5 exigências para conseguir uma bolsa integral no Prouni

estudante comemorando prouni

É possível estudar em uma faculdade particular sem arcar com a mensalidade do curso, afinal, está disponível no Prouni a bolsa integral, com vagas com 100% de desconto. Assim, você pode fazer a sua graduação de graça estudando em uma instituição com qualidade de ensino.

O programa acontece todos os anos em duas edições, no primeiro e no segundo semestre. As instituições de ensino disponibilizam vagas para cursos presenciais, semipresenciais e online. A seleção é feita por meio da pontuação obtida pelos candidatos no Enem. Aqueles com nota mais alta, e que atendem todos os requisitos, têm direito às bolsas.

Será que você também está nesse grupo? Continue conosco, veja mais detalhes sobre essas exigências e saiba como conseguir uma bolsa integral do Prouni para realizar o sonho de ter um diploma de ensino superior.

Ter renda per capita de até 1 salário mínimo

O Prouni (Programa Universidade para Todos) foi criado com o intuito de atender ao público com uma renda mais baixa. O objetivo é facilitar o acesso ao ensino superior também em instituições particulares para oferecer as mesmas oportunidades a todos.

Sendo assim, existe um limite de renda para participar do Prouni. A bolsa integral, nesse caso, é destinada apenas para os estudantes cuja renda familiar não ultrapassa um salário mínimo por pessoa. Lembrando que é considerada a renda de todos os integrantes da família, e deve comprovada nos documentos para o Prouni.

Para fazer o cálculo basta somar o salário recebido por todos os integrantes da casa e dividir pela quantidade de pessoas. Caso o valor obtido ultrapasse um salário mínimo per capita, o candidato não tem direito à bolsa 100%, mas pode requisitar a bolsa parcial do Prouni, com 50% de desconto. Ela é destinada para quem tem uma renda de até três salários mínimos por pessoa

Ter estudado em escola pública, ou privada com bolsa integral

As oportunidades do Prouni também contemplam aqueles que vêm de escolas públicas. Por isso, o candidato precisa comprovar que cursou o ensino médio em uma escola do estado.

De toda forma, aqueles que estudaram em escola particular podem ter direito ao benefício. Nesse caso, apenas se tiverem ingressado por meio de uma bolsa de estudos integral, comprovando que não precisaram pagar as mensalidades.

Existem, ainda, os casos de pessoas que estudaram nos dois tipos de escola, pública e particular. Para esses é válida a mesma regra: é preciso que esse período cursado na instituição privada tenha sido por meio de uma bolsa integral.

Entretanto, no caso dos professores que atuam na educação básica de escolas públicas, não existe essa exigência. Eles não precisam, necessariamente, ter estudado em escolas estaduais, desde que estejam concorrendo a uma bolsa 100% do Prouni para um curso de Licenciatura.

Não ser graduado

O programa também foi desenvolvido para que jovens e adultos tivessem a oportunidade de conquistar o seu primeiro diploma de nível superior. Portanto, uma das regras do Prouni é ainda não ter cursado e concluído uma faculdade.

Perceba que as exigências não são iguais àquelas referentes ao ensino médio. Isso porque a pessoa realmente não pode ter uma graduação em seu currículo, ainda que de instituição pública. A regra também vale para os professores, que podem ter apenas o magistério para concorrer à vaga do Prouni para bolsa integral ou mesmo parcial.

Ter feito o Enem recentemente

Como explicamos na introdução, o processo seletivo do Prouni para a bolsa integral e, também, para a de 50%, é feito com base na nota do Enem. Por essa razão, é fundamental que o candidato tenha participado do exame para que possa concorrer ao benefício.

É preciso ter atenção, porém, porque você deve ter realizado a última edição do Exame Nacional. Ou seja, para esse programa as notas de anos anteriores não têm validade, embora elas possam ser aproveitadas para ingressar em faculdades, substituindo o vestibular.

Mais uma vez, a regra é diferente no caso dos professores da educação básica de escolas públicas. Eles podem concorrer à bolsa de estudos sem fazer Enem, caso desejem uma vaga remanescente para um curso de Licenciatura. No processo regular, se enquadram nas mesmas exigências dos demais.

Alcançar a nota mínima exigida

É importante saber que não basta ter participado do Enem para concorrer a uma vaga, seja no primeiro semestre ou no Prouni no meio do ano. Em ambas as edições é necessário que o candidato alcance a nota mínima, que é de 450 pontos de média, sem ter zerado a redação.

Esse é um requisito que elimina algumas pessoas, mas não é preciso se preocupar com essa exigência. Existem diversas outras opções de bolsa, descontos e financiamentos estudantis que você pode obter diretamente com as instituições de ensino, como o PEP.

Aliás, também podemos ajudar a descobrir qual dessas opções pode ser a mais adequada em seu caso, se você não conseguir a bolsa integral. Acesse este quiz sobre financiamento estudantil e responda algumas perguntas rápidas para saber mais sobre essas alternativas e descobrir qual é a melhor para você.

Nota de corte

Você também precisa saber que os cursos oferecidos pelo Prouni têm nota de corte. Assim, além da exigência de ter alcançado o mínimo de 450 pontos para participar do programa, o candidato deve verificar qual é a nota de corte da graduação que ele pretende concorrer. Algumas, como no caso de Medicina e Direito, podem ultrapassar os 800 pontos.

Portanto, dependendo da graduação que você deseja, é preciso se dedicar bastante para alcançar uma pontuação alta. Mesmo porque, a oferta de vagas costuma ser pequena e a quantidade de candidatos é grande. Isso aumenta a concorrência e, consequentemente, a nota de corte, o que pode dificultar o ingresso na faculdade dessa maneira.

Para quem deseja tentar o Prouni, a bolsa integral é uma excelente chance de entrar na faculdade sem pagar nada. Porém, existem formas de minimizar o seu investimento sem perder a qualidade de ensino. Por isso, participe do Enem e garanta essa oportunidade, mas busque outras alternativas simultaneamente, para ter mais chances.

Realize o seu sonho de conquistar o diploma de ensino superior. Conheça as opções de bolsas e créditos estudantis para deixar a faculdade mais acessível!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: