Qual é o salário de um formado em Engenharia Mecânica?

engenharia mecânica salário

Quando chega o momento de decidir qual graduação fazer, é comum bater aquela dúvida, não é mesmo? Afinal, existem tantas opções que fica até difícil optar por uma. Muitas pessoas se identificam com as Engenharias, já que oferecem um mercado de trabalho amplo, a possibilidade de crescer com o tempo e remunerações altas.

Quem gosta de tecnologias aplicadas a máquinas e uma área com diferentes atuações, pode ter interesse na Engenharia Mecânica. O trabalho do profissional é fundamental para o funcionamento correto das indústrias e outras instituições, como a bancária.

Mas, afinal, qual é o salário de Engenharia Mecânica? Essa especialidade conta com um excelente reconhecimento e um mercado bastante aquecido. Se você deseja saber qual é a remuneração de um engenheiro mecânico e quais são as suas áreas de atuação, não perca o nosso post, pois falaremos sobre isso por aqui. Boa leitura!

Quanto ganha um engenheiro mecânico?

A Mecânica está entre as Engenharias mais bem-pagas. Isso, porque os profissionais são responsáveis por desenvolver e projetar máquinas, além de cuidar da manutenção. A média salarial de Engenharia Mecânica é de R$ 8.204,84* para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais, de acordo com dados do CAGED — nada mal, não é?

Mas há outros fatores que influenciam nesses valores, e falamos deles a seguir.

Região em que a vaga se encontra

O primeiro dos fatores que listamos é a região de atuação do profissional. Como exemplo, separamos as médias de salário em Engenharia Mecânica para os Estados brasileiros. Confira!

Sul

  • Paraná: R$ 7.332,82*;
  • Rio Grande do Sul: R$7.712,65*;
  • Santa Catarina: R$6.500,11*.

Sudeste

  • São Paulo: R$8.141,56*:
  • Minas Gerais: R$8.887,06*;
  • Rio de Janeiro: R$9.506,90*;
  • Espírito Santo: R$9.159,98*.

Norte

  • Amazonas: R$7.652,45*;
  • Rondônia: R$6.625,86*;
  • Pará: R$8.303,57*;
  • Tocantins: R$6.653,40*.

Não há informações para os seguintes Estados: Acre, Amapá e Roraima.

Nordeste

  • Bahia: R$7.405,10*;
  • Pernambuco: R$6.688,23*;
  • Ceará: R$6.480,30*;
  • Rio Grande do Norte: R$7.374,85*;
  • Maranhão: R$8.529,63*;
  • Sergipe: R$6.711,80*;
  • Alagoas: R$7.876,15*;
  • Paraíba: R$6.238,37*.

Não há informações para o Estado de Piauí.

Contro Oeste

  • Goiás: R$5.957,50*;
  • Distrito Federal: R$7.908,55*;
  • Mato Grosso: R$6.471,48*;
  • Mato Grosso do Sul: R$7.365,82*.

Tipo de empresa que oferta o cargo

Por mais que exista um valor mínimo praticado pelo sindicato dos engenheiros, as empresas adotam valores salariais diferentes. Os motivos são simples: porte, nível de arrecadação, segmento, valorização do segmento, e assim por diante. Veja alguns exemplos:

  • Serviços de Engenharia — R$8.839,97*;
  • Obras de montagem indústria — R$7.587,59*;
  • Construção de edifícios — R$8.255,22*;
  • Administração de obras — R$9.762,85*;
  • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo — R$10.019,55*;
  • Instalação e manutenção elétrica — R$7.657,33*;
  • Montagem de estruturas metálicas — R$9.001,23*;
  • Construção de rodovias e ferrovia — R$9.731,10*;
  • Fabricação de automóveis, camionetas e utilitários — R$11.327,19*.

Progressão na carreira

Um profissional recém-formado dificilmente consegue trabalhar com a mesma técnica e sabedoria de um especialista com anos de jornada, concorda? Essa progressão de carreira acontece em todas as áreas, não somente na Engenharia Mecânica. Para você ter uma ideia, existem distinções de remunerações para três níveis.

Com os mesmos dados do CAGED, veja um exemplo, considerando grandes empresas do segmento:

  • júnior — tem até 4 anos de experiência no mercado e, no caso do engenheiro mecânico, a média de R$8.677,86*;
  • pleno — com 4 a 6 anos de jornada profissional, o engenheiro com esse nível ganha R$9.273,12*;
  • sênior — aqui, a média chega a R$11.544,35* para o cargo, que geralmente é preenchido por quem tem mais de 6 anos no mercado da mecânica.

Você pode subir de cargo tanto em uma mesma empresa quanto em organizações diferentes, nas mudanças de emprego. Esses números referentes ao tempo de experiência são somente um guia, já que os recrutadores e as próprias companhias podem adotar referências distintas.

Por contar com ótimos salários e ter diversos ramos de atuação, a Engenharia Mecânica é uma das graduações mais procuradas no vestibular e, por causa da alta concorrência, é fundamental estudar bastante e se manter sempre atualizado. Com esse diferencial competitivo, dá até para pular alguns níveis de experiência e ser valorizado pelas empresas, independentemente do tempo em que atuou.

Quais são as áreas mais valorizadas?

Sabemos que não se deve escolher a profissão pelo salário apenas, não é? Outros pontos devem ser levados em conta, e um deles é sobre as áreas de atuação. A Engenharia Mecânica apresenta muitos ramos, e os profissionais podem escolher aquele com que mais se identificam para trabalhar. Confira, a seguir, as principais especialidades.

Indústria Petroquímica

Nessa área, os engenheiros lidam com os produtos petroquímicos, desde a distribuição até o refino. Com uma especialização direcionada a esse ramo, eles podem ser responsáveis por perfurar poços de petróleo e por desenvolver tratamentos adequados para esse combustível. O mercado nessa área é muito aquecido, e a média salarial é de R$4.401,47*.

Manutenção

A área da manutenção é uma das que mais exigem horas de trabalho do profissional. Isso acontece porque os sistemas mecânicos e as máquinas podem parar em qualquer momento (fins de semana, madrugada, feriado etc.).

Nesse caso, o engenheiro mecânico é responsável pela identificação das causas de falha de máquinas e ainda participa da elaboração de planos de manutenção. O salário médio do profissional é de R$ 8.326,00*.

Indústria Automobilística

Aqui, o engenheiro mecânico trabalha com todos os processos que envolvem veículos, como caminhões, motos e carros. Da manutenção até a produção de peças, o profissional é muito importante para que nenhum motorista tenha dificuldade para rodar na estrada ou na cidade. A média salarial dessa profissão é de R$ 7.524,08*.

Tour pela prova do Enem

Indústria Metalúrgica

Nessa área, o profissional desenvolve melhor a sua habilidade de liderança, mesmo que não assuma uma carreira em Gestão. Na indústria metalúrgica, o engenheiro mecânico administra suprimentos, realiza projetos e assim por diante. A média salarial para essa profissão é de R$ 8.110,02*.

Indústria Energética

De maneira geral, a preocupação em encontrar alternativas energéticas sustentáveis cresce cada vez mais. Isso abre uma perspectiva muito interessante para o engenheiro mecânico, que pode supervisionar os projetos de energia renovável, desde a definição de sua estrutura organizacional até a sua construção.

Na produção de energia sustentáveis, o profissional é uma peça-chave no desenvolvimento de equipamentos. Como essa área está em franco crescimento, os salários podem passar dos R$ 15 mil.

Bancos

Uma característica predominante dos cursos de Engenharia é a sua ligação com a área de Exatas. Um engenheiro mecânico deve ser preciso no momento de realizar cálculos, bem como na capacidade de sintetizar conclusões e analisar contextos.

Isso o coloca na mira de várias instituições financeiras, como os bancos, para exercer a função de analista de crédito. A média salarial é de R$ 2.655,42*.

Setor Público

Os engenheiros mecânicos também podem prestar concurso para atuar no setor público — em qualquer uma das esferas: federal, regional ou municipal. Entre as suas principais atividades estão a fiscalização de projetos ou a supervisão de obras.

Fabricação

Esse ramo tem como foco os processos de fabricação de peças e máquinas. O conhecimento das várias técnicas de fabricação é essencial para qualquer engenheiro mecânico, independentemente de atuar ou não na área.

Alguns processos como extrusão, trefilação, laminação, prensagem, soldagem e usinagem são muito comuns para esse profissional. Por isso, esses conhecimentos devem estar bem-sedimentados na mente desses engenheiros.

Térmica

A área térmica é bastante vasta, tendo muitas aplicações diferentes. Nesse ramo, estão incluídas a Transferência de Calor e a Termodinâmica. É aqui que entra a construção de bombas de calor, sistemas de refrigeração, turbinas, motores, entre outras. A busca por eficiência é constante e o engenheiro mecânico deve sempre se preocupar com a questão da emissão de poluentes.

Como garantir as melhores vagas em Engenharia Mecânica?

Para garantir as melhores vagas do mercado e conquistar bons salários, você precisa estar em sintonia com as principais tendências e desafios do mercado. Com a tecnologia, a área da mecânica passa por diversas transformações a todo instante. Seja qual for o segmento, essa afinidade o coloca em vantagem nos processos seletivos.

Mas a técnica não é tudo. O profissional que não desenvolve soft skills pode enfrentar dificuldades tanto para conquistar as vagas quanto para se manter nelas. Então, fique atento a habilidades como:

  • trabalho em equipe;
  • comunicação assertiva;
  • escuta ativa;
  • proatividade;
  • organização;
  • automotivação;
  • inteligência emocional;
  • capacidade de resolver problemas complexos;
  • visão analítica e estratégica.

Hoje, o foco no cliente também se mostra um grande diferencial para o currículo de qualquer profissional. Pense no básico: uma oficina mecânica –– em que você pode trabalhar não só como especialista, mas também criar a própria empresa. Um consumidor que não vê valor no serviço, só o preço, dificilmente retorna para novas solicitações, concorda?

Por fim, qualificação é o principal fator que garante destaque ao profissional no mercado de trabalho. É aí que entra a importância de estudar em uma instituição de ensino de qualidade. Portanto, opte por uma faculdade que valorize o seu aprendizado, que tenha bons professores e ótima infraestrutura.

Também é fundamental considerar outros pontos, como formas de ingresso facilitadas, laboratórios modernos para a realização das aulas práticas e opções de bolsas de estudo e desconto nas mensalidades.

Tudo isso pode ser encontrado nas faculdades parceiras do Vestibulares! Ao estudar com a gente, você se formará em instituições reconhecidas no mercado e terá acesso a outros diferenciais, como o Canal Conecta, um portal exclusivo para a busca de vagas de estágio e emprego, que faz a conexão entre você e as melhores empresas da região.

A hora é agora!

Agora que já sabemos qual é o salário de Engenharia Mecânica, lembre-se de pesquisar mais sobre o curso para ficar por dentro de todas as suas características. O futuro do mercado de trabalho dessa área é muito promissor, as empresas estão em busca de pessoas qualificadas —, e você tem uma grande chance de se destacar ao estudar em uma faculdade de qualidade, que preza a inserção dos seus alunos no mercado.

Tomou sua decisão de cursar Engenharia Mecânica? Então, inscreva-se no vestibular online de uma das nossas faculdades parceiras e corra atrás dessas oportunidades!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos!

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.