Saiba como diminuir o sono durante os estudos em 8 passos

diminuir o sono durante os estudos

Foco e concentração são características essenciais para obter novos aprendizados. É por isso que, quando estamos com o corpo e a mente cansados, fica difícil prestar atenção a qualquer tipo de conteúdo. Uma boa forma de contornar o problema é entender como diminuir o sono durante os estudos.

Se você já está na faculdade ou vem se preparando para provas importantes, precisa encontrar maneiras de amenizar os efeitos da fadiga. Dessa forma, terá condições de dar seu melhor em cada atividade, além de manter a saúde para lidar com a pressão do vestibular e do Enem.

Quer saber quais práticas podem ajudá-lo a deixar a produtividade lá em cima? Então, é só ficar de olho nas dicas que preparamos para você:

Escute músicas agitadas

Muitas pessoas conseguem fazer exercícios, elaborar resumos e até memorizar conceitos na companhia de um som animado. Tal hábito costuma funcionar porque, além de manter o corpo em estado de alerta, torna o momento do aprendizado mais divertido.

Assim, se você tem tido muito sono para estudar, pode ser interessante montar uma playlist com músicas de suas bandas favoritas. Por outro lado, se as letras das faixas incomodarem — a ponto de fazer com que você queira cantar junto —, vale a pena selecionar sons desconhecidos ou apenas instrumentais.

Outra opção é reproduzir ruídos que simulam a atmosfera de ambientes agradáveis. Na internet, é possível encontrar áudios com barulhos típicos de cafés, espaços corporativos, natureza e até fenômenos naturais, como chuva e crepitar de fogueira.

Deixe o ambiente bem iluminado

Quem nunca sentiu vontade de dormir ao ver um filme em uma sala escura? Isso ocorre, pois, quando há pouca ou nenhuma luminosidade, nosso organismo consegue produzir o hormônio melatonina na quantidade adequada, o que contribui para a chegada do sono.

Porém, não queremos que esse processo aconteça na hora de ler ou responder questões. Então, vale evitar quartos mal iluminados e, se necessário, aumentar a claridade no local de estudos. A adição de uma luminária de mesa ou a substituição da lâmpada por um modelo mais eficiente são boas práticas.

Evite locais muito quentes

Você, assim como a maioria das pessoas, deve sofrer com a preguiça nos dias que marcam altas temperaturas. Sensação de moleza, olhos pesados e a incômoda sudorese fazem com que a única vontade seja permanecer sentado ou deitado em um local ventilado.

Para evitar que o calor prejudique seu desempenho e, consequentemente, seus resultados no Enem e em outras provas, priorize espaços frescos e arejados. Se não puder contar com aparelhos para fazer a climatização artificial, como ar condiciado e ventilador, alie a escolha de cômodos sombreados ao uso de roupas leves.

Outro ponto relevante em relação ao local de estudos é a ergonomia: providencie uma cadeira confortável, que ofereça apoio adequado para os braços e, principalmente, para a região lombar.

Descubra a sua hora de ouro

Essa é uma prática fundamental para quem quer aprender como diminuir o sono durante os estudos. Afinal, cada pessoa tem um estilo de vida, o que acaba por determinar seus hábitos, seu ritmo de trabalho e seu modo de fazer as coisas.

Nesse sentido, observe a sua rotina ao longo de uma semana e identifique os horários em que costuma ter mais disposição. Se for durante a manhã, o ideal é reservar esse momento do dia para estudar gabaritos, revisar conteúdos e responder simulados.

Dê um gás na hora em que estiver motivado para aproveitar seu tempo e energia ao máximo. Esses períodos podem ser intercalados com uma boa xícara de café ou outra bebida estimulante de sua preferência.

Respeite seus períodos de descanso

O sono pode ser seu inimigo em determinadas situações, mas você jamais deve negligenciá-lo. Ao estabelecer horários para dormir, faça um esforço para cumpri-los — do contrário, passará a sentir os efeitos colaterais rapidamente.

Além do descanso propriamente dito, quando você deita para uma longa soneca, é importante reservar momentos para relaxar e praticar o lazer. Isso pode incluir desde tarefas tranquilas, como um banho relaxante, até programas agitados, como passeios, ida ao cinema e prática de exercícios.

Ao respeitar suas necessidades, incluindo a diversão, é possível retomar o ânimo diário para conquistar seus objetivos. Em outras palavras, você terá mais foco para estudar e arrasar nas avaliações.

Consuma alimentos variados

Os nutrientes são o combustível para o bom funcionamento do corpo, por isso, devem estar todos presentes em sua dieta. Lembra do famoso esquema da pirâmide alimentar? Pois é, ele continua sendo um gráfico importante para quem é leigo e precisa planejar as próprias refeições.

Se você quer ter mais produtividade e motivação, tente consumir uma boa variedade de alimentos. Proteínas, gorduras e carboidratos devem aparecer em seus pratos ao longo do dia, assim como produtos que contenham vitaminas e minerais.

Uma boa opção para seguir seu plano de estudos sem cansaço é evitar alimentos pesados durante a rotina de aprendizados. Assim, quando sentir fome e precisar beliscar alguma coisa, faça uma pausa e priorize as frutas ou os sanduíches simples.

Beba bastante água

Uma hidratação de qualidade contribui para afastar o sono porque mantém os órgãos vitais funcionando corretamente, evitando que roubem mais energia de outros. Ela também reduz a sensação de calor, diminuindo a temida fadiga.

Cada pessoa precisa de uma quantidade específica de água por dia, mas é possível controlar os níveis adequados a partir da observação da cor da urina — o ideal é que ela seja quase transparente.

Se você costuma esquecer de ingerir líquidos, a dica é manter sempre uma garrafa de água ao lado da mesa de estudos. Com o recipiente à vista, a chance de tomar alguns goles aumenta e, com o tempo, passa a ser um hábito.

Cultive bons pensamentos

Quem já prestou o Enem e diferentes vestibulares sabe que o estresse a ansiedade são comuns na preparação ao longo do ano. O problema é que esses sintomas só atrapalham o estudante, gerando preocupações excessivas, medo e nervosismo.

É importante controlar tais sentimentos para que não suguem toda a sua energia, fazendo com que tenha preguiça de estudar e de melhorar seu desempenho. Boas práticas para acalmar e focar no que é importante incluem respiração lenta, meditação e cochilos curtos entre atividades complexas.

No mais, cultive bons pensamentos e tenha em mente que várias pessoas estão enfrentando esse processo com você. Também não force a barra para ser perfeccionista. Entender que cada um tem um ritmo e uma realidade próprios é o segredo para ficar tranquilo e longe da procrastinação.

Já que você aprendeu como diminuir o sono durante os estudos, tem totais condições de aproveitar cada oportunidade para potencializar a fixação de novos conteúdos. Basta, a partir de agora, filtrar as dicas que mais têm potencial e integrá-las à sua rotina.

Quer mais práticas para melhorar seus resultados? Temos um post com 6 formas de fazer resumo e otimizar seus estudos! Aproveite!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: