Doença de Chagas: como pode cair no Enem e nos vestibulares?

estudante lendo no computador

Ainda que você não queira cursar Medicina, conhecer algumas doenças e suas características é fundamental para se dar bem nas provas do vestibular e do Enem. No caderno de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, o assunto costuma aparecer em praticamente todas as edições.

Por isso, não dê bobeira. Nas próximas linhas, falaremos sobre a Doença de Chagas, uma enfermidade bastante comum em algumas regiões do Brasil. Também conhecida como tripanossomíase americana, ela recebeu esse nome graças a Carlos Chagas, médico mineiro que a descreveu pela primeira vez.

Neste post, vamos conversar sobre uma série de aspectos dessa doença: seus sintomas, modo de transmissão, medidas de prevenção e muito mais. Boa leitura!

O que é a Doença de Chagas?

A Doença de Chagas é uma doença infecciosa, causada por um protozoário. Essa é uma condição clínica que afeta diversos órgãos, especialmente o coração e as estruturas do sistema digestivo.

Agente causador e agente transmissor

O agente causador (ou etiológico) dessa doença, como acabamos de citar, é um protozoário denominado Trypanosoma cruzi. É importante que você guarde esse nome, já que é bem provável que ele apareça em suas questões de Doença de Chagas no vestibular.

Ele é um ser unicelular, que vive exclusivamente no corpo de algum hospedeiro. Portanto, outro personagem é fundamental para o ciclo dessa doença: o agente transmissor.

Nesse caso, são animais invertebrados, mais especificamente os insetos da subfamília Triatominae (da ordem Hemiptera, os populares percevejos). Eles são conhecidos como barbeiros, e entre os maiores transmissores da Doença de Chagas estão as espécies Triatoma infestans e Rhodnius prolixus.

Fases da doença

A doença de Chagas é composta por duas fases:

  • fase aguda — início do problema. Essa etapa pode durar até 3 meses e é composta por sinais clínicos mais inespecíficos, como a febre ou a presença de manchas na pele. Aqui, há uma quantidade grande de parasitas no sangue;
  • fase crônica — nesse estágio, as manifestações clínicas se tornam mais específicas, pois o parasita começa a afetar certos órgãos do corpo. Há poucos parasitas no sangue, e essa fase pode demorar anos para mostrar qualquer tipo de sintoma.

Como ocorre a transmissão?

A transmissão da doença de Chagas ocorre de várias maneiras. A principal delas é através da picada do barbeiro, o percevejo sobre o qual falamos há pouco.

Quando o inseto suga o sangue de uma pessoa, ele imediatamente deposita suas fezes, que ficam próximo do local da picada. A picada causa coceira e, ao coçar (algo que acontece inconscientemente, já que o barbeiro tem hábitos noturnos), o hospedeiro facilita a entrada do parasita em sua corrente sanguínea.

No entanto, essa não é a única forma de contrair a Doença de Chagas. As outras são:

  • ingestão de alimentos contaminados com os protozoários;
  • transfusão de sangue;
  • transplante de órgãos;
  • contato com objetos contaminados;
  • da mãe para o bebê.

Uma dica de atualidades no Enem: alguns casos recém-documentados de doença de Chagas ocorreram graças à ingestão de açaí ou caldo de cana mal armazenados. Por isso, é essencial que estejamos sempre atentos à procedência dos alimentos que consumimos!

Quais são os principais sintomas?

Na fase aguda da doença, os sintomas são:

Plano de Estudos para Medicina
  • febre;
  • manchas vermelhas na pele;
  • inchaço na pele;
  • dores de cabeça;
  • cansaço e fraqueza acentuados.

Já na fase crônica, os sintomas podem variar. Alguns deles são:

  • cansaço;
  • retenção de líquido e inchaço;
  • prisão de ventre;
  • dificuldade para engolir;
  • emagrecimento;
  • enjoos e náuseas.

Como é feito o diagnóstico da Doença de Chagas?

Outro ponto importante para o estudo da Doença de Chagas no Enem é saber como é feito o diagnóstico dessa patologia. De modo geral, o diagnóstico começa a ser desenhado já no primeiro contato do médico com o paciente. Ele vai verificar os sinais clínicos e o histórico daquela pessoa.

Alguns fatores de risco, como morar em locais com casas de taipa (um dos habitats preferidos do barbeiro) ou residir em áreas com muito verde, podem dar bons indícios de que esse é o problema. Depois, o médico pode solicitar exames mais específicos. Uma coleta de sangue permite diagnosticar a presença do parasita no organismo.

Quais são os tratamentos existentes para esse problema?

O tratamento para a Doença de Chagas envolve o uso de antiparasitários. Eles devem ser dados por vários dias e sempre sob a supervisão de um médico.

Além disso, os problemas gerados pela doença (como o aumento do coração) também devem ser tratados. Aqui, a terapêutica será diferente para cada paciente, levando em consideração o seu estado clínico.

É possível prevenir a Doença de Chagas?

Agora, falaremos sobre as medidas profiláticas para esse problema tão sério. Felizmente, é possível fazer uma prevenção eficaz contra a contaminação.

Algumas medidas interessantes são:

  • retirar os esconderijos dos barbeiros das residências, aplicando cimento na construção;
  • ter muito cuidado com a procedência de alimentos consumidos;
  • lavar bem os alimentos;
  • utilizar repelentes e objetos de proteção pessoal no campo, como botas e luvas.

Para mais dicas de medidas profiláticas e outras informações sobre essa e várias outras doenças, dê uma passadinha no site Trilha do Enem! Lá, você encontra informação de qualidade e apoio para o período de estudos para o Enem e os vestibulares.

Como esse tema é cobrado no Enem?

Para finalizar, confira uma questão da edição de 2012 do Enem e saiba como esse assunto pode ser cobrado na prova de Biologia no Enem e em outros vestibulares.

Uma dica: tente fazê-la sem olhar a resposta, que vai ser disponibilizada ao final do texto.

(Enem 2012) A Doença de Chagas afeta mais de oito milhões de brasileiros, sendo comum em áreas rurais. É uma doença causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida por insetos conhecidos como barbeiros ou chupanças.

Uma ação do homem sobre o meio ambiente que tem contribuído para o aumento dessa doença é:

a) o consumo de carnes de animais silvestres que são hospedeiros do vetor da doença.

b) a utilização de adubos químicos na agricultura que aceleram o ciclo reprodutivo do barbeiro.

c) a ausência de saneamento básico que favorece a proliferação do protozoário em regiões habitadas por humanos.

d) a poluição dos rios e lagos com pesticidas que exterminam o predador das larvas do inseto transmissor da doença.

e) o desmatamento que provoca a migração ou o desaparecimento dos animais silvestres dos quais o barbeiro se alimenta.

E aí, qual você acha que é a alternativa correta? A resposta é a letra e!

Saúde não é importante só no vestibular

Como podemos ver, a Doença de Chagas é um problema bem sério. Por isso, prevenir é sempre o melhor remédio! Sendo assim, conhecer os aspectos dessa doença é algo imprescindível não só para o vestibular, mas também para que possamos levar uma vida muito mais saudável.

Como essa doença é bem comum no Brasil, é bem importante estar ligado nas questões que envolvem a saúde de todos. Então, prossiga com seus estudos e veja como a questão da saúde pública pode cair na redação!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: