Membrana plasmática: o que é e como estudar o assunto?

membrana plasmática

Como todo vestibulando deve saber, o Enem é um dos principais vestibulares do país, afinal, a sua nota é aceita por várias faculdades. Assim, para se dar bem, é fundamental ficar atento aos principais conteúdos que são cobrados. Um muito importante e recorrente nas provas é a membrana plasmática, um tema que está presente na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Essa estrutura é responsável por delimitar o ambiente celular e separar o interior da célula do meio externo, atuando como uma barreira que tem a função de selecionar o que sai e o que entra. Ela é bastante fina e constituída por uma camada dupla de fosfolipídeos, em que se encontram proteínas inseridas.

Por ser um tópico importantíssimo, é necessário dedicar um bom tempo de estudos para essa matéria. Se você deseja saber o que é membrana plasmática e o que cai no Enem, não perca o nosso post. Boa leitura!

O que é membrana plasmática?

Se dar bem na prova de Biologia no Enem é importante para aumentar a nota. Por isso, um tema recorrente e que merece atenção é a membrana plasmática. Todas as células vivas apresentam essa estrutura, uma fina camada que tem cerca de 5 nanômetros de espessura. Para você ter ideia de quanto essa escala é pequena, basta saber que uma folha de papel tem cerca de 100 nm.

Ela é de natureza semipermeável e é responsável pelo transporte e pela seleção de moléculas que saem e entram na célula. Uma de suas funções é o isolamento do ambiente ao redor e a delimitação do espaço celular interno.

A habilidade de escolher o que entra e o que sai é uma grande característica dessa membrana —  a permeabilidade seletiva —  condicionando as células a equilibrar seus meios internos e a diferenciá-los do externo.

A membrana plasmática é constituída por lipídeos (fosfolipídeos, colesterol e glicolipídeos) e proteínas. Portanto, é conhecida por sua função lipoproteica. Os fosfolipídeos estão organizados em uma dupla camada, a bicamada lipídica, e estão conectados às proteínas e às gorduras que compõem as membranas celulares.

Os fosfolipídeos apresentam uma porção apolar e outra polar. A polar é hidrofílica e volta-se para o exterior. A apolar é hidrofóbica e está direcionada para o interior da membrana. Já as proteínas são representadas por aquelas transportadoras, pelas glicoproteínas e pelas enzimas. Elas podem ser periféricas ou transmembranas:

  • proteínas periféricas — situam-se somente em um lado da bicamada;
  • proteínas transmembranas — atravessam a bicamada lado a lado.

As enzimas presentes na membrana plasmática apresentam várias funções catalisadoras, facilitando as reações químicas intracelulares.

Quais são as funções da membrana plasmática?

Para estudar membrana plasmática para o Enem, é fundamental conhecer as suas funções. As principais incluem:

  • captar sinais externos;
  • selecionar o que sai e o que entra das células. Em decorrência dessa capacidade de seleção, diz-se que ela tem uma permeabilidade seletiva;
  • permitir que a diferença entre o meio intracelular e o externo seja mantida;
  • garantir a proteção das estruturas celulares;
  • definir os limites da célula.

Quais são as características da membrana plasmática?

A membrana plasmática apresenta diversas características que são importantes para o seu estudo. Confira, a seguir, as principais.

Permeabilidade seletiva

A permeabilidade seletiva é uma característica que dá à membrana a habilidade de escolher o que sai e o que entra na célula.

Fluidez

Os constituintes da membrana não são imóveis e, por essa razão, ela é conhecida pelo seu modelo de mosaico fluido. Essa movimentação constante torna a estrutura fluida, ou seja, as proteínas e as camadas de fosfolipídeos se movem continuamente.

Plano de Estudos para Medicina

Assimetria

A membrana é formada por duas camadas fluidas compostas por proteínas e fosfolipídeos, que são diferentes na composição química do lado externo e do lado interno. Essa diferença é conhecida por assimetria.

Como ocorre o transporte pela membrana?

Outro ponto que merece atenção no momento de estudar membrana plasmática para o vestibular é como ocorre o transporte de substâncias por meio dela. Essa função não é fácil e, em algumas situações, é necessário gastar energia. O transporte passivo se dá quando não ocorre gasto energético e o ativo quando há energia gasta.

Transporte passivo

Esse tipo de transporte ocorre de três maneiras:

  • difusão simples — ocorre a movimentação de substâncias do meio mais para o menos concentrado;
  • osmose — nesse caso, o solvente se difunde pela membrana do meio menos para o mais concentrado;
  • difusão facilitada — nessa situação, a transferência da substância acontece com o auxílio de proteínas carreadoras.

Transporte ativo

Esse tipo de transporte ocorre por meio da bomba de sódio e potássio, em que os íons são bombeados em oposição ao gradiente de concentração. Assim, o sódio é levado para o exterior das células e o potássio para dentro.

É importante lembrar que partículas maiores e macromoléculas saem e entram nas células por processos mais complexos, como a exocitose e a endocitose. No primeiro, o conteúdo que está dentro das células é liberado. Nesse caso, as vesículas vão até a membrana, se fundem a ela e permitem a liberação do conteúdo para o exterior.

Já na endocitose, ocorre a entrada de substâncias por meio da formação de vesículas que se invaginam e, depois, se destacam da membrana.

Como estudar esse assunto?

Como vimos, a membrana plasmática é um tema bastante recorrente nas provas do Enem e dos vestibulares. Por isso, o aluno deve saber sobre as suas características, sua constituição e suas funções e, principalmente, entender como ocorre o transporte pela membrana.

Uma questão de Biologia da prova do Enem de 2019 abordou esse processo, em que, ao adicionar sal na carne, ocorre a saída de água de dentro da célula. Veja só.

Uma cozinheira colocou sal a mais no feijão que estava cozinhando. Para solucionar o problema, ela acrescentou batatas cruas e sem tempero dentro da panela. Quando terminou de cozinhá-lo, as batatas estavam salgadas, porque absorveram parte do caldo com excesso de sal. Finalmente, ela adicionou água para completar o caldo do feijão.

O sal foi absorvido pelas batatas por:

a) osmose, por envolver apenas o transporte do solvente.

b) fagocitose, porque o sal transportado é uma substância sólida.

c) exocitose, uma vez que o sal foi transportado da água para a batata.

d) pinocitose, porque o sal estava diluído na água quando foi transportado.

e) difusão, porque o transporte ocorreu a favor do gradiente de concentração.

Resposta: letra e.

Além de conferir as provas anteriores do Enem, siga o Trilha do Enem para avaliar o seu nível de conhecimento e montar planos de estudos personalizados. Veja só esta super revisão sobre citologia:

Outro assunto que não pode ficar de fora dos seus estudos é mitose e meiose, já que eles envolvem alterações nas membranas celulares durante seus processos de divisão. Agora que você já sabe o que é e como funciona a membrana plasmática, monte o seu plano de estudos para o Enem e pratique todos os dias, combinado?

Gostou deste post e quer continuar estudando para a prova de Biologia? Então, saiba, agora, o que é metabolismo e como pode cair no Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: