É possível fazer o cancelamento do FIES?

FIES cancelamento

O cancelamento do FIES pode ser necessário tanto se o aluno melhorar de vida (e conseguir pagar as mensalidades por meios próprios), como se ele passar por dificuldades e não tiver mais condições de arcar com as parcelas, como em caso de desemprego.

Por isso, saber um pouco sobre o encerramento desse contrato é bom para qualquer estudante. Criado em 1999, o FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior), é uma das principais portas para o ensino superior no Brasil.

Dessa forma, é bem frustrante conseguir o benefício e depois não ter como usufruir dele até o final. Por outro lado, também não é o fim do mundo. Mas, se você está com dúvidas de como romper o acordo, este post será perfeito!

Quer entender como funciona o cancelamento do FIES? Então, continue com a gente!

Pondere se é melhor cancelar ou suspender

Em 2018, começou a valer no país o Novo FIES, com regras que ajudam mais o aluno no pagamento da dívida. Porém, às vezes, mesmo assim o beneficiado se vê de cara com a necessidade de interromper o contrato.

Por exemplo: se a pessoa perde o emprego e não consegue mais custear as mensalidades básicas. Embora esse empréstimo só seja cobrado depois da formatura, há taxas trimestrais para serem quitadas durante o curso.

Por outro lado, alguém pode conseguir um bom emprego e, por esse motivo, preferir quitar o débito e o restante das mensalidades por conta própria. Nessa situação, o cancelamento do FIES também será bem-vindo.

Além desses cenários, o aluno pode precisar trancar a matrícula, isto é, suspender o acordo por um tempo. Se você estiver inadimplente (mais de 90 dias de atraso), também é viável uma renegociação do FIES. Então, não é preciso desespero. No entanto, hoje focaremos no cancelamento e na suspensão do programa, ok?

Cancelamento do FIES

Se você realmente der andamento nos trâmites para cancelar o FIES, saiba que essa decisão é permanente. Dessa forma, não haverá meios de retomar o empréstimo mais tarde. Por isso, pense bem antes de tomar a decisão.

Suspensão do FIES

Por sua vez, a suspensão é uma pausa provisória na validade do empréstimo. No entanto, só é possível ativar esse recurso por, no máximo, dois semestres consecutivos.

Saiba como fazer o cancelamento do FIES 

O procedimento para anular o acordo deve ser feito sempre na primeira quinzena do mês, com exceção de junho e dezembro. Por isso, o aluno deve ficar atento ao cronograma para não acabar aumentando a sua dívida à toa.

Também é importante saber que o encerramento do FIES ocorre no primeiro dia do mês seguinte ao pedido para extinguir o contrato. Veja um passo a passo de como cancelar o FIES:

  1. Entre no site do SisFIES e faça seu login, informando sua senha e CPF;
  2. Em seguida, clique no botão “Encerramento”;
  3. Procure a alternativa “referência” e clique no semestre disponível;
  4. Selecione a forma de pagamento do débito (quando o aluno decide cancelar o acordo, ele é obrigado a quitar a dívida, o que inclui as taxas de juros do FIES. Essa é uma etapa delicada. Por isso, ainda neste post, vamos falar um pouco mais sobre como escolher o modo de pagar;
  5. Aperte o link “Gravar”;
  6. Acione o ícone “Prosseguir”;
  7. Conclua o procedimento clicando em “Confirmar”.

Descubra como efetuar a suspensão do FIES

A suspensão do FIES, assim como o cancelamento do mesmo, também deve ser requerida na primeira quinzena do mês. Além disso, a suspensão do primeiro semestre requer a solicitação até maio.

Teste Vocacional Rápido

Por sua vez, para dar uma pausa no segundo semestre, o aluno deve pleitear esse congelamento entre julho e novembro.

Use estratégia para quitar a dívida 

Quando você fizer o cancelamento do FIES, tenha muita atenção no “passo 4” do tópico anterior. Essa etapa do procedimento é importante, já que você terá de escolher como fará o pagamento. Desse modo, pense bem em qual das saídas é a melhor no seu caso. Observe as alternativas.

Liquidar o contrato no ato do cancelamento

Se você selecionar essa opção, precisará quitar o total da dívida assim que o termo de encerramento for assinado. Desse modo, ela só valerá a pena se você tiver esse dinheiro em mãos.

Permanecer na etapa da utilização

Tal escolha é perfeita para o aluno que vai encerrar o benefício, mas continuará na faculdade arcando com as mensalidades sozinho.

Nesse caso, as etapas de carência e amortização não se alteram, e o aluno custeia apenas as parcelas básicas trimestrais. Depois de passados esses ciclos, o estudante acerta os 18 meses de carência. Ao final da carência, inicia-se a amortização. Nessa etapa, os valores são mais elevados, mas as prestações são fixas.

Adiantar a fase de amortização

Ao adiantar a etapa de amortização, o aluno vai estender o prazo de pagamento pelo tempo máximo. Ou seja, quem necessita de uma folga maior para honrar o compromisso, deve escolher essa opção.

Assim, o tempo de empréstimo utilizado é multiplicado por três e acrescido em um ano. Dessa forma, se o estudante usou 2 anos do FIES, ele terá 7 anos para pagar a dívida. Em uma fórmula, fica assim: [3 × 2 (anos usados) = 6 + 1 ano de acréscimo] = 7 anos.

Compareça à agência bancária para formalizar o término do seu FIES

Para realmente poder cancelar o financiamento, o término precisa ser formalizado na mesma agência bancária na qual o a aluno assinou o contrato.

Por esse motivo, depois de pedir a anulação do seu FIES, o sistema informará a data limite para o seu comparecimento à unidade financeira em questão. Nesse dia, o termo de encerramento será subscrito.

Considere a bolsa de estudos para continuar a faculdade

Se realmente tiver cancelado o FIES por motivos financeiros, por que não tentar uma bolsa de estudo junto à iniciativa privada? Existem muitas opções de programas de descontos entre as escolas superiores particulares.

Por essa razão, mesmo se você perder o FIES, não será o fim do mundo, nem dos estudos. Observe a seguir algumas modalidades de bolsas disponíveis nas faculdades parceiras do Vestibulares:

  • Bolsa Incentivo para alunos com dificuldades financeiras que façam a opção por essa bolsa no momento da inscrição para o vestibular;
  • Bolsa Primeiro Semestre os matriculados no primeiro semestre da graduação são contemplados com 20% de abatimento durante esse período;
  • Bolsa servidores públicos e militares militar tem desconto na faculdade, assim como os demais funcionários públicos federais, estaduais e municipais. Nesse caso, a dedução chega a até 30% do valor cheio. Além disso, essa ajuda também vale para os filhos de até 24 anos e para o cônjuge;
  • Bolsa Transferência para os alunos que fizerem uma transferência externa, existem facilidades de 30% na graduação (para o ensino a distância) e de 60% (para o presencial);
  • Convênio empresa funcionários de empresas conveniadas com faculdades concorrem a descontos diversos;
  • Prouni — por meio do Prouni do Governo Federal, os alunos podem receber bolsas de 50% e de 100%.

Não perca essa oportunidade!

Como você notou, o cancelamento do FIES não precisa ser algo desesperador. Afinal de contas, não faltam alternativas para quem quer continuar estudando. As faculdades particulares oferecem vários benefícios e descontos superinteressantes, possibilitando que você conquiste seus objetivos de vida.

Que tal aproveitar essas vantagens? Então, inscreva-se no vestibular online de uma das faculdades parceiras do Vestibulares e mude o seu futuro!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 13

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: