O que é o eufemismo e como cai no Enem?

estudante fazendo enem

O eufemismo está entre as figuras de linguagem que mais aparecem no vestibular. Por isso, para estar bem preparado para as provas —principalmente a de Português —, é essencial compreender alguns conceitos da língua, como esse.

Os conteúdos de Língua Portuguesa são muitos extensos e, embora alguns tópicos não surjam explicitamente nas questões de gramática, muitas vezes são cobrados em meio às questões de interpretação de textos.

Assim, para ajudar você nessa missão, preparamos este conteúdo completo sobre o assunto. Aqui você vai entender, de uma vez por todas, o que é eufemismo e como ele pode ser cobrado no Enem, por meio dos seguintes tópicos:

O que é o eufemismo?

Eufemismo é uma figura de linguagem que tem por objetivo suavizar uma informação brusca ou desagradável. Trata-se de substituir os termos de uma frase por outros mais sutis e amenos que tornem a expressão mais branda, mantendo o significado. Por exemplo: “passou dessa para melhor” (morreu).

Dessa forma, podemos dizer que é o oposto da hipérbole, que intencionalmente exagera nos termos utilizados para realçar a ideia. O eufemismo é bastante comum em frases jornalísticas, de baixo calão ou ofensivas, assim como em assuntos polêmicos ou desagradáveis e, também, na comédia.

A própria origem da palavra denota a sua função, já que eufemismo vem do grego, em que eu = bom, agradável e pheme = palavra. Assim, euphémein quer dizer “pronunciar palavras agradáveis”. Em resumo, o eufemismo é uma forma de tornar a mensagem mais leve, evitando constrangimento.

Por que ele é uma figura de linguagem?

As figuras de linguagem são recursos expressivos muito frequentes na Língua Portuguesa, que consiste no emprego de uma palavra em sentido figurado. Configura uma estratégia criativa para imprimir estilo ao discurso, cumprindo o papel de ampliar a ideia, indo além do sentido literal das palavras.

Sua função pode ser conferir beleza à forma ou ao conteúdo, assim como sugerir, convencer ou provocar um efeito expressivo — exagero, similaridade, estranheza, lirismo ou ausência, por exemplo.

As figuras de linguagem são classificadas em:

  • de semântica: que cumprem seu papel por meio da alteração do significado, com substituição de palavras, por exemplo;
  • de sintaxe: que priorizam alterações na construção das sentenças, muito usadas na literatura e na publicidade e propagada, por exemplo;
  • de som ou fonética: que trabalham a sonoridade, por meio de rimas, repetições etc., alterando a forma.

O eufemismo se encaixa perfeitamente nessa definição, como figura de linguagem de semântica, já que busca alterar a mensagem por meio da troca de palavras, abrandando o significado. Veja alguns exemplos:

banner de preparação para o enem 2021
  • “A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer.” — eufemismo usado por Mário Quintana em um poema;
  • “Ficou comprovado o desvio de dinheiro público na gestão do atual prefeito” — a expressão “desvio de dinheiro” substituiu o termo “roubo”, suavizando a notícia polêmica;
  • “Os números mostram desaceleração no crescimento econômico” — exemplo comum de eufemismo usado para abrandar informações negativas;
  • “Maria virou mocinha” — maneira popular de referir-se à primeira menstruação de uma menina, sem constrangê-la;
  • “Você será desligado da empresa” — um eufemismo para “você foi demitido”, o que seria muito rude de dizer;
  • “Fulano é desprovido de beleza” — outro jeito, até engraçado, de dizer que alguém é feio.

Vale ressaltar que o eufemismo quando usado em tom cômico pode se confundir com outra figura de linguagem, a ironia. A condição essencial para que um termo seja considerado eufemístico é que ele deve ser positivo, empregado no sentido de atenuação. Assim, expressões tragicômicas como “bateu as botas” e “vestiu o paletó de madeira” não são eufemismo.

De que forma ele pode cair no Enem?

Então, você já entendeu o que é eufemismo e porque ele é considerado uma figura de linguagem; mas e aí, como será que esse assunto pode ser cobrado no Enem?

Para começar, nem sempre a expressão “figura de linguagem” aparece na prova, podendo ser usados sinônimos como “recurso estilístico ou expressivo“, “linguagem figurada“, “linguagem conotativa” ou “linguagem simbólica“.

As provas de Português no Enem costumam trazer questões sobre esse assunto, associadas à interpretação de textos. Veja como, a seguir:

  • a questão destaca um trecho de um texto da prova, e pede que o aluno identifique qual a figura de linguagem presente;
  • o enunciado enfatiza uma informação dada no texto e questiona o aluno sobre que recurso o autor utilizou para dar tal sentido àquela informação;
  • um exemplo de eufemismo é extraído do texto e as opções apresentam os possíveis significados para a expressão figurada para que o estudante assinale a alternativa correta.

Independentemente de como o eufemismo pode surgir na prova do Enem, é importante entender o conceito e como aplicá-lo. O vídeo a seguir explica bem esse ponto e fornece bons exemplos para você não ter dúvidas.

Depois de assistir à aula, aproveite para fazer os simulados do Trilha do Enem e fixe bem o conteúdo!

Como estudar de forma eficiente?

Agora que você já viu como o tópico eufemismo cai no Enem, que tal descobrir como se preparar com eficiência para a prova? Confira nossas dicas:

  • ao estudar português não esqueça de incluir muitos exercícios de interpretação de textos, o que vai ajudar a melhorar o seu desempenho nas outras áreas de conhecimento também;
  • cultive o hábito da leitura, uma forma de praticar a interpretação de textos tão cobrada nas provas e, também, de ampliar o seu vocabulário. Outra dica valiosa é priorizar autores que caem no Enem;
  • pratique bastante a redação e peça que alguém corrija para você. Assim como a leitura, a escrita também é um hábito que se torna mais fácil com o passar do tempo;
  • faça provas anteriores. Os vestibulares antigos são um excelente termômetro para os seus conhecimentos, além de mostrarem os assuntos mais cobrados e a forma de abordagem das questões;
  • monte um plano de estudos, considerando as disciplinas e as matérias que você precisa focar mais, mas sem esquecer das demais;
  • aposte na tecnologia. Estudar online para o Enem tem muitas vantagens, como flexibilidade de horários, mobilidade e baixo custo.

Como vimos, eufemismo pode ser cobrado no Enem de diversas formas, e a melhor maneira de se preparar para a prova de Português é fixando bem os conteúdos e associando o estudo da gramática à interpretação dos textos.

Curtiu esse material sobre eufemismo? Que tal se preparar, também, para escrever melhor? Confira nossas 6 dicas para acertar na acentuação gráfica na redação!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.