4 dicas para estudar o sistema reprodutor feminino

sistema reprodutor feminino

Em fase de preparação para o Enem e o vestibular, surgem as dúvidas sobre o conteúdo que pode cair no exame. Afinal, as disciplinas gerais são amplas e cada uma reúne vários temas específicos sobre corpo humano, por exemplo, que podem render questões na prova. Uma forma de facilitar os estudos é abordar um assunto de cada vez de forma resumida e didática — como fizemos neste post para compreender o sistema reprodutor feminino.

Ao longo da leitura, você verá que basta seguir um breve passo a passo contendo as informações principais do tema a ser estudado. Aqui, vamos dividir o conteúdo em três partes apenas: o que é o sistema reprodutor feminino; quais são suas principais funções; como é a anatomia dos órgãos reprodutores.

Para completar, vamos reunir os pontos-chave da leitura, a fim de facilitar a absorção das informações, o que é uma ótima dica para organizar as matérias e estudar para os vestibulares. Acompanhe o post e confira como é simples compreender o aparelho reprodutor feminino e ficar preparado para ter uma boa pontuação nessas questões!

Compreenda o que é e como funciona o sistema reprodutor feminino

Entre as possíveis questões de Biologia no Enem, você pode se deparar com alguma relacionada ao aparelho sexual e às funções reprodutivas. Apesar de o assunto ser conhecido desde a época do ensino fundamental, muitas informações somem da nossa mente e precisam ser novamente assimiladas.

O que é

De modo simples, entenda que o sistema reprodutor feminino é composto por um conjunto de órgãos responsáveis pela reprodução. O processo de concepção é um pouco mais complexo do que parece e depende de uma série de ações do organismo.

Tudo começa nos ovários, glândulas sexuais que contêm milhares de folículos que, por sua vez, são unidades funcionais que armazenam os óvulos. Estes são os gametas femininos, ou seja, células reprodutivas que carregam o material genético da mulher.

Como funciona

A cada ciclo menstrual, os hormônios sexuais estimulam o crescimento de vários folículos ovarianos, mas apenas um deles chega ao estágio final de maturação. Assim, no dia da ovulação, um óvulo é liberado dos ovários e capturado pelas fímbrias que ficam na extremidade das tubas uterinas.

Na tuba, o óvulo permanece por apenas 24 horas. Para que a gravidez aconteça, ele deve ser encontrado pelos espermatozoides (gametas masculinos) e fecundado por um deles. Se a concepção não acontecer, o útero passa por um processo de descamação de seu tecido interno, e a menstruação marca o início de um novo ciclo reprodutivo.

Quando a fertilização ocorre, começa o processo de divisão celular que dá origem ao embrião. Com cinco dias de desenvolvimento embrionário, já em estágio de blastocisto, o futuro bebê se implanta no útero. O processo de implantação é chamado de nidação e representa o início da gravidez.

Estude as principais funções reprodutivas da mulher

Para acertar nas respostas sobre sistema reprodutor feminino no vestibular e no Enem, você deve compreender o funcionamento desse aparelho. Então, vamos repassar os pontos principais!

Produz gametas femininos

Os hormônios folículo estimulante (FSH) e luteinizante (LH) são os responsáveis pelas etapas de desenvolvimento dos folículos ovarianos e maturação dos óvulos. Tais substâncias são produzidas no eixo hipotalâmico-hipofisário, o que significa que o sistema reprodutor também depende do funcionamento endócrino adequado.

Plano de Estudos para Medicina

Oferece um local apropriado para a fecundação

Como vimos, o óvulo é fecundado nas tubas uterinas e somente depois disso é que se move até o útero. Todo esse percurso é necessário para os estágios iniciais de desenvolvimento celular do embrião. Ao chegar na cavidade uterina, o futuro feto já atingiu o estágio ideal de sincronização fisiológica para conseguir se implantar.

Além disso, enquanto o embrião começa a se desenvolver e percorre seu caminho pela tuba, o útero também se prepara para recebê-lo. Então, o organismo passa a produzir progesterona para aumentar a espessura e a vascularização do tecido interno do útero, criando um ambiente propício para a implantação.

Fornece condições para o desenvolvimento do embrião

Depois de todo o processo de concepção, o sistema reprodutor feminino continua trabalhando para desenvolver o embrião. O corpo mantém a produção de progesterona, enquanto a placenta e o cordão umbilical transportam oxigênios e nutrientes para o desenvolvimento fetal.

Entenda a anatomia dos órgãos reprodutores

Depois de compreender suas principais funções, veja como é o sistema reprodutor feminino no aspecto anatômico.

Ovários

Os ovários são as gônadas femininas, caracterizados por duas glândulas ovais, localizadas uma de cada lado do útero. O órgão é responsável por produzir os óvulos e os hormônios progesterona e estrogênio — ambos fundamentais para o ciclo reprodutivo.

Tubas uterinas

As tubas uterinas, antes chamadas de trompas de falópio, são dois tubos alongados que ligam os ovários ao útero e fazem o transporte dos óvulos. Determinadas infecções, como as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) podem obstruir as tubas e prejudicar o processo de fecundação.

Útero

O útero é um órgão em formato de pera invertida, com base estreita, chamada de cérvix ou colo uterino, e fundo mais largo. Sua estrutura é dividida em três camadas:

  • perimétrio: parte externa;
  • miométrio: camada intermediária, constituída por tecido muscular, que ajuda nas contrações do parto;
  • endométrio: tecido interno que reveste a parede do útero, justamente onde o embrião se implanta.

Vagina

O órgão genital feminino se divide em parte externa (vulva) e interna (canal vaginal). As funções da vagina incluem receber o pênis durante o ato sexual, permitir o escoamento da menstruação e o nascimento do bebê.

Faça um resumo em lista

Listar as principais informações de forma resumida é uma das melhores técnicas de estudo, que facilita a compreensão e a memorização do conteúdo visto. Então, anote que o sistema reprodutor feminino é:

  • um conjunto de órgãos responsáveis pela reprodução;
  • composto por útero, ovários, tubas uterinas e vagina;
  • os ovários produzem os óvulos, que são os gametas femininos;
  • as tubas uterinas transportam os óvulos dos ovários até o útero;
  • o útero acolhe o embrião e fornece condições para o desenvolvimento do feto.

Além das dicas acima, também vale a pena pesquisar provas anteriores do Enem e descobrir como foram formuladas questões sobre sistema reprodutor feminino. Outra forma de otimizar seus estudos e aprofundar o conhecimento sobre o tema é buscar diferentes fontes de leitura — lembrando sempre de consultar materiais de qualidade, como livros ou sites de referência — como é o caso do Trilha do Enem.

Aproveite que está aqui, baixe gratuitamente a nossa planilha de como organizar os estudos para o Enem e prepare-se para conquistar bons resultados nas provas!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: