Como é a prova de Espanhol no Enem?

estudantes conferindo prova de espanhol enem

Seu repertório de Espanhol se resume aos trechos de Macarena e a algumas frases de efeito como “hasta la vista, baby”? Pois saiba que esse conhecimento pode ser aprimorado e render bons pontos em alguns vestibulares. O Enem, por exemplo, oferece a opção entre esse idioma e o Inglês para que os candidatos escolham.

Para que essa decisão seja, de fato, eficiente, é preciso investir nos estudos e entender quais matérias de Espanhol são cobradas no Enem. Para ajudar você, preparamos este texto com algumas dicas valiosas.

Continue a leitura e saiba mais sobre a prova de Espanhol no Enem!

O que é a prova de línguas estrangeiras no Enem?

Sabemos que a prova do Enem vem para testar todas as habilidades de um candidato, não é mesmo? Isso vai desde o seu conhecimento nas principais disciplinas que aprendeu ao longo do ensino básico até a sua paciência para ler os extensos cadernos. Da mesma forma, notamos que a intenção do exame é fazê-lo pensar em como esses conteúdos são aplicáveis em seu cotidiano.

Mas por que, então, estudar Espanhol para o Enem? Afinal, não é um idioma falado pelos brasileiros, certo? Bem, a verdade é que o conhecimento de línguas estrangeiras tornou-se muito importante para profissionais de qualquer área. O que antes era visto como diferencial, hoje é uma verdadeira necessidade do mercado.

Já pensou em construir uma carreira internacional? Pois saiba que ela é possível para quem se dedica ao aprendizado de línguas. Nesse sentido, a prova de Espanhol no Enem, assim como a de Inglês, pode funcionar como uma motivação a mais para dar início aos estudos.

Como é a prova de Espanhol no Enem?

Você sabe o que cai no Enem quando se trata de Espanhol? A partir de agora, falaremos mais a respeito desse assunto. Antes de mais nada, vale lembrar que essa prova faz parte das Ciências Humanas e suas Tecnologias e apresenta 5 questões para avaliar como os candidatos se saem. Você faz a escolha no momento da inscrição para o exame.

A principal competência cobrada nos enunciados é a de compreensão e interpretação de textos. Assim, é possível avaliar se os estudantes sabem utilizar os idiomas na prática. Mesmo que não sejam perguntas complexas, a atenção torna-se essencial para se dar bem na prova de Espanhol no Enem.

Conhece a Mafalda? Os quadrinhos dessa personagem tão icônica do cartunista argentino Quino costumam aparecer nos cadernos para testar os candidatos. Além desses formatos, trechos de obras literárias, notícias de jornais estrangeiros e comerciais também fazem parte dessa parte do exame.

Quando optar pela prova de Espanhol no Enem?

Você pode até pensar “É fácil! Escolho a prova de Espanhol no Enem quando não sei nada de Inglês”. Em partes, essa tática pode funcionar. Afinal, essa língua tem a mesma origem latina do Português e, por isso, é mais parecida do que o chamado idioma dos negócios. Mas já vá preparado, porque as questões não serão moleza!

Na escolha pelo Espanhol, existe um fator de complicação: os falsos cognatos. Veremos mais sobre eles em seguida. Porém, fora isso, também não é uma prova mais fácil que a de Inglês. Nos dois caminhos, tenha em mente que será preciso uma boa dose de interpretação de texto para responder corretamente as questões.

Como estudar para Espanhol no Enem?

Sabendo quais são as matérias de Espanhol do Enem, quando optar por esse idioma e qual é a sua importância, vamos à parte prática! Chegou a hora de colocar as mãos na massa e estudar de forma eficiente para garantir uma boa nota. Siga conosco!

Invista nos falsos cognatos

Também chamados de falsos amigos, são aqueles termos que fazem qualquer candidato cair na pegadinha. Eles são semelhantes a palavras do Português, mas têm significados bem distintos. São alguns exemplos:

  • aceitar quer dizer “passar óleo” em português;
  • apellido é, na verdade, “sobrenome”;
  • boracha significa “bêbada”, na tradução;
  • exquisito é “requintado” em nosso idioma;
  • extrañar se traduz como “sentir saudades”;
  • fecha significa “data”;
  • padre é traduzido como “pai”;
  • pelo quer dizer “cabelo”
  • rato é, na verdade, “momento”;
  • ratón que se traduz como “rato”.

A lista dos falsos cognatos é bastante extensa e, provavelmente, você não vai conseguir decorar todos eles. Dessa forma, a melhor maneira de aprendê-los é com a prática e a leitura. Dedique um tempo no seu plano de estudos no Enem para esse tema todas as semanas e verá os resultados!

Estude bem a gramática

Você estuda verbos, pronomes, conjunções, artigos e outras tantas particularidades da gramática em Português, não é mesmo? Da mesma forma, deve investir no aprendizado deles também no Espanhol. Ela ajuda a compreender os textos como um todo para fazer aquela interpretação digna de nota mil!

Leia notícias em Espanhol

Sabe aquele hábito de ler notícias para compreender melhor as atualidades e se dar bem em vestibulares interdisciplinares? Ele vale bastante para o Espanhol no Enem. Dessa vez, tente encontrar boas fontes, a exemplo do El País, El Mundo, La Nación etc.

Escute podcasts e músicas nesse idioma

É fato que o estudo da gramática e da leitura em Espanhol é mais produtivo para a realização da prova. Porém, você ainda pode potencializar esse aprendizado nas horas vagas enquanto se diverte. Há diversas opções de podcasts e músicas nessa língua, igualmente interessantes aos conteúdos em Português ou Inglês.

Enquanto estiver no transporte ou exercitando-se, por exemplo, pode dar play nesses formatos de áudio e permitir que sua mente se acostume ao Espanhol. Quando você torna essa prática um hábito, cria maior familiaridade com o idioma, e ele não vai mais parecer um grande desafio nos momentos de interpretar textos.

Faça as provas anteriores

Você já sabe como organizar os estudos para o Enem e que isso envolve a resolução das provas anteriores, não é mesmo? Como são poucas questões de Espanhol por ano, fica fácil encontrá-las e inseri-las na sua rotina de desvendar as respostas dos exercícios. Ao fazer isso, a maior vantagem é entender como essa competência é cobrada.

Além disso, invista em outros tipos de exercícios para assimilar os conteúdos de Espanhol e garantir a fixação da gramática e demais particularidades. Nesse sentido, a Trilha do Enem pode ser a parceira que você precisa para um estudo personalizado e eficiente.

A prova de Espanhol no Enem não é fácil como muitas pessoas podem pensar. Porém, vimos que, com dedicação, pode ser uma excelente opção para quem não tem aquela afinidade com o Inglês. Não pense que a pequena quantidade de questões é motivo para deixar de lado o estudo desse idioma, combinado?

Se você está no seu aquecimento para esse exame tão importante, temos uma boa dica. Confira, ainda hoje, o e-book de preparação para o Enem e otimize seus estudos!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: