Vestibular de Medicina: quais são as particularidades?

estudante de medicina

Uma das graduações mais procuradas no Brasil, a Medicina é um sonho de muitas pessoas que desejam ingressar na área da saúde, salvar vidas e, é claro, obter satisfação profissional. O prestígio da profissão, sua importância para a sociedade, a alta empregabilidade, a pluralidade de carreiras e os salários promissores, no entanto, tornam o vestibular para esse curso bastante concorrido e, até mesmo, complexo. Os candidatos não só precisam encarar uma jornada intensa de preparação, como precisam passar por provas com dinâmicas diferentes.

Já sabe qual profissão seguir e está se preparando para prestar o vestibular para Medicina? Então, fique por aqui! Preparamos um post que vai ajudá-lo a entender suas particularidades e a se preparar melhor para elas.

Depois da leitura, você vai tirar de vez as suas dúvidas e não será pego de surpresa em cima da hora. Aproveite as informações!

Nota de corte mais alta

Antes de falarmos sobre as notas de corte para o curso de Medicina, é importante entender o que é e como funciona esse conceito para não acabar se confundindo. Trata-se da pontuação mínima necessária para ser aprovado em um processo seletivo ou para ser classificado para as próximas fases de um vestibular.

Ela vale tanto para quem pretende ingressar em uma graduação utilizando a nota do Enem quanto para aqueles que vão prestar o vestibular diretamente pela faculdade. Além disso, os critérios que basearão a nota de corte vão depender de diversos fatores, como:

  • o curso escolhido (no caso, Medicina);
  • a instituição de ensino (pública ou privada) e o campus desejado;
  • o turno do curso;
  • a modalidade de concorrência (cotas etc).

Agora, você deve estar se perguntando por que a nota de corte é mais alta para o curso em questão, certo? Bom, a resposta é que ela costuma ser proporcional ao nível de dificuldade da prova e do processo seletivo, estipulada de acordo com a classificação geral dos estudantes e do número vagas disponibilizadas para o vestibular de Medicina em cada instituição.

Mais de um dia de prova

Quem pensa em prestar vestibular para Medicina deve ter em mente que a rotina de preparação é mesmo intensa, e isso não vale apenas para os estudos e a fixação dos conteúdos cobrados. Embora o processo seletivo para o curso possa variar de faculdade para faculdade, a aplicação das provas segue uma dinâmica diferente e, geralmente, mais extensa, com duração de dois ou, até mesmo, três dias.

O motivo para essa verdadeira maratona é que o exame engloba questões de múltipla escolha (com as matérias previstas no edital), uma redação e uma prova dissertativa, sobre a qual falaremos a seguir.

Plano de Estudos para Medicina

Prova dissertativa

Ao estudar para o vestibular de Medicina, além de treinar seus conhecimentos por meio de simulados, você também deve praticar suas habilidades para a prova dissertativa. Afinal, do que se trata essa parte do exame? Diferentemente do modelo de múltipla escolha, as respostas para as questões dissertativas não são cobradas em forma de alternativas, mas sim de textos escritos pelos candidatos com suas próprias palavras.

Ou seja, o que está em jogo, aqui, é a capacidade de argumentação e organização de ideias do vestibulando. Na prova dissertativa, é fundamental que ele saiba justificar sua resposta de maneira completa e coesa, deixando claro o seu raciocínio e o caminho que utilizou para chegar ao resultado. É também imprescindível fazer bom uso do Português, combinado?

Critérios mais rígidos de desclassificação

Todas as provas de vestibular, inclusive exames como o Enem, apresentam critérios de desclassificação. Cabe ao candidato ficar de olho no edital para não descumprir nenhuma regra, afinal, ninguém quer ser eliminado por algo que poderia ter sido evitado, não concorda? Para o curso de Medicina, os parâmetros para desclassificar o vestibulando costumam ser ainda mais rígidos.

É claro que, mais uma vez, cada instituição de ensino aplica suas próprias regras em seus processos seletivos. No geral, corre o risco de ser desclassificado para o vestibular de Medicina o candidato que, além de motivos básicos como não comparecer, utilizar ou tentar utilizar-se de fraude ou não entregar o caderno de respostas:

  • não atingir uma porcentagem da nota máxima exigida em cada prova (a ser definida no edital);
  • não obter a pontuação mínima na prova de redação (que também tem caráter classificatório).

2ª chamada e lista de espera mais concorridas

A 2ª chamada de um vestibular corresponde à lista de candidatos que não passaram na primeira seleção de aprovados, mas que são convocados para preencher as vagas que não foram ocupadas por aqueles selecionados. Isso porque ser aprovado no processo seletivo não garante automaticamente a vaga no curso escolhido. Após a convocação, o aluno deve comparecer com os documentos necessários e efetivar a matrícula.

Em muitos casos, pode ser que esse mesmo candidato tenha prestado diferentes vestibulares para instituições distintas, passado em mais de um e escolhido aquele de sua preferência — deixando as vagas não ocupadas por ele em aberto para aqueles que estão na lista de espera. Acontece que, para um curso tão disputado como o de Medicina, essa lista é inevitavelmente extensa, tornando o processo de 2ª chamada mais concorrido.

De qualquer forma, você deve atentar ao funcionamento da segunda chamada para cada processo seletivo que participar (inclusive, se participar de algum programa de financiamento ou parcelamento privado) e, caso não seja selecionado de primeira, ficar de olho na lista de espera e no edital. Ah, e caso seja convocado posteriormente, não se esqueça de efetivar a matrícula para que a vaga seja sua, ok?

Pronto! Agora você já sabe como funciona o vestibular para Medicina e tem em mãos informações estratégicas para estar bem preparado e conquistar a tão sonhada aprovação. Embora complexo e com critérios considerados mais rigorosos que os de outros exames, o processo para ingressar no curso não é necessariamente coisa de outro mundo — com foco, paciência, perseverança e bastante dedicação à rotina de estudos, o caminho para uma carreira de sucesso como médico tem tudo para se tornar realidade.

E então, o que está esperando? Agora que já tirou as suas dúvidas, faça a sua inscrição para o vestibular de Medicina 2020 em algumas das faculdades mais bem-conceituadas do Brasil!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: