Lista de espera do Prouni: entenda como funciona!

jovem conferindo no celular a lista de espera do prouni

Para os estudantes com baixas condições socioeconômicas, o Prouni é aquela luz no fim do túnel que permite a realização da tão sonhada faculdade com menos custos. Não é à toa que as bolsas de estudo oferecidas pelo programa — integrais (100%) e parciais (50%) — são bastante concorridas.

A ótima notícia é que, mesmo que você não seja chamado nas chamadas regulares, ainda dá para ter mais algumas chances. Neste post, vamos explicar como funciona a lista de espera do Prouni e quais são os pré-requisitos para participar. Continue!

O que é a lista de espera do Prouni?

A lista de espera do Prouni é a última fase de preenchimento de vagas. Após as duas chamadas regulares, o programa começa a convocar os inscritos em espera, por ordem de desempenho no Enem, para receber as bolsas de desistentes ou de candidatos pré-selecionados com alguma inconsistência na documentação.

Existem duas listas de espera, uma para cada opção de curso. Você lembra que, no momento da inscrição no Prouni, precisou escolher duas opções de curso, instituição de ensino ou turno, por ordem de preferência, não é?

Pois então, quando acabam as chamadas regulares, você pode registrar seu interesse em participar da lista de espera para a sua primeira opção de curso caso se encaixe nestes pré-requisitos:

  • não ter sido pré-selecionado nas chamadas regulares para a primeira opção de curso — isto é, não é possível se inscrever caso você já tenha sido convocado, mas tenha perdido a bolsa por não ter apresentado a documentação no prazo ou outros motivos;
  • ter sido pré-selecionado para a segunda opção, mas o curso não tenha atingido o número de alunos para formação de turma.

Agora, para ficar na lista de espera da sua segunda opção de curso, os pré-requisitos são:

  • ter sido pré-selecionado para a primeira opção, mas o curso não tenha formado turma;
  • não ter sido pré-selecionado nas chamadas regulares e a primeira opção de curso não tenha mais bolsas disponíveis.

Como o Prouni preenche as vagas de bolsas?

Agora que você sabe como funciona a lista de espera do Prouni, vamos entender um pouco melhor sobre o preenchimento de vagas? Olha só!

Primeira chamada

Assim que acabam as inscrições, o programa classifica os candidatos de acordo com a nota do Enem, da maior para a menor. Depois, seleciona o número de candidatos correspondente à quantidade de bolsas disponíveis para aquela opção de curso.

Então, por exemplo, se o curso de Administração da faculdade que você se interessa tem 5 bolsas integrais disponíveis, serão pré-selecionados os 5 candidatos inscritos com melhor desempenho. A nota do último convocado é a chamada nota de corte.

Segunda chamada

Nem todos os candidatos pré-selecionados na primeira chamada garantem a bolsa. Afinal, depois da convocação, há a etapa de confirmação das informações junto à faculdade. Caso o candidato perca os prazos para a apresentação dos documentos ou seja identificada alguma inconsistência nos dados, ele perde a vaga.

Ainda, há aqueles que se inscrevem em vários vestibulares ou programas de bolsas ao mesmo tempo e, assim, desistem de suas vagas por decidirem fazer outro curso. Por isso, o Prouni elabora uma segunda chamada, também por ordem de classificação.

Listas de espera

Mesmo com as duas chamadas regulares, algumas bolsas podem ficar em aberto pelos motivos que explicamos. É aí que os demais candidatos vão sendo convocados, desde que registrem seu interesse em participar da lista de espera.

Bolsas remanescentes

Depois das etapas anteriores do processo seletivo, ainda podem sobrar bolsas em aberto. Essas vagas também podem ser abertas caso bolsistas percam o seu benefício ao longo da graduação. Lembre-se de que alguns motivos levam à perda da bolsa, como a reprovação em muitas matérias ou a mudança de situação socioeconômica.

Para preencher as vagas decorrentes de todos esses casos, são abertas as inscrições para bolsas remanescentes do Prouni. Esse é um processo seletivo independente do primeiro, ou seja, mesmo quem não se inscreveu para as chamadas regulares pode participar.

Além disso, os critérios de participação são menos rígidos — você pode ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, e não apenas a atual. Aqui, as bolsas são distribuídas por ordem de inscrição, não mais por classificação de notas.

Como participar das listas de espera?

Para concorrer às bolsas após as chamadas regulares, você precisa fazer a inscrição na lista de espera do Prouni pelo portal do MEC. Sim! É preciso registrar o interesse manualmente para participar. Isso é feito em um prazo específico estipulado pelo programa.

No primeiro semestre do Prouni 2020, as chamadas regulares saíram em 04 e 18 de fevereiro, com prazo para manifestar interesse na lista de espera de 6 a 9 de março. Como são poucos dias, é importante ficar muito atento ao cronograma do Prouni para não perder as datas.

Depois, todos os candidatos em lista de espera precisam apresentar a documentação indicada pelo programa, mesmo que não venham a ser chamados. Para isso, é responsabilidade de cada um verificar os horários de atendimento na secretaria da faculdade e obedecer ao prazo do cronograma.

Quais são as alternativas ao Prouni?

Como você viu, existem várias chances de conseguir uma bolsa de estudos. Porém, mesmo que você não seja contemplado em nenhuma das etapas ou, ainda, caso não tenha os pré-requisitos para participar da seleção, existem alternativas para quem não passou no Prouni!

Uma delas é o Novo FIES, com linhas de crédito para financiamento estudantil com juros reduzidos e condições facilitadas de pagamento. Ainda, você pode contar com o Parcelamento Estudantil Privado (PEP), com a grande vantagem de não precisar da nota do Enem, podendo ser contratado diretamente junto à faculdade.

Com ele, você pode parcelar até 70%* do seu curso, acertar somente depois de terminar a graduação e com juros zero. Para isso, é só solicitar o parcelamento junto à secretaria da faculdade — todos os estudantes de instituições parceiras do PEP têm crédito pré-aprovado.

Agora que você sabe o que é a lista de espera do Prouni, viu que há muitas chances de conseguir uma bolsa. Além disso, existem as alternativas ao programa, como o PEP, que é um ótimo exemplo de que estudar é possível, basta encontrar a solução ideal para o seu caso!

Para ajudar ainda mais, veja também nosso post sobre como se organizar financeiramente para a faculdade caber no seu bolso!

*Sujeito à alteração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: