pública ou particular, entre outros aspectos.

O único detalhe é o fato de que, para fazer a matrícula na faculdade, caso aprovado, é preciso que o candidato já tenha concluído o ensino médio. Porém, mesmo quem ainda está cursando o ensino básico pode fazer o vestibular, nesse caso, como treineiro.

Também não há problema algum você já ter um diploma de ensino superior. É até bom, porque você pode encontrar mais vantagens para ingressar, como descontos e bolsas. Ainda, pode solicitar o aproveitamento de disciplinas.

Confira os documentos necessários

Para fazer a inscrição no vestibular são exigidos, basicamente, documentos de identificação do candidato, como o RG e o CPF. No ato da inscrição, também deverá informar dados pessoais como nome completo, endereço, telefone e outros.

As exigências maiores com referência à documentação são para aqueles que forem aprovados no processo seletivo e desejarem efetuar a sua matrícula. Nesse caso, a lista de documentos pode variar de instituição para instituição, mas costuma incluir:

  • documento de identificação;
  • certidão de nascimento ou casamento;
  • CPF;
  • comprovante de residência;
  • título de eleitor;
  • certificado do ensino médio; e outros.

Isso porque a inscrição é um processo um pouco mais simples do que a efetivação da matrícula. De toda forma, você precisará cadastrar os seus documentos, bem como se identificar no dia da realização da prova.

Escolha as opções de curso

As provas do vestibular não são iguais em todos os cursos, por isso, quando você for fazer a sua inscrição, não participará de um processo seletivo único. Ele é específico conforme a graduação que você deseja fazer.

Portanto, será necessário escolher o curso entre as opções disponíveis. Porém, isso não deve ser difícil, uma vez que, durante o seu planejamento, você já terá definido qual graduação cursar. Então, apenas precisará analisar quais são as matérias exigidas nesse caso e se dedicar de forma mais específica.

Você pode fazer o processo seletivo para mais de um curso superior, seja na mesma instituição de ensino ou em faculdades diferentes. Entretanto, lembre-se daquilo que falamos: tenha cuidado com os prazos e verifique se as provas não vão acontecer no mesmo dia, porque não é possível você estar em dois lugares ao mesmo tempo, certo?

Entendendo os tipos de prova disponíveis

Além de existirem diversas instituições de ensino superior e várias opções de cursos, você também encontrará diferentes tipos de provas do vestibular. A boa notícia é que pode escolher aquela que melhor atende as suas necessidades, ou que lhe parece mais vantajosa. Veja a seguir quais são essas provas.

Vestibular tradicional

O vestibular tradicional é aquela prova em que todos os candidatos fazem o processo seletivo no mesmo dia e em um lugar estabelecido pela instituição de ensino. Ou seja, os candidatos precisam se deslocar para fazer as avaliações presencialmente, que acontecem, todos os anos, em dois períodos do ano: no verão e no inverno.

Prova de verão

No caso do processo seletivo do verão, você faz a inscrição para o vestibular no final do ano. As provas costumam ser ministradas depois que termina o ano letivo de quem está no ensino médio, período que coincide com a entrada da estação mais quente do ano.

Geralmente, o vestibular de verão costuma ser um pouco mais concorrido, e isso se dá pelo fato de que diversos estudantes que saíram do ensino médio prestam essa prova. Sendo assim, a nota de corte dos cursos pode ser um pouco mais alta.

banner calculadora bolsa enem

Prova de inverno

Quem não pode fazer o vestibular de verão, não conseguiu a aprovação ou quis dar uma pausa depois de terminar o ensino médio, tem uma segunda chance de entrar na faculdade ainda no mesmo ano, pois pode fazer o vestibular de inverno. Nesse caso, o processo seletivo acontece por volta do mês de junho e os estudantes iniciam a graduação no segundo semestre.

A grande vantagem de prestar o vestibular de inverno é o fato de que ele costuma ter uma concorrência menor. Portanto, pode ser mais fácil para você ingressar no ensino superior. Isso acontece porque, como ocorre no meio do ano letivo, não abrange os estudantes que estão finalizando o ensino médio.

As notas de corte, bem como a disputa por um financiamento estudantil e bolsas de estudos, também costuma ser menor. Até mesmo quem vai para a lista de espera tem boas chances, uma vez que, nesse vestibular do meio do ano, muitos estudantes costumam prestar o processo seletivo apenas como treineiros, então, não ocupam as vagas.

Vestibular agendado

Sabia que você também pode escolher o dia em que vai fazer o processo seletivo da faculdade? Muitas instituições de ensino oferecem a modalidade do vestibular agendado, para proporcionar um pouco mais de flexibilidade para quem tem uma rotina corrida ou condições especiais.

No vestibular agendado, você faz a sua inscrição em uma unidade da instituição ou pelo site da faculdade. É possível escolher qual será o dia e o horário em que deseja fazer a avaliação; então, basta comparecer ao local e fazer o exame. Em alguns casos, a prova é digital e pode ou não ter uma redação.

Essa é uma boa alternativa, por exemplo, para quem trabalha e não pode comparecer no dia da prova tradicional. Também é ótimo para quem tem uma rotina mais instável e para aqueles que, porventura, não estarão presentes no local da prova no dia em que ela for ministrada.

Vestibular online

Além da facilidade de fazer o vestibular no dia em que for mais fácil para você, sabia que também dá para fazer a avaliação sem sair de casa? Isso graças à internet, que faz a conexão do candidato com a instituição de ensino pelo meio virtual.

Não são todas as faculdades que oferecem o vestibular online, mas aquelas que disponibilizam essa opção fornecem para o candidato uma senha e um login. Ele acessa o sistema e responde às questões dentro de um tempo preestabelecido. Se for aprovado, faz a sua matrícula normalmente, como os demais candidatos.

Cada instituição de ensino trabalha de uma forma com o vestibular online e estabelece a maneira como será a estrutura da prova, bem como as regras e prazos para sua realização e a divulgação dos resultados. Portanto, é preciso se informar na faculdade sobre isso.

Prova optativa

No que se refere às provas realizadas nos diferentes vestibulares, o candidato poderá encontrar questões de caráter variado também. No caso da prova optativa (também conhecida como de múltipla escolha), esse tipo de avaliação é aquele mais comum nos vestibulares, tanto de instituições particulares quanto públicas.

É composta por questões objetivas, ou seja, é proposto um enunciado e o candidato pode escolher entre quatro ou cinco opções aquela que acredita ser a correta. As respostas são marcadas em uma folha específica (cartão de respostas) e a correção da prova é feita de forma eletrônica, por isso, os resultados saem mais rápido.

Prova dissertativa

Alguns vestibulares podem ser compostos apenas por provas com questões objetivas, porém, existem aqueles que apresentam algumas de cunho dissertativo. Geralmente, elas acontecem na segunda fase do processo seletivo e, para realizá-las, é preciso ser aprovado na primeira etapa.

Nessas questões dissertativas, não existem alternativas. É proposto um enunciado e o candidato deve ler e interpretar para dar uma resposta livre. Além de testar os conhecimentos, esse tipo de questão avalia o modo como o candidato se expressa, além do seu domínio da dissertação e da norma culta da Língua Portuguesa.

Redação

Em algumas faculdades, ou dependendo do curso escolhido, você poderá realizar somente uma redação como forma de ingresso. Mas ela também pode ser uma das etapas do processo seletivo, sendo aplicada juntamente às questões objetivas e dissertativas.

O tema é pré-definido pela instituição de ensino, e o candidato precisa redigir um texto, geralmente dissertativo-argumentativo, com cerca de 30 linhas. Por isso, durante a sua preparação, é preciso estudar sobre gênero textual, norma culta da língua, regras ortográficas, coesão, coerência, entre outros.

Enem

Muitas faculdades particulares e públicas utilizam a nota do Enem como processo seletivo para os novos candidatos. Portanto, na hora em que for fazer a sua inscrição do vestibular, é preciso se informar se existe essa opção como alternativa, ou se é a única forma de ingressar naquela instituição.

Se você for utilizar a sua nota do Enem para entrar na faculdade, lembre-se de que deverá focar as provas desse processo seletivo. Então, é interessante que você estude pelo Trilha do Enem, um portal onde pode testar os seus conhecimentos, fazer simulados e receber um plano de estudos personalizado conforme as suas necessidades. Tudo isso de graça!

Segunda graduação

Aqueles que já têm uma graduação em seu currículo também podem fazer a matrícula no vestibular — com a grande vantagem de que podem desfrutar de algumas facilidades na hora de conquistar o seu segundo diploma.

Isso acontece porque é possível, por exemplo, aproveitar algumas matérias, conforme explicamos, e, dependendo do curso, já começar no segundo ou no terceiro semestre. Ainda que não seja possível para esse tipo de candidato participar do Prouni, existem outras opções para conseguir uma bolsa de estudos sem Enem.

Eles podem, por exemplo, recorrer aos programas de bolsas oferecidos pela própria instituição. Além disso, as faculdades trabalham com descontos atrativos para quem já tem uma graduação. Ainda, é possível recorrer aos financiamentos estudantis, sejam dos programas do Governo ou da própria faculdade particular.

Descobrindo o que fazer depois de se inscrever no vestibular

Viu só como fazer a inscrição no vestibular não é difícil? Escolhendo uma boa instituição de ensino, você receberá todo o suporte que precisa para cumprir as etapas com tranquilidade. Afinal, as melhores faculdades se preocupam em assessorar seus alunos do começo ao fim do seu processo de graduação.

Sem falar que, atualmente, o vestibular é uma avaliação muito mais flexível, uma vez que existe o intuito de facilitar o acesso ao ensino superior. Também em função da necessidade de atender públicos com perfis diferentes. Entretanto, isso não quer dizer que você não precisa se preocupar com a sua preparação.

Depois de fazer sua inscrição, é preciso começar a se preocupar com a prova do vestibular, para que no dia D esteja bem preparado em seus conhecimentos e em seu estado psicológico e físico. A seguir, listamos algumas dicas para que você consiga se preparar bem e conquistar a aprovação!

Confira os temas mais exigidos

Pesquise sobre quais são os temas mais exigidos e os que são recorrentes no vestibular do curso que você escolheu, especificamente daquela instituição de ensino. Desse modo, você poderá orientar melhor os seus estudos para se dedicar ao que realmente importa.

Teste os seus conhecimentos

Faça simulados, resolva questões de provas anteriores e adote outros recursos para testar seus conhecimentos. Isso é importante para que você saiba quais são as matérias em que ainda tem um pouco mais de dificuldade, pois são elas que exigirão mais dedicação.

Crie um cronograma de estudos

Não deixe para estudar na última hora. Procure se preparar meses antes do vestibular para que você possa conduzir seus estudos com tranquilidade. Crie um plano de estudos, respeitando o seu tempo disponível por dia e dividindo as matérias para se organizar.

Procure descansar

Você não precisa apenas estudar para passar no vestibular. Também deve manter sua mente e seu corpo em equilíbrio. Para isso, é fundamental respeitar os momentos de descanso. Durma bem e faça pausas semanais para ter um momento de lazer e distração, a fim de não se sobrecarregar.

Cuide da sua saúde

Procure se alimentar bem para ter um bom rendimento em seus estudos e evitar abalos na sua saúde. Isso deve acontecer durante toda a fase de preparação, mas, principalmente, quando as provas estiverem se aproximando. E não se esqueça de praticar exercícios físicos!

Leia as regras e detalhes com antecedência

Você se lembra de quando falamos sobre ler o edital? Pois bem, nele também está estabelecido aquilo que pode ou não ser levado para o dia da prova e qual documento você deve ter em mãos, entre outros detalhes. Confira tudo isso com antecedência para estar bem preparado no dia.

Tenha certeza do local e do horário da prova

Não importa se você vai fazer o vestibular tradicional, o agendado ou o online. Em todos esses casos é importante que você tenha certeza de onde a avaliação deverá ser realizada e qual é o horário estipulado para isso. Se ela for presencial, lembre-se de chegar com, pelo menos, meia hora de antecedência.

Acredite em você

Para finalizar, não se esqueça de que é importante cultivar bons pensamentos e acreditar em seu próprio potencial. Estamos fazendo esse alerta porque a ansiedade, as dúvidas e o estresse são comuns para quem vai prestar o vestibular. Não deixe que esses fatores negativos interfiram em seu desempenho. Acredite que você é capaz e dê o seu melhor!

Fazer a inscrição no vestibular é um processo simples, mas, se você tiver dúvidas, não se esqueça de que pode contar com o suporte das faculdades para esclarecê-las. O importante é que você se informe bem para não perder prazos, nem cometer erros. Isso te deixará mais tranquilo para realizar o processo seletivo com confiança.

Ainda não fez a sua inscrição para o vestibular? Então, não perca mais tempo. Inscreva-se e comece ainda hoje a trilhar o seu caminho de sucesso!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.