Entenda como os fusos horários funcionam e como caem no vestibular

fusos horários

Você provavelmente já percebeu que, todos os anos, enquanto estamos nos arrumando para o Ano-Novo, a televisão já exibe imagens da festa em países como a Austrália e a Nova Zelândia. E, se você assistiu às Olimpíadas de 2021, também notou que os horários eram um tanto quanto peculiares. Por que isso acontece?

A resposta é simples: são os fusos horários. Eles são causados por movimentos do planeta Terra e fazem com que o relógio marque, simultaneamente, horários diferentes em pontos diversos do mundo.

Quer entender mais sobre esse assunto que despenca nos vestibulares? Então, continue a leitura e descubra tudo o que você precisa saber sobre os fusos horários!

Por que a variação de fuso horário existe?

Há muitas maneiras de responder a essa pergunta usando o senso comum, mas chegou a hora de descobrirmos a razão científica para tal evento! Os fusos horários existem por dois motivos. O primeiro diz respeito à conformação esférica da Terra, que faz com que os raios solares não batam com a mesma intensidade em todos os pontos do planeta ao mesmo tempo.

O segundo aborda os movimentos terrestres, em especial a rotação, movimento que a Terra executa em torno do seu próprio eixo e que dura 24 horas. A translação (movimento do planeta ao redor do sol) também interfere, mas tem maior relação com as estações do ano.

O que é importante saber sobre fuso horário para a prova do Enem?

Os fusos horários foram estabelecidos em uma reunião entre vários países. Para isso, foi escolhido um marco zero (ou seja, um ponto em que o fuso horário se inicia), que ficou determinado como sendo o Meridiano de Greenwich, em Londres (Inglaterra).

Para determinar os fusos, os membros da reunião pensaram da seguinte forma: se um dia tem 24 horas e a Terra executa um movimento de 360° em torno do próprio eixo, é preciso dividir o mapa-múndi em 24 porções de 15° cada.

Observe um exemplo:

De Greenwich para a esquerda (oeste), é retirada uma hora a cada 15° (ou a cada linha). Já para a direita (leste), é adicionada uma hora a cada 15°.

É por isso que, no último dia do ano, o Réveillon chega mais cedo na Austrália. Quando os relógios batem meia-noite na Oceania, ainda é cerca de meio-dia em algumas cidades brasileiras.

Outro detalhe importante: no Brasil, há quatro fusos horários. Você pode observá-los olhando a imagem acima. Eles são:

  • horário de Fernando de Noronha (-2);
  • horário de Brasília (-3);
  • horário do Amazonas (-4);
  • horário do Acre (-5).

Quais são as matérias que se relacionam com o tópico fuso horário?

O fuso horário é um dos tópicos de Geografia que mais se relacionam com outros temas. Alguns exemplos são:

  • meridianos;
  • longitude;
  • latitude;
  • tratados e acordos (como o Tratado de Tordesilhas);
  • horário de verão e economia de energia;
  • relações internacionais.

Além disso, estudar os fenômenos relacionados com a movimentação terrestre é importante para compreendermos conceitos de outras matérias, como a biodiversidade.

Tour pela prova do Enem

Como esse tema é cobrado nos vestibulares?

Confira, agora, um exemplo de questão sobre fusos horários que apareceu em uma edição passada dos vestibulares!

(Enem 2019) Fuso horário civil

ATLAS GEOGRÁFICO. Rio de Janeiro: IBGE, 1986. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 16 ago. 2014 (adaptado).

A partida final da Copa do Mundo de 2014 aconteceu no dia 13 de julho, às 16 horas, na cidade do Rio de Janeiro. Considerando o horário de verão em Berlim, de 1 hora, os telespectadores alemães assistiram ao apito inicial do juiz às

a) 11 horas;

b) 12 horas;

c) 19 horas;

d) 20 horas;

e) 21 horas.

Resposta: letra e.

Agora é com você!

Gostou de saber mais sobre os fusos horários e descobrir como eles funcionam? Agora, é hora de fazer muitos exercícios para treinar, já que esse é um tema que pode confundir no momento da resolução das questões. Não marque bobeira!

Para ajudá-lo ainda mais na sua jornada rumo à aprovação, separamos um artigo imperdível: saiba mais sobre a prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias no Enem e aprenda dicas para mandar bem no Exame!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos!

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.