Sistema digestivo: como esse tópico cai no Enem?

sistema digestivo enem

Já ouviu falar que “nós somos o que comemos”, não é? Essa frase famosa diz respeito ao papel da alimentação no corpo humano. Para que tenhamos todos os nutrientes necessários a fim de sobreviver e manter as funções do organismo em dia, o sistema digestivo é o protagonista. Você se lembra de todas as etapas da digestão?

Preparamos um resumo para que você se prepare para a prova de Ciências da Natureza no Exame Nacional do Ensino Médio, já que esse é um tópico fundamental da Biologia, principalmente no que se refere ao processo de digestão do ser humano. Quer conferir os principais pontos para estudar? Então, continue a leitura! Ao final, você vai relembrar:

  • O que é o sistema digestivo?
  • Quais órgãos compõem o sistema digestivo humano?
  • Quais são os pontos mais cobrados no Enem sobre esse assunto?
  • Qual é a diferença entre anatomia e fisiologia do sistema digestivo?

O que é o sistema digestivo?

O sistema digestivo ou digestório é o encarregado do processo de digestão, que tem o objetivo de manter o suprimento de água, de nutrientes e de eletrólitos do corpo. Para isso, cada órgão do sistema tem uma função e é responsável por diferentes transformações químicas e físicas dos alimentos.

Vamos relembrar os três tipos de digestão que existem? Olha só:

  • intracelular — é aquela que ocorre somente no interior das células, característica de protozoários e poríferos, por meio de enzimas lisossômicas;
  • extracelular — é aquela que ocorre fora da célula por meio das cavidades do organismo que compõem o tubo digestório. É a digestão característica dos mamíferos, entre eles, os seres humanos;
  • extra e intracelular — é aquela que começa nas cavidades gastrovasculares e, depois, termina no interior das células da gastroderme, característica de celenterados, como corais e águas-vivas.

Ao revisar o tópico de sistema digestivo para o Enem, é importante conhecer as principais particularidades de cada grupo de seres vivos — vale a pena revisar sobre taxonomia! No entanto, dê uma atenção especial à digestão dos seres humanos no seu plano de estudos.

Quais órgãos compõem o sistema digestivo humano?

Para ter um bom resultado no Enem, é essencial ter na ponta da língua os órgãos que compõem o sistema digestivo. Nos seres humanos, existem os órgãos principais — que formam o tubo digestório — e as glândulas anexas. Veja:

  • tubo digestivo alto — boca, faringe e esôfago;
  • tubo digestivo médio — estômago e intestino delgado (subdivido em duodeno, jejuno e íleo);
  • tubo digestivo baixo — intestino grosso (subdividido em ceco, cólon, transverso, descendente, curva sigmoide e reto);
  • glândulas anexas — glândulas salivares, pâncreas, fígado e vesícula biliar.

Cada um desses componentes exerce uma função importante no processo de digestão, sendo por meio deles que são separados os nutrientes necessários para o funcionamento do organismo. O que não pode ser aproveitado é encaminhado para o sistema excretor, composto pelos rins, ureteres, bexiga e uretra.

Quais são os pontos mais cobrados no Enem sobre esse assunto?

Mesmo para quem já tem o diploma de ensino médio, a revisão para o Enem é sempre bem-vinda! Portanto, veja quais são os pontos fundamentais para entender a dinâmica do sistema digestivo e seu papel no funcionamento do organismo humano.

Etapas da digestão

Essencialmente, a digestão passa pelas etapas oral, gástrica e intestinal. Veja!

Etapa oral

A digestão começa na parte alta do tubo digestório. Na boca, ocorre a mastigação do alimento, em que trabalham juntos os dentes, a língua e as glândulas salivares — que liberam saliva repleta de amilase, uma enzima que ajuda a quebrar o amido de alguns alimentos em moléculas menores.

Com isso, forma-se o bolo alimentar. Após a mastigação e a deglutição, o bolo alimentar passa da faringe para o esôfago. Esse órgão é um tubo musculoso responsável por desencadear contrações, conhecidas como movimentos peristálticos, que espremem o bolo e levam-no para o estômago.

Etapa gástrica

No estômago, ocorre a fase gástrica da digestão, em que o bolo alimentar sofrerá ações químicas do suco gástrico, composto por água, ácido clorídrico, sais e enzimas. É importante estudar as possíveis alterações na produção de suco gástrico, que levam a problemas como a gastrite e a úlcera gástrica.

Esse processo de transformações químicas dura, em média, 3 horas e resulta no quimo, uma massa branca e espumosa que é encaminhada para o intestino delgado. É aqui que ocorre a separação das enzimas digestivas, que dá origem a diversas moléculas como a glicose e os aminoácidos.

Plano de Estudos para Medicina

Para tanto, as glândulas anexas são fundamentais: o quimo é banhado pela bile, secretada pelo fígado e armazenada na vesícula biliar. Além disso, também recebe o suco pancreático, que favorece a sua neutralização. O intestino delgado produz movimentos peristálticos, que encaminham o quimo para o intestino grosso.

Etapa intestinal

Por último, o quimo vai para o intestino grosso — que mede 1,5 m de comprimento —, onde ocorre a absorção de água e de nutrientes pelo organismo. Os resíduos que não podem ser aproveitados formam o bolo fecal, que passa pelo cólon e vai se encaminhando para o reto, onde é eliminado pelo ânus em forma de fezes.

Repare que a eliminação de fezes é parte do sistema digestivo, enquanto a produção e a eliminação de urina fazem parte do sistema excretor, sobre o qual comentamos.

Funcionamento dos principais órgãos

Com o conhecimento acerca das etapas da digestão, vale a pena estudar mais a fundo o funcionamento de cada órgão e sua participação no processo digestivo. Atente, sobretudo, aos problemas de saúde decorrentes do mau funcionamento desses órgãos.

Para se aprofundar ainda mais, vale a pena fazer uma revisão geral dos assuntos que mais caem no Enem. Para ajudar você, separamos uma videoaula completa! O professor explica sobre o sistema digestivo na marca de 1h19min.

Glândulas anexas

Também é interessante focar o estudo na participação das glândulas anexas, relacionando o sistema digestivo com o sistema endócrino. Novamente, dê atenção a problemas de saúde relacionados a elas, já que o Enem costuma ser uma prova com questões mais contextualizadas.

Por exemplo, desequilíbrios nas funções pancreáticas são responsáveis pelo desenvolvimento de diabetes, já que esse é o órgão que produz insulina. Então, vale a pena reforçar a leitura de temas interdisciplinares, como a relação entre disfunções metabólicas, problemas de saúde pública e hábitos da sociedade.

Qual é a diferença entre anatomia e fisiologia do sistema digestivo?

Para terminar este resumo para o Enem, anote aí a diferença entre anatomia e fisiologia do sistema digestivo. A primeira concentra-se na morfologia dos órgãos, isto é, sua estrutura física. Já a fisiologia estuda o funcionamento desses mesmos órgãos, incluindo a produção de enzimas, as contrações etc.

É importante dedicar-se a todos esses aspectos, já que ambos contribuem para o entendimento sobre a dinâmica digestiva. Por exemplo, se você conhece as diferentes partes anatômicas do intestino delgado, consegue compreender melhor como se dá a formação do bolo fecal e a segregação de moléculas.

Para ficar craque no assunto e, ainda, conferir videoaulas, fazer exercícios, realizar simulados e receber um plano personalizado de estudos para esse tópico e outras matérias do Enem, a dica é cadastrar-se no Trilha do Enem. Essa é uma plataforma gratuita de estudos que certamente contribuirá com a sua aprovação!

E aí, conseguiu tirar suas dúvidas sobre o sistema digestivo? Como você viu, alguns dos principais pontos na hora de estudar esse tema para o Enem são as etapas de digestão, a participação de cada órgão e o papel das glândulas anexas.

Antes de ir, que tal estudar um pouco mais? Aprenda o que são as funções matemáticas e como elas são cobradas no Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: