Vale a pena concorrer a bolsas de estudo para curso técnico?

bolsa de estudo curso tecnico

Ter a qualificação profissional esperada pelos empregadores é crucial para se destacar entre tantos outros profissionais. Quem tem o desejo de se formar mais rápido para ingressar no mercado de trabalho vê nos cursos técnicos uma ótima opção para adquirir conhecimento na prática e potencializar a empregabilidade.

Mas será que vale mesmo a pena tentar uma bolsa de estudo para curso técnico? Seria a graduação uma opção mais acertada para obter sucesso na carreira?

Se essas são dúvidas que passam pela sua cabeça, fique por aqui! Neste post, reunimos algumas informações muito importantes sobre o assunto. Vamos conferir?

Qual a diferença do curso técnico para o superior?

Antes de tratarmos sobre as diferenças entre técnico e superior, é importante destacar o que exatamente é uma formação técnica. Trata-se de uma categoria de curso que está entre o ensino médio e a graduação. Ela é mais focada na prática, com o objetivo de capacitar jovens e adultos para ingressar no mercado em, no máximo, 3 anos.

a graduação envolve estudos teóricos e práticos e tem um tempo maior de duração. Em média, leva-se 4 anos para conquistar um diploma de graduação. Vale destacar que, nos dias de hoje, trata-se de um requisito básico para exercer certos cargos. Sem falar que o diploma de ensino superior define melhores salários e posições no mercado de trabalho.

No caso do curso técnico, o aluno recebe um certificado de conclusão. Embora também valorizado pelo mercado, não se trata exatamente de um diploma. Outra diferença é que, para ingressar em um curso técnico, não é preciso ter o ensino médio completo. Já para a graduação, é necessário ser formado nessa categoria.

Quais são os programas de bolsa para os cursos técnicos?

A seguir, trouxemos as principais opções entre os tipos de bolsa de estudo para curso técnico. Veja só!

Pronatec

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo MEC em 2011. Trata-se, como o nome já indica, de uma ferramenta do Governo para democratizar o ingresso de jovens e adultos de baixa renda na vida profissional.

Gratuitos, os cursos técnicos do Pronatec capacitam o aluno para atuar em atividades dos setores de produção e serviço. A duração média de cada formação é de 1 ano e meio para 2. Para ingressar em um curso, é preciso estar matriculado ou já ter concluído o ensino médio.

Sisutec

Também conduzido pelo MEC, o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) é outro programa que visa ampliar o acesso à educação técnica no Brasil. Criado em 2013, o Sisutec seleciona pessoas que realizaram a última edição do Enem para concorrer a vagas gratuitas para cursos técnicos em instituições públicas e privadas.

Como a nota do Enem é o único critério de seleção, é fundamental que o candidato tenha um bom desempenho na prova. Além disso, é necessário passar por um processo seletivo em que o participante escolhe até duas opções de curso em uma instituição atrelada ao Sisutec.

É sempre válido lembrar que as bolsas para as faculdades estão disponíveis para maior parte da população, tornando os cursos de graduação — que potencializam as chances de empregabilidade, desenvolvimento profissional e melhores posições no mercado — mais acessíveis.

As faculdades particulares que têm como foco o sucesso do aluno, por exemplo, costumam não só oferecer formas variadas de ingresso (desde a nota do Enem ao vestibular online), como programas de bolsas e descontos. Sendo assim, se você deseja dar um passo ainda mais importante rumo a uma carreira promissora, pesquise por instituições que trabalham com bolsas integrais ou parciais.

Quais as oportunidades do nível de ensino técnico?

O mercado de trabalho para quem tem um curso de nível técnico é repleto de oportunidades, embora várias empresas tendam a dar preferência por candidatos com nível superior. De acordo com o MEC, existem 185 possibilidades de formações técnicas divididas nos seguintes eixos:

  • Ambiente, Saúde e Segurança;
  • Apoio Educacional;
  • Controle e Processos Industriais;
  • Gestão e Negócios;
  • Hospitalidade e Lazer;
  • Informação e Comunicação;
  • Infraestrutura;
  • Militar;
  • Produção Alimentícia;
  • Produção Cultural e Design;
  • Produção Industrial;
  • Recursos Naturais.

Como escolher a melhor opção de carreira?

Entre várias opções de cursos, escolher a carreira ideal não é nada fácil. Afinal de contas, trata-se da decisão que definirá a sua vida acadêmica e profissional pelos próximos anos. Ainda que seja possível mudar de profissão a qualquer momento, acertar na escolha do curso é um passo importante rumo a uma trajetória de sucesso.

Por isso mesmo, nessa etapa, a pesquisa deve ser a sua principal aliada. Busque sobre as áreas que te interessem, leia depoimentos de alunos e profissionais, cheque as disciplinas e o dia a dia da profissão, enfim, reúna o máximo de informações possível. Outra dica é apostar em uma orientação vocacional.

Devo optar pelo curso técnico ou pela graduação?

Os cursos técnicos são ótimas opções para quem quer adquirir conhecimento prático, se formar com rapidez e ingressar no mercado quanto antes. No entanto, os benefícios da faculdade — ou até mesmo da faculdade após o curso técnico — são inúmeros.

Isso porque o estudante adquire qualificação profissional e amplia conhecimentos (já que estudará também a teoria), tem mais chances de fazer networking, desenvolve habilidades muito bem-vistas pelo mercado e para empreender. Além, é claro, do fato de poder enriquecer o currículo com um diploma de grande peso.

Sendo assim, vale a pena buscar uma bolsa de estudo para curso técnico, mas vale mais optar por uma bolsa para a graduação. Se você não quer abrir mão da formação técnica, considere continuar os estudos na faculdade — para somar ainda mais às vantagens de investir na educação.

Uma alternativa para quem deseja entrar rapidamente para o mercado de trabalho é o curso Tecnólogo. Essa modalidade sim equivale a um curso superior, fornece diploma e dura apenas quatro semestres. Isso mesmo, é uma faculdade em 2 anos!

Agarre esta oportunidade!

Pronto! Esperamos que você tenha se decidido se vale a pena optar por uma bolsa de estudo para curso técnico. Como foi possível perceber, a faculdade é uma alternativa mais vantajosa e que abrirá várias portas para a sua carreira, sendo que você pode concluir uma em até 2 anos. Considere seus objetivos, pesquise bastante sobre a área do seu interesse e, o mais importante, estude em uma instituição de ensino de qualidade.

Então, vai deixar passar essa oportunidade? Inscreva-se para o vestibular online e conquiste os seus objetivos de vida!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: