O que é o parnasianismo e como estudar o assunto?

mãos digitando estudando parnasianismo para enem

Quem se preocupa com o que cai no Enem e no vestibular, não pode deixar de fora do seu radar o Parnasianismo, um dos movimentos literários que pode estar presente na prova de Literatura. Não está muito por dentro do tema? Não se preocupe! Neste post, vamos explicar o que é Parnasianismo, o que é preciso estudar sobre esse movimento literário e qual era o contexto histórico da época em que ocorreu.

Por aqui, vamos conversar sobre os seguintes tópicos:

  • O que foi o Parnasianismo?
  • Qual era o contexto histórico?
  • Quais são as características do movimento?
  • Quais são os principais autores e suas obras?
  • O que é preciso estudar sobre esse movimento literário?

Além disso, também verá a influência do Parnasianismo na contemporaneidade. Então, continue sua leitura e comece já a se preparar para a sua prova de Português e Literatura!

O que foi o Parnasianismo?

Movimento literário que começou no final do século XIX e se estendeu ao início do XX, faz parte do chamado ciclo antirromântico que, como você pode imaginar, se contrapõe ao famoso Romantismo.

O Parnasianismo foi uma escola literária baseada essencialmente na poesia. Além disso, as obras parnasianas têm entre suas principais características a nitidez nas descrições, a impessoalidade e o uso das concepções sobre rima e ritmo consideradas mais tradicionais.

Cultuar a forma é prioridade para os autores que compõem a escola. Para eles, a arte pela arte bastava. Por isso, não tinham como primazia a discussão das questões sociais da época.

Qual era o contexto histórico?

Na segunda metade do século XIX, em uma sociedade em constante transformação, principalmente pelas descobertas da ciência e pela Revolução Industrial, o sentimentalismo romântico dá lugar à razão na produção literária.

O impacto dessa transição na poesia é bastante profundo, pois depois de passarem décadas tendo as emoções como principal fonte de inspiração, os poetas passam a privilegiar a forma em detrimento do conteúdo, criando, assim, a nova estética chamada de Parnasianismo.

Criado na França na década de 60, o movimento parnasiano no Brasil conquistou relevância, graças a uma polêmica literária. Realistas e parnasianos de um lado e românticos de outro, a guerra foi travada no jornal “Diário do Rio de Janeiro”, em um episódio que ficou conhecido como “A Batalha do Parnaso”.

Defendido por diversos artistas que, mais tarde, fundariam a Academia Brasileira de Letras (ABL), o Parnasianismo virou sinônimo de erudição e elegância. Isso explica, em parte, a grande aceitação que o movimento teve entre a elite na época e sua permanência até o advento do movimento modernista em 1922. 

O Parnasianismo aconteceu no mesmo período que os movimentos literários Realismo — que teve Machado de Assis entre seus principais representantes — e Naturalismo. Podemos considerar, então, que o contexto histórico que influenciou a arte realista, naturalista e parnasiana foi o mesmo.

É importante ter em mente que embora o Parnasianismo, o Realismo e o Naturalismo tenham se dado durante o mesmo período histórico, apenas autores dos dois últimos movimentos literários fizeram a opção de ter posicionamento político e social, criticando a realidade vigente.

Os parnasianos, por outro lado, buscavam não se envolver com as questões sensíveis do seu tempo, optando por se preocupar, basicamente, com a forma e em produzir uma arte mais mimética.

Quais são as características do movimento?

Objetividade, impessoalidade e razão sobrepondo-se à emoção estão entre as principais características da obra parnasiana. A seguir, veja mais detalhes sobre essas e outras singularidades do Parnasianismo e tenha mais informação para a sua preparação para o Enem!

Objetividade

Essencialmente mimética, as obras produzidas dentro do Parnasianismo se assemelham, de certa forma, à prosa do Realismo ao serem extremamente objetivas.

Impessoalidade/Imparcialidade

O eu lírico parnasiano se distancia para, assim, não ter nenhum tipo de envolvimento com o objeto que explora em sua obra.

Razão

A emoção, que era tão forte no Romantismo, dá lugar à razão na obra parnasiana. Isso faz todo o sentido ao pensar que o movimento faz parte do ciclo antirromântico, que buscava se opor ao sentimentalismo por meio do pensamento racional.

Descritivismo

A plasticidade é uma das principais características da poesia parnasiana. Qualidade e diversidade no plano da forma são facilmente observadas.

Apreço pelas formas clássicas

A escola literária é ligada às formas clássicas, não à toa, o nome do movimento é derivado de “Parnasos”, monte da Grécia antiga ligado ao deus do Sol, Apolo.

Quais são os principais autores e suas obras?

Os princípios estéticos do Parnasianismo conquistaram muitos autores brasileiros. O principal deles foi Olavo Bilac, mas também merecem destaque Raimundo Correia e Alberto de Oliveira. Saiba mais sobre eles e arrase no Parnasianismo no Enem!

Olavo Bilac

Considerado um patriota nato, Bilac foi o compositor do Hino à Bandeira. Destaque máximo da escola parnasiana brasileira, ganhou grande popularidade por saber como ninguém trabalhar as palavras e criar versos que não podem ser esquecidos. A escrita de sonetos é considerada sua grande especialidade. O Tratado de Versificação é uma de suas principais obras.

Alberto de Oliveira

Oliveira é considerado um dos mais perfeitos poetas parnasianos brasileiros. Com retórica objetiva e detentor de grande habilidade sintática, o poeta se destacava pelas métricas rígidas usadas em sua produção. Seu segundo livro, Meridionais, merece destaque.

Raimundo Correia

As ideias de Schopenhauer, pensador alemão que atribuía todos os males e todas as dores do mundo à vontade de viver, eram forte influência na obra de Correia. Como você pode imaginar, os textos deste autor parnasiano tinham uma boa dose de filosofia e reflexão, não tão presentes em seus pares Bilac e Oliveira.

O forte aspecto estético está presente, mas entremeado com uma boa dose de pessimismo e amargura. Sinfonias é sua principal obra dentro do universo parnasiano.

O que é preciso estudar sobre esse movimento literário?

Para não deixar nada de fora na hora de estudar o movimento parnasiano, fique de olho nesses pontos e se dê bem no Parnasianismo no vestibular:

  • principais características da escola literária;
  • principais autores e obras;
  • linguagem utilizada;
  • temáticas mais comuns;
  • contexto histórico.

Como você viu, o Parnasianismo foi uma escola literária essencialmente baseada na estética e que tinha como principais características a objetividade e impessoalidade. Entre suas influências na contemporaneidade está a lembrança de que é possível fazer a arte pela arte e que a forma pode ter tanta importância quanto o conteúdo.

Por outro lado, é importante lembrar que uma das grandes críticas feitas aos poetas parnasianos foi o não envolvimento com as questões sociais e políticas da época, o que também vale a reflexão. Agora que você já está por dentro desse movimento literário, por que não fazer o Trilha do Enem e ver como está o seu desempenho? Não deixe também de ficar de olho nas previsões Enem 2020!

Quer continuar seus estudos em Literatura? Então leia também sobre quais são as principais obras de Fernando Pessoa que caem no Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: