Quem foi Martinho Lutero? Sua história pode ser cobrada no Enem?

martinho lutero

Alguns nomes ficam marcados na história. Um deles, sem dúvidas, é o de Martinho Lutero, um importante personagem em eventos históricos relacionados com a mudança na dinâmica do poder que a Igreja Católica exercia nos países europeus em meados do século XV.

Lutero foi responsável pela eclosão da Reforma Protestante, um período que abalou as estruturas da fé católica e culminou no surgimento de novas religiões, como o Anglicanismo, o Calvinismo e o próprio Luteranismo. A essas, damos o nome de crenças protestantes.

Mas afinal, quem foi Martinho Lutero? A seguir, contaremos um pouco de sua história e o relacionaremos com os eventos dos quais ele participou. Daremos também uma série de dicas bacanas para que você possa se aprofundar ainda mais no assunto. Vamos lá?

Quem foi Martinho Lutero?

Para arrasarmos em História no Enem e nos vestibulares, precisamos também entender um pouco da vida de cada pessoa estudada. Esses conceitos não serão cobrados em seus exames, mas o ajudarão a compreender melhor as motivações de cada personagem histórico. E então, vamos lá?

Lutero nasceu na Alemanha, no ano de 1483. Seus pais eram católicos fervorosos, e ele foi criado em meio a essa doutrina, seguindo todas as suas regras e recomendações. A partir daí, estudou e posteriormente se tornou um monge.

Apesar disso, ele não concordava exatamente com tudo o que a Igreja pregava. Uma de suas maiores críticas foi o pagamento de indulgências que, em outras palavras, consistia na troca de dinheiro dos fiéis pela “salvação divina”. É como se as pessoas estivessem pagando por um pedacinho do Paraíso.

Dessa forma, Lutero começou a dizer que a verdadeira salvação acontecia pela fé, e não pelo pagamento em ouro pela absolvição de nossos pecados. Isso fez com que ele fosse removido (excomungado) da Igreja Católica. E, claro, é o início do episódio conhecido como a Reforma Protestante.

Quais são as suas obras mais marcantes?

Antes de falarmos sobre essa reforma, que tal conhecermos algumas das principais obras de Martinho Lutero? Ele escreveu mais de 400 títulos ao longo de sua vida, mas algumas das mais emblemáticas são:

  • De Servo Arbítrio;
  • Da Liberdade Cristã;
  • A Adoração do Sacramento.

Lutero também foi o responsável pela primeira tradução da Bíblia Sagrada para o alemão. Antes, a obra só estava disponível em Latim e sua leitura se restringia aos membros do clero. Dessa forma, ele fez com que a obra se popularizasse também entre outras camadas sociais.

De qualquer maneira, nenhuma de suas obras foi mais importante do que as 95 Teses, trabalho que deu início a toda Reforma Protestante. Aproveite e conheça mais sobre o inquérito de Martinho Lutero, uma das consequências à publicação desse documento.

O que foi a Reforma Protestante?

Agora, voltando à Reforma Protestante. O que foi exatamente esse acontecimento?

Foi uma reação da sociedade às 95 Teses publicadas por Lutero. Ao contrário do que se diz, ele não pregou as teses na porta de uma catedral, mas ainda assim suas ideias foram amplamente difundidas e geraram uma reação em cadeia contra a Igreja.

Lembrando que tudo isso aconteceu em meio ao Renascimento Cultural, um período no qual o homem começava a se tornar mais “esclarecido” do ponto de vista humanista. Aqui, as pessoas começaram a se colocar no centro do mundo e a questionar ideias divinas por meio do uso da ciência.

Além do Luteranismo — sob o comando de Lutero —, outras religiões surgiram. Bons exemplos são o Calvinismo, de João Calvino, e o Anglicanismo, do Rei Henrique VIII da Inglaterra. Lembrando que esta tem motivações políticas muito claras, e não apenas religiosas.

Outro ponto importante e que não pode deixar de ser mencionado é a relação entre a Reforma Protestante e o fortalecimento da burguesia. A Igreja Católica era contra o acúmulo de riqueza de seus fiéis, algo que foi contestado pelos protestantes. Dessa forma, as pessoas começaram a acumular capital sem medo da punição divina.

A reação da Igreja Católica para isso foi a Contrarreforma, tentativa de barrar o crescimento do Protestantismo na Europa. Mas isso é tema para uma outra discussão!

Como estudar esse tema para o Enem?

Estamos quase acabando a nossa conversa! Agora, é hora de passarmos algumas dicas legais para que você possa aprimorar os seus conhecimentos sobre o tema. Vamos lá?

Livros

Algumas obras sobre o tema são:

Teste Vocacional Rápido
banner calculadora bolsa enem
  • A Reforma Protestante: História, Teologia e Desafios (Ricardo Bitun);
  • História da Reforma: Um dos acontecimentos mais importantes da história do cristianismo (Carter Lindberg);
  • A Reforma Protestante (Abraão de Almeida).

Filmes

Uma boa opção de filme é Lutero, de 2003. A obra traz em seu elenco nomes famosos como Joseph Fiennes e Alfred Molina.

Além disso, A Outra (de 2008) é uma opção interessante para conhecermos um pouco mais sobre o Anglicanismo.

Séries

Uma boa série para entender sobre o Anglicanismo e suas implicações na época é The Tudors, que narra a história de Henrique VIII.

Lembrando que, além de tudo isso, é muito importante que você assista videoaulas e ouça podcasts sobre o assunto. Dessa forma, poderá captar a teoria a partir de outros sentidos e otimizar a fixação do conteúdo.

De qual maneira Martinho Lutero pode ser cobrado em minhas provas?

Agora, veremos um exemplo de questão sobre Lutero que já apareceu em uma prova de vestibular. Vamos ver se você acerta?

(FCMSC-SP/2020) Leia o trecho de O servo arbítrio, obra publicada pelo reformador religioso Martinho Lutero em 1525.

“Agora Deus tirou minha salvação da ação da minha vontade e prometeu salvar-me não em virtude de minhas obras ou de meus esforços, mas em virtude de sua graça e de sua misericórdia. Assim, estou seguro e certo de que ele é fiel e não me mentirá […]”

(Apud Jean Delumeau. O pecado e o medo, 2003.)

Martinho Lutero expõe um dos princípios das Reformas Religiosas do século XVI, a

a) concepção de uma humanidade sem pecado;

b) confiança do pecador nas palavras dos pregadores religiosos;

c) purificação da alma pelo autoflagelo dos fiéis;

d) importância do culto dos santos para a salvação;

e) doutrina da salvação pela fé.

Resposta: letra e.

Agora é com você!

É hora de aprender ainda mais sobre Martinho Lutero e sua importância histórica com as dicas que passamos nesse texto. Assim, você chegará ao Enem ou vestibular com muito mais segurança e arrasará se alguma questão sobre esse assunto estiver estampada em sua prova, não é?

Para continuar seus estudos, separamos uma leitura muito bacana e que tem tudo a ver com esse assunto: saiba mais sobre o Humanismo no Enem e se prepare de maneira completa!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.