10 estratégias para usar na redação para garantir uma nota alta

10estrategiasparausarnaredacaoparagarantirumanotaalta

“Eu não sei fazer redação”. Opa! Alerta de perigo! Se você encarar a maratona de Enem e outros vestibulares com esse tipo de pensamento, pode se prejudicar bastante. É que essa nota é essencial para se dar bem e, em boa parte dos casos, ela chega a ser eliminatória. Ou seja, se você não souber redigir suas ideias com clareza, o sonho do vestibular pode ficar para a próxima.

Por isso, trouxemos este texto com várias dicas de redação que vão fazer a diferença no seu processo de aprendizado. Todo mundo pode escrever, isso é fato. Só é preciso de um pouco de treino e ter as informações corretas — essas últimas, garantimos! Vamos nessa?

Dicas de redação: o que um bom texto deve ter

Em geral, as redações de vestibular e Enem são do tipo dissertativas-argumentativas. Na prática, isso significa que você precisa discursar sobre um determinado tema e trazer argumentos sólidos para embasar seu ponto de vista. Lembrando que isso se conquista lendo muito e refletindo sobre os assuntos.

Assim, para escrever a redação, deve-se trazer um parágrafo de introdução — que apresenta as ideias e instiga o examinador; dois ou três parágrafos de desenvolvimento — nos quais você apresenta fatos e argumentos; e um último, com a conclusão — no qual você fecha o raciocínio e amarra o conteúdo. Sendo que, no final, o ideal é não apresentar fatos novos ou diferentes da proposta inicial. Além disso, é preciso:

  • ter opinião própria;
  • saber se posicionar;
  • repensar os temas polêmicos;
  • utilizar dados;
  • conectar os parágrafos;
  • reler antes de passar a limpo;
  • formular frases claras;
  • inspirar-se em outros autores;
  • contar com boa gramática

E tem mais! O uso de gírias ou abreviações deve ser evitado ao máximo. Normalmente, esses redações prezam pela linguagem culta. Agora, vamos aprofundar nas dicas que farão a diferença!

1. Tenha opinião própria

Você terá que escrever sobre os temas mais variados e não pode ficar em cima do muro na hora da redação. Por isso, a cada notícia que ler ou ver na televisão, busque analisar todos os pontos e aguçar seu senso crítico.

Esse não é um dos exercícios mais fáceis, não. É interessante ler conteúdos de mais de um site e ver vídeos diversos para contar com posicionamentos diferentes, que vão ajudar demais na hora de sair de um ponto de vista engessado.

Uma dica para enriquecer seus conhecimentos gerais é ouvir podcasts de notícias, ler entrevistas e assistir a programas que falem sobre temas diversificados da atualidade. Pergunte-se sempre se você pensa como o entrevistado e por quê. A longo prazo, isso vai trazendo uma bagagem incrível!

2. Saiba como se posicionar

Suponha que você precise escrever um texto sobre algo polêmico, que envolva opiniões contrárias às suas. Não adianta muito ser radical e reforçar apenas a sua discordância em relação à temática. É preciso levantar argumentos que mostrem o por que a sua opinião é válida.

E isso também não quer dizer que você deve se deixar levar pelo seu posicionamento em relação ao assunto abordado. Afinal, em uma redação de Enem ou vestibular, é preciso seguir na linha do que é solicitado, então, cuidado para não fugir ao tema, combinado?

3. Fuja de questões polêmicas

Agora, imagine que o tema seja o desemprego no Brasil. Polêmico, não é mesmo? Muitas pessoas têm suas ideias, às vezes até muito generalistas, sobre o assunto: são as leis trabalhistas rígidas, a economia que não decola, a crise que não colabora. O fato é que, raramente, o problema está de um lado só.

Por isso, nada de bater sempre na mesma tecla. Uma redação nota máxima é aquela que aborda a polêmica de forma comedida, mostrando os diversos lados da situação. Além disso, se ater às afirmações generalistas demonstra falta de preparo aos avaliadores.

4. Utilize dados e fatos recentes

Ler sobre pesquisas do IBGE, dados do governo e ter muita atenção a fatos recentes que podem repercutir é essencial para enriquecer seu texto. “Ah, mas eu tenho que decorar os números da pesquisa?”. Não, não é isso.

É necessário entender as motivações que levaram aquele fato a acontecer e saber que foi feita uma pesquisa para chegar a tal conclusão. Por isso, fique atento às temáticas mais pertinentes, como tecnologia, questões ambientais, mercado de trabalho etc.

5. Conecte as partes da redação

Ao terminar um parágrafo, ele deve se conectar com o próximo e assim por diante. A ideia principal deve seguir uma linha de raciocínio no texto. Caso contrário, sua redação perde em coesão e pode deixar os avaliadores bem confusos — e isso não é o que você quer, certo?

6. Releia antes de passar a limpo

Fazer uma releitura atenta é essencial para evitar repetição de palavras e ideias, corrigir erros, exemplos confusos, frases mal formuladas etc. Por mais que o tempo seja curto, essa releitura é o que pode tornar seu texto mais rico. A dica, então, é se programar para ter esses minutos extras.

7. Formule frases claras

Lembre-se da ordem mais básica: sujeito, verbo e predicado. Simples! Cuidado com frases muito rebuscadas que podem confundir sua cabeça, ficando mais propensas ao erro. Às vezes, um básico bem-feito é melhor que uma estrutura diferente, mas sentido.

8. Leia a redação dos seus amigos

Dá para aprender muito com erros e acertos da sua turma. Por isso, tente fazer as redações e trocá-las com colegas. Assim, vocês poderão ter acesso a pontos de vista distintos, entender onde pode melhorar ou em que se inspirar.

9. Inspire-se em autores favoritos

Sabe aquela matéria que se encaixa perfeitamente em um dos seus textos e que você viu na internet? Ou no último livro que leu? Analise a forma como o texto foi escrito: se as frases eram mais curtas, a linguagem mais rebuscada, se continha ironia ou era bem sério. Depois, analise quais dentre essas técnicas cabem na sua redação.

10. Foque a gramática

Você pode ter ideias muito boas, mas se a gramática for fraca, seu texto pode perder pontos. Então, na hora de passar a limpo, cheque os acentos, as vírgulas, a grafia e a conjugação dos verbos. A dica é: soou estranho demais? Repense e reformule!

Bônus: não coloque se você tem dúvida!

Se você não tem certeza do que diz, coloque outra coisa — seja uma informação, palavra ou argumento. Em muitos casos de redação, você perde pontos só pelo fato de não ter pensado duas vezes!

Nós já passamos as dicas para ter uma boa redação. Agora, cabe a você colocar em prática e treinar em casa ou mesmo no cursinho. Redação nota mil pede um pouco de treino e dedicação, mas é a tão sonhada vaga na faculdade que está em jogo, então, vale a pena!

Já que você está interessado em dicas de redação, que tal continuar a leitura a respeito? É só clicar para ler um guia completo para ir muito bem na redação do Enem e demais vestibulares — importantíssimo para esse momento!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: