Bolsa de estudos para professores: como conseguir?

estudante com bolsa de estudos

Todo profissional de educação sabe que a tarefa de ensinar é desafiadora. Além do esforço e do tempo gasto em inúmeras atividades, é necessário manter os métodos e os conteúdos em dia. Um professor dedicado busca sempre novas formas de ensinar e pontos de vista diferenciados para o que já sabe.

Além disso, sua presença pode ultrapassar os limites da escola, resultando em projetos variados. Por esse motivo, sua experiência não deve ficar restrita ao campo da sala de aula. Uma segunda formação pode expandir as possibilidades de atuação, fortalecendo conhecimentos e criando novos canais de interação.

Se você é professor e tem esse perfil, existem benefícios e descontos exclusivos para viabilizar o aprimoramento da carreira. Neste artigo, você encontra dicas de como conseguir uma bolsa de estudos sendo professor. Leia e descubra os caminhos existentes!

Pesquise sobre descontos para segunda graduação

Antes de mais nada, saiba que existem muitas modalidades de bolsa e facilidades para um professor voltar a estudar. Entre as formas mais comuns, estão os descontos para a segunda graduação.

Na maioria das faculdades, quem já tem diploma de graduação encontra vantagens importantes para continuar os estudos. Esse é o caso de quase todos os professores, pois o diploma normalmente é obrigatório para lecionar.

Vale muito à pena pesquisar sobre os descontos dessa natureza. Eles estão disponíveis em diversas instituições de ensino, permitindo que o aluno prossiga em sua formação com um planejamento financeiro equilibrado.

O percentual de abatimento na mensalidade costuma ser alto, podendo chegar a 50% para ex-alunos da mesma faculdade. Quem veio de fora recebe um percentual menor de desconto, mas, mesmo assim, é favorecido para obter um segundo diploma.

Além dessa prática de diminuição do valor da mensalidade, a segunda graduação traz uma maneira adicional de economia. É a redução da quantidade de parcelas, tendo em vista que a duração da graduação será menor.

Explicando melhor: existem disciplinas básicas que se repetem de um curso para outro. É o caso, por exemplo, da Metodologia Científica. Não há necessidade do aluno que vai ingressar em um novo curso realizá-las novamente.

Na hora de fazer a matrícula, você pode pedir que essas matérias sejam aproveitadas. Isso significa que a trajetória pode se iniciar em uma etapa avançada, reduzindo o período total da segunda graduação. Assim, além de receber o desconto usual, você paga menos mensalidades, poupando tanto tempo quanto dinheiro.

Inscreva-se em processos de bolsa para segunda Licenciatura

Não é possível concorrer às bolsas de estudos do Prouni (Programa Universidade para Todos) quando já se tem diploma. O programa contempla apenas candidatos que ainda não são graduados, oferecendo um pontapé inicial para a formação.

Mesmo assim, existem formas de bolsas válidas para uma segunda Licenciatura. O valor pode ser reduzido mediante processos específicos, disponíveis no ato de inscrição para o vestibular.

Essa prática é comum no ensino privado, apresentando condições especiais para quem deseja voltar a estudar. Após investigar as instituições que mais combinam com você, procure saber quais são as bolsas desse tipo que elas oferecem.

Diversas faculdades oferecem, inclusive, programas específicos de segunda Licenciatura. Eles permitem obter um diploma em tempo abreviado e ainda trazem valores de mensalidade inferiores.

Alternativas que vêm sendo procuradas são os cursos a distância ou a faculdade semipresencial. Isso porque o candidato de segunda graduação costuma estar inserido no mercado de trabalho, tendo horários mais engessados. Assim, existem cursos com grade curricular flexível voltada para o aprimoramento profissional e, para melhorar, os preços costumam ser mais baixos.

Opte pela formação pedagógica com desconto

Essa via atende profissionais que já tiraram diploma de bacharel ou de tecnólogo, mas desejam ampliar as possibilidades de atuação. Uma maneira de fazer isso é buscar uma formação pedagógica.

O objetivo dessa modalidade é capacitar o aluno a ministrar aulas em áreas de conhecimento específicas. Quem já tem diploma pode se beneficiar de descontos e vantagens especiais. Em geral, não é necessário prestar o vestibular novamente, bastando apresentar os documentos da primeira graduação.

Cursos desse tipo atraem, por exemplo, a pessoa que tem vontade de se tornar professor. As matérias abrangem os domínios da educação básica, como Educação Física, Biologia e História.

Também é uma boa escolha para profissionais que já dão aulas, mas desejam aperfeiçoar sua compreensão da estrutura pedagógica. Desse modo, tornam-se mais aptos a assumirem cargos de planejamento, coordenação e supervisão de atividades.

O professor que optar pela formação pedagógica ainda pode atuar em editoras, produzindo, revisando e analisando materiais didáticos. Essa é uma maneira de ampliar as perspectivas no mercado.

Além disso, a duração média do ensino costuma ser entre 12 e 15 meses aproximadamente. Desse modo, é uma forma recomendada para quem não pode comprometer a renda por períodos maiores, mas precisa aprofundar os estudos para incrementar as chances de sucesso.

Vale lembrar que quase todas as faculdades privadas oferecem bolsas diferenciadas para servidores públicos, bem como para seus filhos. Os professores que atuam na rede pública de ensino (federal, estadual ou municipal) se enquadram nessa categoria.

A bolsa para servidores traz excelentes taxas de desconto, podendo chegar a 35% em alguns casos. Essa é uma ótima oportunidade para quem busca fortalecer a sua trajetória por meio de uma Licenciatura ou de uma formação complementar.

Estude na faculdade que dá aulas

Se você dá aula em uma faculdade, a alternativa mais simples é procurar desconto nela mesma. Essa prática é comum, pois a maioria dos locais de ensino incentiva o aprimoramento de seus professores e tem grande interesse em mantê-los atualizados.

Em alguns casos, essa pode ser até mesmo o degrau para assumir uma posição de destaque dentro da instituição. Afinal, investir em educação de qualidade é um modo de impulsionar sua carreira e valorizar sua posição de professor. Por isso, avalie com atenção e encontre a melhor opção para o seu caso.

Há muitas formas de bolsa, descontos e financiamento, a maior parte negociada diretamente com a instituição. Agora que você conhece algumas possibilidades, se aprofunde no assunto. Veja as opções de Segunda Graduação para professores!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: