Aposto e vocativo: o que são e como estudar?

mulher estudando aposto e vocativo

Apesar de utilizarmos nossa língua para nos comunicarmos todos os dias, seja oralmente ou por escrito, o Português ainda gera insegurança em muitos candidatos a vestibulares. Devido à riqueza do nosso idioma, há quem o considere complexo, mas será que a gramática é mesmo esse bicho de sete cabeças?

Na verdade, não é bem assim. Como toda área de conhecimento, o domínio da norma culta da língua exige, sim, certo estudo e dedicação por parte do candidato, mas muitas dessas regras e classes gramaticais já estão internalizadas na mente do falante do Português. É o caso, por exemplo, do aposto e do vocativo.

Muito confundidas, essas duas classes de palavras são utilizadas para detalhar uma informação ou para se referir a algo ou alguém. Neste post, você vai compreender o que são aposto e vocativo, quais são as principais diferenças entre eles e como estudar para o vestibular. Vamos lá?

O que é aposto?

Antes de explicarmos o que é aposto, precisamos compreender quais são os principais elementos de uma oração. No português, esses termos essenciais são o sujeito e o predicado, ou seja, é ao redor desses elementos que se estruturam as sentenças.

Enquanto o sujeito pode ser definido como o elemento ao qual se declara algo — sendo o responsável por estabelecer, por exemplo, a concordância verbal —, o predicado é tudo aquilo que é dito sobre o sujeito. E é aqui que entra o aposto.

O aposto nada mais é do que um termo acessório da oração que completa o sentido dos termos essenciais. Seu objetivo pode ser explicar, enumerar, especificar ou resumir o significado de um elemento, dando ao leitor mais informações para compreender determinado contexto.

Veja abaixo quais são os principais tipos de aposto e como identificá-los em uma oração.

Explicativo

Utilizado para explicar um termo já mencionado.

Exemplo: Sigmund Freud, pai da psicanálise, é um teórico conhecido no mundo todo.

Enumerativo

Lista de termos utilizados para detalhar ou especificar algo dito anteriormente.

Exemplo: No dia da prova, o candidato ao Enem deve levar um documento com foto: RG, CNH, passaporte ou carteira de trabalho.

Especificativo

Detalha um substantivo de significado genérico.

Exemplo: Graça Aranha nasceu em São Luís, capital do Maranhão.

Resumidor

Resume termos já citados.

Exemplo: Crianças, adolescentes, adultos e idosos, todos devem se vacinar contra a gripe.

O que é vocativo?

Já vimos que o aposto se relaciona aos termos essenciais da oração, fornecendo mais informações sobre determinado contexto. O vocativo, por outro lado, é um termo independente, ou seja, ele não é necessário para estruturar uma oração.

O vocativo é todo termo ou expressão utilizada para se dirigir a um interlocutor. Pode ser um nome próprio, um substantivo, um adjetivo ou, até mesmo, um apelido.

Veja alguns exemplos:

  • Ó céus! Por que isso foi acontecer comigo?
  • Marta, alguém enviou uma carta para você.
  • Você, garota, é a razão de eu estar aqui hoje.
  • Meninos! Entrem em casa agora.

Simples, não é? Neste próprio texto há diversos exemplos de apostos e vocativos; experimente encontrá-los para começar a colocar seus conhecimentos à prova. E se estiver estudando para o vestibular, cuide bastante para não errar o Português da redação, viu?

Como separar o aposto?

Por exercer uma função complementar — ou seja, fornecer mais informações para que se compreenda o significado de um termo ou o contexto em que se insere, como isso que estamos fazendo agora —, o aposto geralmente aparece separado dos demais elementos da oração por vírgula, dois pontos ou travessão.

Em uma frase, sua posição não é fixa: ele pode vir antes ou depois do termo a que se relaciona, bem como ser separado ou não pelos sinais de pontuação citados acima. Ele também pode ser precedido ou não de preposições ou de expressões explicativas (como, isto é, ou seja).

Compreender a função do aposto é fundamental para acertar sua aplicação em uma frase, evitando cair nas tão temidas pegadinhas na hora do vestibular. Para ir bem na prova, é preciso relembrar, também, o que não se deve fazer, ou seja, fique bastante atento aos erros de Português mais comuns entre os estudantes.

Quais são as diferenças entre aposto e vocativo?

Como você já deve ter percebido, apesar de serem frequentemente confundidas, aposto e vocativo são duas classes de palavras totalmente distintas.

A principal diferença está na função sintática: enquanto o aposto está necessariamente ligado a um termo da oração, agindo de forma a complementar seu sentido, o vocativo é um termo independente utilizado para se dirigir a um interlocutor, não sendo essencial para a estruturação de uma sentença.

Resumindo, o aposto estabelece relação sintática com outro termo da oração, enquanto o vocativo não estabelece relação sintática.

Qual é a melhor forma de estudar essa matéria?

O segredo para se dar bem em qualquer prova, seja do Enem, de uma faculdade particular ou mesmo de um concurso, é se preparar com antecedência. Para isso, é fundamental contar com um bom plano de estudos.

Comece conferindo quais matérias vão cair na prova e quais conteúdos serão cobrados em cada uma delas. Esse planejamento auxiliará você a identificar seus pontos fracos, permitindo focar nos temas em que tem mais dificuldade.

Para se dar bem na prova de Português, é preciso não apenas estudar, mas também praticar por meio de exercícios. Dessa forma, além de relembrar tudo aquilo que você provavelmente já viu na escola, também poderá complementar os seus conhecimentos com conteúdos atualizados, evitando ser pego de surpresa por um assunto que ainda não domina.

Uma boa forma de praticar é buscar pelas provas anteriores do Enem ou da instituição a qual você está se candidatando. Assim, além de ter a chance de testar seus conhecimentos de forma dinâmica, você também já vai se familiarizando com a linguagem e o formato da prova, economizando tempo no dia do vestibular.

Uma boa plataforma para você fazer simulados é o Trilha do Enem. Além dos testes, você pode montar um plano de estudos ideal para o seu perfil e a sua rotina.

Gostou de relembrar o que são aposto e vocativo e quais as principais diferenças entre eles? Então, que tal continuar testando seus conhecimentos em Português? Confira, agora, 5 dicas para se dar bem na prova de Português no Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: