Novo FIES: conheça as 6 principais características

estudante pelo novo fies em faculdade

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) recebeu melhorias no programa, em seu novo formato — Novo FIES. O projeto, que está em funcionamento desde 2001, tem como objetivo proporcionar o acesso de mais estudantes brasileiros ao ensino superior.

O modelo atual passou a vigorar em 2018, por meio da Portaria MEC nº 209. Ele é mais moderno e flexível, visando ampliar o número de alunos atendidos e trazer mais transparência sobre a gestão dos recursos. E mais mudanças chegaram a partir do segundo semestre de 2020.

Veja, neste artigo, 6 características do Novo FIES, o programa que possibilita a entrada de estudantes no curso superior que desejam!

Modalidades

Para que o programa de financiamento não entrasse em colapso e evitar a crescente inadimplência, foram feitas algumas atualizações no FIES. As novas modalidades de financiamento são:

  • FIES — juros zero para quem tem renda familiar per capita de até 3 salários mínimos. O estudante pode se inscrever nessa modalidade e só começa a pagar depois de formado, de acordo com sua renda. Oferta de 100 mil vagas para todo o país;
  • P-FIES (Programa de Financiamento Estudantil) — apenas para estudantes com renda familiar per capita de até 5 salários mínimos, com juros mais baixos que os do mercado. Oferta para estudantes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste;
  • recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDS) — valia para alunos de todo o Brasil, com renda familiar per capita de até 5 salários mínimos. Com as novas mudanças, passa a valer para estudantes com qualquer renda.

No P-FIES, o financiamento será desvinculado do Enem, ou seja, não será necessário apresentar a nota do Exame para concorrer a uma vaga.

Nota mínima do Enem

O candidato ao FIES precisa ter tirado pelo menos 450 pontos de média nas provas do Enem. Outro fator é não ter zerado a redação do Enem.

Se atender a esses dois critérios em relação à nota de qualquer edição do Enem desde 2010, o estudante pode participar do processo do FIES. Uma observação importante é que valem os dois critérios no mesmo exame, ok? Não tem como usar a nota da redação de 2018 e a média de 2019, por exemplo. A nota da redação e a média das provas têm que ser conjuntas.

Mas atenção: ter média acima de 450 pontos e ter recebido nota na redação não significa que, automaticamente, você vai ganhar o financiamento. Existe uma nota de corte do FIES para cada curso, em cada instituição diferente.

Só para ter uma ideia, Medicina, que é o curso mais concorrido, teve nota de corte mínima de 720 pontos. Só fazendo mais do que isso no Enem pra poder concorrer ao financiamento em uma faculdade de Medicina, além de cumprir todos os outros requisitos em relação à renda familiar.

Período de solicitação

Quer solicitar o FIES? Você vai precisar passar por quatro etapas, da solicitação à contratação. A primeira é a pré-seleção. No site gov.br, será necessário criar a sua conta, que é válida para acessar qualquer serviço digital do Governo Federal. Siga os passos:

  • baixe o app Meu gov.br e faça a validação facial;
  • digite o seu CPF, faça o aceite dos termos de uso e valide a tecla captcha;
  • gere o QRCode e faça a leitura dele no app.

Em uma segunda tela, seus dados pessoais devem ser inseridos. Depois, basta habilitar o cadastro e definir sua senha. Você também precisa indicar três opções de curso/turno/local.

Tudo certo até agora? Vamos para a etapa de inscrição.

Os dados referentes à renda familiar, informações do fiador, banco escolhido e documentos que comprovam tudo isso serão apresentados nessa etapa, caso tenha dado tudo certo na anterior.

Confirmada a inscrição? Chegou a etapa de validação. Agora, é preciso confirmar a vaga e a instituição para a qual você está se candidatando. Ou seja, é preciso validar as informações na faculdade em que você deseja estudar.

Quem ficar na lista de espera terá até 31 de agosto para saber se haverá ou não vagas remanescentes do FIES. Caso você seja selecionado, deve comparecer à agência bancária com o fiador para assinar o contrato FIES!

Redução de vagas

O MEC prevê redução de quase 50% das vagas do FIES e do P-FIES em 2021. De 100 mil existentes hoje, ficarão apenas 54 mil vagas.

Conseguir o financiamento vai ficar mais difícil por outro motivo também. Lembra que falamos que um dos critérios era não zerar a redação do Enem? A partir das mudanças, a nota mínima exigida na redação será 400 pontos. Isso para concorrer ao FIES com juros zero, para pessoas de baixa renda.

Início do pagamento das parcelas

As parcelas do financiamento propriamente dito começam a ser pagas logo após a formatura — desde que a pessoa tenha renda. Nesse período, inicia-se a a amortização do valor devido, mensalmente, de acordo com a realidade financeira do contratante. Se não conseguir emprego, há possibilidade de adiamento das prestações.

Porém, quanto mais tempo você demorar pra começar a pagar, mais tempo também levará para finalizar o contrato. Mesmo com taxa zero de juros, o melhor é eliminar as dívidas o quanto antes, concorda?

Durante o curso, quem fez o financiamento precisa arcar com as despesas do agente financeiro, ou seja, as taxas bancárias. Também existe um seguro obrigatório cobrado pela instituição financeira.

Inadimplência

Em caso de atraso de mais de 90 dias no pagamento das parcelas, o fiador é acionado, e começa todo o processo de inclusão do nome no Serasa e no SPC, como em qualquer outro financiamento.

Atualmente, 47% dos contratos vigentes estão nessa situação de inadimplência. Você não vai querer entrar nessa, não é?

Para tirar todas as suas dúvidas, o MEC preparou um vídeo que ensina como se inscrever no programa e evitar problemas. Veja só.

Entendeu o que é o Novo FIES e como funciona o sistema de financiamento estudantil? Seja pelo governo, seja por outros financiamentos, não deixe seu sonho de lado e agarre essa oportunidade de entrar no curso superior.

Que tal, agora, fazer sua inscrição no vestibular em uma faculdade que ofereça bolsas de estudo de até 100%?

*Sujeito a alteração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: