Conheça a grade curricular do curso de Engenharia de Produção

engenharia de produção grade curricular

Pra quem pensa em estudar alguma das Engenharias ou gosta da área de tecnologia, a opção de Engenharia da Produção é muito atraente. Afinal, você pode conquistar um emprego em áreas supervariadas, como nas indústrias mais diversas, monitorando e aperfeiçoando os processos de produção, em concessionárias de energia elétrica, na pesquisa, no setor financeiro ou em universidades, dando aulas e coordenando cursos.

É por esse motivo que a graduação é tão bem-vista (e disputada!) pelos estudantes. Essa variedade de setores para trabalhar, seja no estágio ou depois de formado, também faz com que seja uma das Engenharias mais bem-pagas da área.

Porém, o salário não é o único atrativo da formação, viu? A grade curricular de Engenharia da Produção tem disciplinas abrangentes, fazendo com que cada módulo traga aquele gostinho bom de novidade. Durante os anos de graduação, o engenheiro ou a engenheira vai adquirir conhecimentos muito interessantes pra desenvolver um ótimo trabalho e criar um currículo forte e respeitado.

Se você sentiu curiosidade para saber mais detalhes, antes de correr para ver informações sobre o vestibular para Engenharia de Produção, que tal entender sobre a graduação? A gente convida você a conhecer mais a fundo a Engenharia de Produção e a sua grade curricular. Tenha uma ótima leitura!

Como é o curso de Engenharia de Produção?

O objetivo dos melhores cursos de Engenharia de Produção é permitir que você saiba desenvolver e implementar sistemas integrados, que contam com inúmeras variáveis fazendo tudo andar certinho ou desandar. Por exemplo, matéria-prima, recursos humanos e tecnologias múltiplas. Também permite que você possa atuar em diferentes áreas da tecnologia.

Vamos supor que você consiga um estágio em uma indústria automotiva, ok? Nesse cenário, estão entre suas possíveis funções:

  • entender sobre os melhores materiais para produzir um carro e suas diversas partes;
  • gerir os colaboradores de forma que possam fazer boas entregas dentro do tempo previsto;
  • usar tecnologias que inovem na área (ou ajudar a criar essas tecnologias);
  • utilizar ou criar sistemas e softwares que impactam positivamente a produção.

Abrangente, não é? É por esse motivo que, no geral, uma graduação conta com 10 semestres (5 anos). Dessa maneira, é possível transitar por toda a grade curricular de Engenharia da Produção. Além disso, você consegue cursar a graduação no formato EAD, pra garantir muito mais flexibilidade à sua rotina.

Dito isso, chegou a hora de saber sobre a Engenharia de Produção e sua grade curricular. Confira a seguir!

Princípios de Eletricidade e Magnetismo

O magnetismo é a ciência que analisa os fenômenos da natureza que têm a ver com as propriedades dos ímãs. A grande reviravolta no cenário veio com Hans Christian Öersted — ele descobriu que ocorrências elétricas e magnéticas estão 100% relacionadas. Assim, nessa disciplina, que é uma das matérias da grade curricular de Engenharia da Produção, você entende as melhores aplicações de eletricidade e magnetismo.

Ergonomia

Trata-se de uma das disciplinas da Engenharia de Produção que permite entender como modificar ambientes e produtos para torná-los mais ergonômicos. E isso vai de um banco de um automóvel a espaços de trabalho variados ou indústrias inteiras.

Gerenciamento e Controle de Qualidade

Essa matéria pode ser resumida à checagem da qualidade e da consistência final de um produto ou serviço, desde um software a um móvel, por exemplo. Para tanto, é feito o monitoramento de certificação do que, de fato, está sendo colocado à venda ou oferecido ao mercado, sempre avaliando se todos os requisitos exigidos estão dentro dos padrões.

Gestão da Qualidade

Na Gestão da Qualidade, mais uma das matérias de Engenharia de Produção, o futuro profissional vai estudar as variadas ferramentas e os diversos métodos de gerência, como gestão e liderança, projeto de produto e processo, sistema da qualidade, controle de produto e processo, ISO 9001, técnicas de melhoria, entre outras. Tudo para garantir que os processos seguem 100% de acordo com os padrões.

Teste Vocacional Rápido

Resistência dos Materiais

Aqui, você aprende sobre a resistência dos diversos materiais do processo produtivo, ou seja, a capacidade deles em resistir a uma determinada força aplicada. Matéria essencial para você ser o tipo de profissional que tem embasamento para colocar produtos de qualidade no mercado.

Desenvolvimento de Produto

Nessa disciplina, você entende a importância de se relacionar bem com todos os setores da empresa para desenvolver ótimos produtos. Como o marketing e as pesquisas de opinião, o financeiro, o setor de logística entre outros. Assim, é possível criar itens que terão boa competitividade.

Processos de Fabricação

Com uma mente inovadora, você percebe que sempre dá para otimizar os processos de fabricação, fazendo com que os produtos e serviços sejam melhores que os da concorrência. Por isso, nessa disciplina, você ganha embasamento para repensar e aprimorar os processos.

Análise de Custos

Mais uma das matérias da Engenharia de Produção que ensina como fazer o melhor com menos custos ou custos mais acessíveis. Afinal, de que adianta um item de altíssima qualidade, mas com preço zero competitivo, não é?

Comportamento Organizacional

Processos e tecnologias funcionam melhor quando todos os colaboradores e o clima organizacional colaboram. Então, essa é a matéria que ajuda você a entender como unir todos da firma para garantir mais desempenho nas soluções.

Depois de ver todos os detalhes sobre o curso e sua grade curricular, apostamos que você ficou a fim de saber sobre o salário da Engenharia de Produção, acertamos? A verdade é que, como dissemos, se trata de uma das Engenharias mais bem-pagas!

Esse profissional pode começar ganhando cerca de R$ 5 mil*. Já a média salarial está em torno de R$ 7.500,00*. Claro que isso vai variando e crescendo de acordo com sua bagagem profissional, experiência e proatividade.

Para garantir ótimas oportunidades e conseguir um emprego, escolha fazer o vestibular de Engenharia de Produção em boas faculdades, que tenham disciplinas como as citadas, o que garante muita expertise profissional e permite que você termine a graduação dentro das expectativas do mercado de trabalho. Além disso, professores conceituados, Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) moderno e uso de recursos tecnológicos no dia a dia do ensino também fazem a diferença.

Agora é a sua hora!

Antes de decidir e optar pela instituição que fará o vestibular, dê uma olhada na grade curricular pra garantir que você terá mesmo essa qualidade de ensino. Tendo as matérias que citamos, já é um começo e tanto para o seu futuro na profissão!

Agora que você já viu o que se estuda em Engenharia de Produção e teve certeza de que essa será a sua profissão, se inscreva para o vestibular online das faculdades parceiras do Vestibulares, qualifique-se e garanta ótimas oportunidades no futuro! É supersimples, faça agora mesmo!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.