Enem: conheça as áreas 4 de conhecimento do exame

enemconhecaasareas4deconhecimentodoexame

Se você tem planos de entrar na faculdade e pretende fazer a prova do Enem, provavelmente está com uma série de dúvidas sobre o exame: como se preparar do jeito certo? Vale a pena investir em um curso preparatório para ter um bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio? O que cai na prova?

Caso todas essas dúvidas estejam tirando o seu sono, pode se tranquilizar: nós estamos aqui para ajudar você nesse momento importante. E, para começar, vamos contar quais são as áreas do conhecimento do Enem e como se sair bem em todas elas. Confira!

Quais são as áreas do conhecimento do Enem?

É preciso saber que existem quatro áreas do conhecimento cobradas no Enem. São elas:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias;
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Cada uma delas representa um grupo de matérias ensinadas ao longo de todo o ensino médio. Por isso, cada área do conhecimento apresenta 45 questões objetivas, que vão exigir as habilidades desenvolvidas na vida escolar, como interpretação de texto, raciocínio, cálculos e aplicação de conceitos.

Além das questões objetivas, há a redação, que tem o valor de 1.000 pontos, além de ser a nota máxima do exame. As pontuações obtidas vão definir a média geral de cada estudante que fez a prova.

Quer saber quais são as disciplinas cobradas por elas e como é a distribuição do conteúdo na prova do Enem? É isso que vamos revelar para você agora mesmo!

Ciências Humanas e suas Tecnologias

A prova de Humanas é aplicada no primeiro dia do Enem e nela são cobrados aqueles assuntos ensinados nas aulas de Geografia, História, Sociologia e Filosofia. No entanto, não basta apenas decorar os fatos e os nomes importantes para a humanidade, ok?

A verdade é que essa parte da prova costuma relacionar diversos conceitos com fatos do passado e, também, com atualidades. Por isso, é importante desenvolver a habilidade de interpretação e se manter atualizado sobre o que acontece no mundo ao redor!

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Essa parte da prova também é feita no primeiro dia do exame. É a área do conhecimento que vai testar o quanto você sabe sobre Português, Artes e sobre uma língua estrangeira, que você pode escolher no momento da inscrição se será inglês ou espanhol.

Aliás, além das quarenta e cinco questões objetivas, a área de Linguagens traz como bônus a redação do Enem, que deve ser feita no modelo dissertativo-argumentativo.

Matemática e suas Tecnologias

Como o próprio nome já diz, essa área do conhecimento é aquela que envolve cálculos, fórmulas e muito raciocínio lógico. É isso mesmo: o segundo dia da prova do Enem traz 45 questões que abordam os variados assuntos estudados dentro da Matemática, como equações, geometria, regra de três, probabilidade, entre outros tópicos relevantes.

Portanto, levando ou não jeito para Exatas, vale a pena intensificar os estudos para conseguir uma boa pontuação nesse ramo da prova.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Pensou que estaria livre de Biologia, Química e Física na prova do Enem? Parece que você se enganou… a verdade é que essas matérias são abordadas na prova de Ciências da Natureza, que é aplicada no segundo dia do exame.

Mas se a sua ideia é apenas memorizar todas as fórmulas, tome cuidado! Essa parte do exame costuma trazer um contexto que precisa ser interpretado no enunciado. Assim, você consegue saber qual é a resposta e, no caso dos exercícios envolvendo cálculos, o que precisa ser feito.

Como ter um bom desempenho em todas as áreas do conhecimento do Enem?

Agora que você já sabe quais são as quatro áreas do conhecimento que precisa dominar para se sair bem no Enem, pode ser que esteja em dúvida sobre a forma de estudar todas essas matérias, certo?

Então, já vamos adiantar uma coisa: é importante ter um estudo multidisciplinar! Isso é necessário porque existem questões que vão abordar conceitos de diversas matérias, e mais de uma habilidade será utilizada para chegar até a alternativa correta.

Um exemplo disso é a prova de Matemática, que costuma trazer questões no estilo de situações-problema. Nesses casos, é preciso fazer a leitura do texto, compreender e interpretar o enunciado e só então partir para a resolução do cálculo exposto. Fica a dica: praticar com questões anteriores vai ajudar a desenvolver o raciocínio necessário para resolver esse tipo de questão em muito menos tempo.

Qual é o peso de cada área na prova?

Pode admitir: você está, secretamente, desejando que aquela área do conhecimento que não é o seu forte tenha um peso menor no Enem, não é mesmo? Mas apesar de esse ser o desejo de muitos estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio, o peso de cada área não é algo definido diretamente pela prova.

O fato é que, ao contrário da prova de Redação, que tem nota mínima de zero e nota máxima equivalente a 1.000 pontos, as outras áreas têm suas pontuações definidas a partir do desempenho geral de quem fez a prova. Por conta disso, os pesos para a seleção das vagas ofertadas a partir do Enem são estabelecidos pela própria instituição de ensino.

Dessa forma, é comum que algumas faculdades definam pesos maiores para Matemática e Ciências da Natureza no caso dos cursos relacionados a essas áreas, como Engenharia e Medicina, e que determinem valores maiores para Linguagens e Humanas no caso de quem opta por cursos que tenham relação com as matérias exigidas nessas provas, como Direito e Jornalismo.

No entanto, muitas instituições não adotam o sistema de pesos e, em casos assim, a nota final do estudante é feita apenas a partir da média geral nas quatro áreas do conhecimento e na produção textual.

Então, principalmente se você vai estudar sozinho para o Enem, vale a pena começar desde já a estudar os tópicos que são abordados no exame e praticar a sua escrita. Assim, você aumenta suas chances de conseguir uma média excelente e garantir uma vaga no curso dos seus sonhos.

Como comentamos, a redação é uma parte superimportante do exame e sua nota tem muita influência na média final. Que tal aproveitar sua visita aqui no blog e conferir os critérios de uma redação nota mil?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.9 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: