5 dicas para entender melhor as expressões numéricas

homem escrevendo expressões numéricas

Você sabe o que são expressões numéricas? Desde muito cedo, os números já começam a fazer parte do nosso dia a dia. Aprendemos regras, hierarquias e aplicações da Matemática e suas Tecnologias. Essa familiarização é importante, já que os cálculos são necessários para uma boa nota no Enem e no vestibular.

À primeira vista, o tema deste post pode até parecer complexo, mas, no decorrer do texto, você perceberá que tudo é uma questão de prática — até mesmo para a resolução de problemas. Ao compreender a lógica por trás das expressões, seus estudos farão muito mais sentido daqui para a frente. Confira as dicas que separamos! Tudo pronto para ficar craque no assunto? Bons estudos!

Entenda o que são expressões numéricas

Antes de falarmos sobre as dicas, vamos relembrar o que são expressões numéricas e qual é o seu papel na prova de Matemática no Enem. Em uma linguagem simples, podemos dizer que as expressões numéricas são operações básicas usadas para resolver problemas de Matemática. Por exemplo:

{100 – [25 . (35 : 7) ] . 2} = ?

Tanto no Enem como nas provas do vestibular, elas não costumam aparecer em sua forma numérica. O que isso significa? Que o problema faz parte do enunciado da questão, isto é, você precisa extrair as informações necessárias para montar a operação e encontrar a resposta certa.

Sequência das expressões

Para saber interpretá-las da forma correta, é preciso compreender a ordem das coisas antes de começar os cálculos. Existe uma hierarquia entre as operações e os sinais que acompanham os números. O caminho é bem simples!

Sinais

No nosso exemplo, a primeira operação que deve ser resolvida é a que está entre parênteses (35 : 7). Depois é a vez de solucionar o que está dentro dos colchetes [25 . 5]. Por fim, calculamos o que está nas chaves {100 – 125 . 2}.

Operações

O cálculo começa pelas raízes e potências. Como nosso exemplo não tem nem um, nem outro, vamos pular essa parte. O próximo passo é resolver multiplicações e divisões, destacado em negrito: { 100 – [25 . (35 : 7) ] . 2} = ?.

Para concluir, é a vez da adição e da subtração: {100 – 125 . 2} = {100 – 250} = – 150.

Aplique 5 dicas para se dar bem na prova

Resolver funções matemáticas fica bem mais fácil depois de visualizá-las na prática, não é? Pois agora que apresentamos a estrutura das expressões numéricas com direito a exemplo, vamos compartilhar dicas para você montar o seu plano de estudos. Afinal, queremos que você se saia bem no Enem e no vestibular para começar a sua vida acadêmica.

1. Saiba interpretar as questões da prova

Lembra quando falamos sobre extrair as informações? Para resolver as questões das provas, é preciso contar com a habilidade de interpretação de texto. Pois é, ela não é necessária apenas em conhecimentos na área de Humanas. Saber interpretar o enunciado é essencial para entender qual é o problema proposto e encontrar caminhos para resolvê-lo.

Por isso, antes de partir para os cálculos, leia a questão com muita atenção e anote tudo que achar necessário. Um detalhe pode fazer a diferença na resposta. A dica é sempre ler uma vez para assimilar o contexto e ler uma segunda vez para anotar os dados.

2. Entenda a teoria por trás da expressão

Expressões numéricas no Enem ou no vestibular aparecem disfarçadas no meio da pergunta, mas também podem vir em forma de operações, como a que mostramos para você. Vamos avaliar uma questão real que caiu no vestibular.

(UNAERP SP/ 2006) Analisando as expressões:

I. [(+2).(-¾)] : (-⅔)

II. (+2-3+1) : (-2+2)

III. (+4-9) : (-5+3)

IV. (2-3+1) : (-7)

Podemos afirmar que zero é o valor de:

( ) somente II e IV

( ) somente I, II e IV

( ) somente I e III

( ) somente II

( ) somente IV

Neste caso, precisamos resolver cada uma das expressões numéricas para descobrir qual delas se iguala a 0. Então, a resolução ficaria da seguinte maneira:

I. [(+2)(-¾)] : (-⅔) = (-6/4) : (-2/3) = (-6/4) . (3/-2) = 18/8 = 2,25

II. (+2-3+1) : (-2+2) = 0:0 = como não é possível dividir um número por 0, o resultado é ≠ 0

III. (+4-9) : (-5+3) = (-5) : (-2) = 2,5

IV. (2-3+1) : (-7) = 0 : (-7) = 0

Portanto, chegamos à conclusão de que a resposta certa é a última alternativa: somente IV. Ao entender a teoria por trás das expressões numéricas, seu cérebro começará a assimilar melhor o conteúdo, enquanto todo o processo se tornará mais racional.

3. Utilize estratégias para decorar as fórmulas

Na Matemática, é preciso memorizar muitas fórmulas para chegar com o preparo necessário no Enem e no vestibular. Uma das melhores estratégias na hora de decorar é fazer assimilações. Crie frases engraçadas de acordo com a sequência de letras ou números que aparecem nas operações. Isso ajudará a lembrar com mais facilidade.

Outro meio de decorar é transformando uma operação em música. Vale criar uma paródia ou, até mesmo, escutar uma determinada melodia quando for resolver alguma função matemática. Além de memorizar, sua criatividade também será estimulada.

4. Faça exercícios com frequência

Lembra quando dissemos que tudo é uma questão de prática? Pois o ditado “a prática leva à perfeição” faz muito sentido aqui e em outras matérias. Quanto mais exercícios você fizer, mais fácil será resolver as expressões numéricas. Como material de apoio, utilize o Trilha do Enem e crie um plano de estudos personalizado e cheio de exercícios para praticar.

Se as repetições funcionam com os exercícios físicos, elas também podem ser eficazes na teoria. Com o tempo, as consultas aos livros serão menos frequentes, já que as fórmulas estarão na sua cabeça. Então pratique!

5. Tire dúvidas com os professores

Por vergonha ou por achar que uma pergunta pode não fazer sentido, muitos alunos deixam de tirar dúvidas na sala de aula. Seja qual for a sua limitação, deixe-a de lado e pergunte tudo que não tiver entendido direito. Os professores são seus maiores aliados para vencer o Enem e qualquer prova de vestibular.

Como foi a leitura? Se você chegou até aqui, esperamos que esteja com menos dúvidas sobre as expressões numéricas. Assim como em todas as matérias, sobretudo, na Matemática, o conteúdo requer muita prática, dedicação e aplicação das 5 dicas que compartilhamos neste post. Ao longo do tempo, todos os cálculos serão mais simples e logo começarão a fazer parte da sua rotina de estudos.

Gostou do que aprendeu? Então confira o nosso guia completo para montar um plano de estudos para o Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: