Manual do bolsista Prouni: como funciona?

estudantes bolsistas do prouni rindo

Todos os candidatos a uma bolsa de estudos na faculdade precisam saber, ao assinar o contrato, como é o funcionamento do programa. Assim, conhecendo seus direitos e deveres, ninguém pode alegar desconhecimento das regras, certo?

Isso também acontece com quem recebe uma das vagas parciais ou integrais do Programa Universidade para Todos, o Prouni. O manual do bolsista Prouni é um documento elaborado exclusivamente para quem foi selecionado pelo Programa.

Quer saber mais sobre o manual de quem tem bolsa do Prouni e sua importância? Leia o post!

O que é o manual do bolsista Prouni?

O Prouni foi instituído pela Lei nº 11.096/2005 e concede descontos em instituições particulares para alunos de baixa renda. Assim, o Governo Federal amplia o acesso à educação no país.

Porém, conseguir uma bolsa no Prouni depende de vários fatores além da vontade do estudante de obter um diploma no curso superior. A oferta é ampla: mais de 243 mil vagas em 2019. Ainda assim, é preciso seguir alguns critérios, como obter nota mínima no Enem (450 pontos nas provas objetivas e não zerar a redação) e comprovar renda específica.

Só para lembrar: a renda máxima para participar do Prouni é de 1,5 a 3 salários mínimos mensais por pessoa do grupo familiar, de acordo com o desconto a ser concedido (100% e 50%, respectivamente).

Mas cuidado! As regras do Prouni são rígidas! Todos os documentos apresentados são verificados, e as informações precisam ser comprovadas no momento em que forem solicitadas.

Depois de passar pela etapa de inscrição, é necessário aguardar o resultado. Se for chamado na primeira etapa, faz a entrega de documentos na instituição, de forma presencial ou virtual, e assina o contrato.

Caso não seja escolhido, o candidato precisa manifestar interesse em ficar na lista de espera. Se for contemplado em segunda chamada, também precisa finalizar o processo. A partir daí, ficam valendo as regras Prouni contidas no manual de orientação ao bolsista.

Esse documento, portanto, é importantíssimo para quem consegue a bolsa, pois é ali que estão todas as informações detalhadas sobre o funcionamento da bolsa.

Quais informações constam nesse manual?

Basicamente, todas as informações relacionadas ao contexto universitário estão presentes no manual do bolsista Prouni. Quer saber se pode perder a bolsa do Prouni por reprovação ou por perder o prazo de matrícula? As respostas estão lá.

As regras do bolsista Prouni, como cobrança de taxas, direitos do estudante, acúmulo de bolsas etc., estão disponíveis no manual. Por isso, é preciso ler as regras com atenção e sempre consultá-las para evitar algum descuido e perder a bolsa — e, consequentemente, em grande parte dos casos, perder a possibilidade de cursar a graduação.

Na sua faculdade, existe uma Coordenação do Prouni. É nesse setor que você busca informações e tira dúvidas sobre o Programa. Ele também é responsável por emitir documentos de comprovação do bolsista, como o Termo de Concessão de Bolsa e o Termo de Encerramento de Usufruto de Bolsa.

Por que todos os bolsistas devem acessá-lo?

Independentemente de você ter recebido bolsa parcial ou bolsa integral do Prouni, deve acessar o manual, pois as regras e as orientações valem para todos. Então, se tiver dúvidas sobre trancamento de matrícula, transferência, aproveitamento acadêmico ou qualquer outro assunto, é preciso consultar o manual.

Por exemplo, aconteceu um imprevisto e você precisa se mudar de cidade com a família. O que fazer? Pedir transferência ou interromper o curso? O manual vai informá-lo de que só existe transferência em casos especiais, como extinção do curso ou mudança de cidade, no caso de estudantes servidores públicos ou militares.

Quais são as consequências de não respeitar esse manual?

O que pode acontecer de pior ao aluno bolsista na faculdade? Perder a bolsa e não poder prosseguir no curso, não é? Ter conhecimento sobre as regras de funcionamento do Programa e as orientações em caso de problemas é necessário para evitar essa situação indesejada.

Por exemplo, o manual informa que o estudante pode perder a bolsa em casos como:

  • não realizar a matrícula no período letivo indicado pela faculdade;
  • não obter aprovação em pelo menos 75% das disciplinas cursadas;
  • for constatada mudança no perfil social;
  • matricular-se em outra instituição de ensino;
  • não fazer a renovação semestral do benefício;
  • forem comprovadas insuficiências ou falsificações nos documentos.

Há, ainda, situações específicas para quem recebe bolsa parcial. No caso de não pagamento dos 50% de responsabilidade do estudante, o benefício é cancelado.

Por isso, nossa recomendação é que você fique atento a qualquer situação extraordinária e, em caso de dúvidas, procure o Coordenador do Prouni na sua faculdade, combinado?

Como se dar bem sendo bolsista?

O bolsista sabe o quanto foi difícil chegar até o curso superior e entende a importância do seu papel na sociedade. Afinal de contas, o governo está investindo na formação desse estudante e espera que, no futuro, essa pessoa seja útil no exercício da profissão que escolheu.

Para se dar bem sendo bolsista, é preciso se dedicar às disciplinas universitárias. Se estiver cursando no semestre quatro disciplinas, só poderá ser reprovado em uma, no máximo. Se houver reprovação por faltas ou por notas, ele perde a bolsa.

Por isso, é preciso estar sempre disposto a aprender, participar de projetos e programas na instituição. Enfim, dedicar-se ao máximo à sua formação.

Por fim, ressaltamos que existe a possibilidade de entrar no Prouni no segundo semestre! Muitos estudantes pensam que só no início do ano as vagas são abertas. Fique atento ao cronograma do Prouni e, se sua realidade for compatível com as exigências do manual do bolsista, faça sua inscrição pela internet.

Se você foi contemplado com uma bolsa pelo Prouni, aproveite essa chance de fazer um curso superior! Se seu perfil não se encaixa nas regras do manual do bolsista, saiba que existem outras formas de financiamento e descontos em faculdades particulares.

Quer saber se você se encaixa nas exigências do Prouni? Ou será que outro tipo de financiamento seria mais adequado à sua realidade? Faça o nosso quiz Prouni, crédito estudantil, FIES ou bolsa privada e descubra qual a melhor forma de entrar na faculdade!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.