7 passos para melhorar sua comunicação interpessoal

Conhecer o conceito de comunicação interpessoal e entender a sua importância é algo fundamental para quem quer obter bons resultados nos âmbitos pessoal e profissional. Por isso, dicas como aprender a ouvir ativamente, trabalhar a oratória e identificar as falhas de comunicação são muito importantes para melhorarmos esse aspecto do cotidiano.

A comunicação interpessoal nada mais é do que a capacidade que duas ou mais pessoas têm de trocar informações entre si.

Isso, é claro, vai muito além de apenas falar e ouvir: envolve também elementos como a compreensão, a empatia, a interpretação de sinais corporais e muito mais.

Hoje, essa é uma das habilidades mais valorizadas pelos empregadores no mercado de trabalho, que prioriza colaboradores que possam interagir com seus colegas e ajudar na formação de uma equipe realmente eficiente. Também auxilia muito na qualificação profissional e conquista de boas indicações. Confira, então, algumas dicas imperdíveis para melhorar e trabalhar essa característica!

Aprender a ouvir ativamente

Um dos principais passos para obter sucesso profissional e melhorar a comunicação interpessoal é aprender a ouvir ativamente. Muitas vezes, no decorrer de nossos dias, somos capazes de ouvir outras pessoas, mas não de realmente escutá-las. Por incrível que pareça, há uma grande diferença entre os dois conceitos. Um deles é feito ativamente, enquanto o outro ocorre de maneira passiva.

Ouvir ativamente envolve, por exemplo, questões como a atenção por parte do ouvinte e, claro, a interpretação daquilo que está sendo dito. Há, portanto, uma participação das duas partes, que favorece a comunicação e a fluidez do diálogo, permitindo que as informações sejam trocadas de maneira mais eficiente.

Trabalhar a oratória diariamente

A oratória é uma habilidade frequentemente negligenciada. Temos o costume de acreditar que sabemos nos comunicar e, inclusive, que já nascemos com essa capacidade garantida em nosso DNA. No entanto, isso não é real, e a arte da comunicação deve ser praticada todos os dias.

Oratória é o nome dado ao conjunto de ações que fazem parte da capacidade de comunicação. Entre elas, podemos citar a fala, a linguagem corporal, a dicção e muito mais. Tudo isso precisa ser frequentemente estimulado e trabalhado para garantir que o que você quer dizer realmente está sendo compreendido pelo interlocutor.

Identificar falhas de comunicação

Nada é perfeito. Devemos ter esse conceito bem firmado em nossa mente antes de estudarmos qualquer assunto, inclusive a comunicação. Há sempre espaço para melhorar e, claro, conhecer os defeitos e as falhas que temos em um determinado assunto é sempre o melhor caminho para saber o que pode ser melhorado no aprendizado.

Por isso, o autoconhecimento deve ser sempre uma prioridade, até mesmo quando falamos sobre a comunicação. Identificar as falhas e saber o que pode ser implementado é sempre a melhor maneira de fazer com que você, aos poucos, se comunique com muito mais clareza e eficácia com todos aqueles que quiser, melhorando o seu networking e tendo mais sucesso em sua carreira.

Lembrar que a comunicação não é apenas verbal

Como vimos anteriormente, no tópico sobre a oratória, a comunicação também envolve questões como a linguagem corporal. Entender esse tipo de fator é essencial para dominar ainda mais a arte de se comunicar, já que nos comunicamos utilizando todo o corpo. Isso, no entanto, é algo que vem com a prática.

A linguagem corporal é algo que pode ser tanto lido nos outros quanto praticado por nós mesmos. Podemos dizer muitas coisas com o modo como nos movimentamos durante uma conversa, garantindo que as mensagens não serão confundidas. Reforçar ideias e até mesmo persuadir o interlocutor estão entre as possibilidades adquiridas com uma boa linguagem do corpo.

Pedir feedbacks constantemente

A cultura do feedback já é uma realidade nas empresas. Ela consiste na criação de hábitos mais saudáveis em relação às críticas construtivas, que são oferecidas e aceitas pelos membros da equipe de forma natural e engrandecedora, inclusive pela chefia e por pessoas em cargos de maior posição hierárquica. Isso, no entanto, também pode ser algo aplicado no dia a dia.

Aprender a lidar com críticas e, principalmente, recebê-las de modo a colocar esse conhecimento em prática e melhorar suas falhas, é sempre uma boa pedida. Por isso, peça sempre a opinião de pessoas de sua rede de contatos sobre a qualidade de sua comunicação e passe a aprender com seus erros e acertos.

Investir no fortalecimento da empatia

Para que possamos nos comunicar adequadamente, algumas habilidades e competências são indispensáveis, como a paciência, um bom raciocínio lógico e a atenção. No entanto, a qualidade mais importante dos bons comunicadores é a empatia, capacidade de nos colocarmos no lugar do próximo.

Tornar-se mais empático é algo que deve estar sempre nos planos de que quem se comunicar melhor. Dominar essa habilidade é algo que nos ajuda na comunicação a partir da compreensão de sinais não verbais e na condução dos diálogos, que se tornam muito mais produtivos para todos os interlocutores envolvidos.

Fazer uso de atividades complementares

Mas, afinal, como podemos melhorar a dicção, a linguagem corporal e a empatia, por exemplo? Há uma série de cursos dedicados exclusivamente a esse fim, visando a uma preparação completa do estudante para esse tipo de assunto. No entanto, isso não é tudo, e uma série de atividades complementares também pode ajudar bastante.

Entre elas, podemos citar a leitura, que nos ajuda com a empatia; a música, que auxilia na percepção de detalhes que não estamos habituados a perceber; e o teatro, que trabalha simultaneamente todas essas questões, ajudando também na redução da timidez daqueles que o praticam. Escolha a que mais combina com você!

Agora que você já sabe como melhorar a comunicação interpessoal, o que está esperando? Comece a treinar quanto antes e coloque todas essas dicas em prática! Aos poucos, você verá como sua vida pessoal e profissional será melhorada a partir desses conselhos, que fazem com que se comunicar com os outros se torne uma tarefa muito mais proveitosa.

Para saber ainda mais sobre esse assunto, que tal conferir o nosso post especial sobre técnicas de oratória e ficar por dentro de novas dicas para melhorar a sua comunicação interpessoal?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: