Como perder o medo de escrever e ser produtivo na redação

comoperderomedodeescrevereserprodutivonaredacao

O que para alguns chega a ser terapêutico, para outros, causa aquele frio na espinha. Sim, estamos falando da escrita — parte muito importante de uma prova de vestibular ou mesmo do Enem. Afinal, a redação tem grande peso na nota final, portanto, se você é desses que pensa que ser bom com as palavras é só para quem tem talento, chegou a hora de mudar de atitude e entender como perder o medo de escrever.

Assim como qualquer outra habilidade, a escrita pode ser desenvolvida e aprimorada, ou seja, não é questão de simplesmente nascer com um dom. Aplicando algumas dicas à sua rotina de preparação para o grande dia, você notará que está dominando as estruturas textuais e conseguirá colocar os seus pensamentos na ponta do lápis. Acompanhe o post e entenda!

Cultive o hábito de leitura

Saber como escrever uma boa redação é algo diretamente ligado ao hábito de ler. É fato que, em meio à correria da preparação para o vestibular, é difícil encontrar tempo para se dedicar a livros que não sejam as apostilas. No entanto, existem várias outras maneiras de praticar a leitura forma periódica.

Por exemplo, você certamente acessa a internet para fazer pesquisas diversas e interagir nas redes sociais, não é mesmo? Então, aproveite e separe alguns minutos também para ler algum artigo interessante ou acessar os portais de notícias, clicando nas matérias que chamarem a sua atenção. Esse tipo de leitura corriqueira é muito importante, pois ajuda na criação de um hábito de forma natural, sem falar que o mantém atualizado e familiarizado com diferentes estruturas textuais — narrativas, contos, críticas etc.

Estude português e interpretação de texto

Impossível falar sobre como perder o medo de escrever sem mencionar o estudo do português, não é mesmo? Trata-se de uma matéria que já cairá na prova do vestibular e nas questões do Enem, ou seja, de uma forma ou outra, a disciplina fará parte da sua rotina de estudos. Contudo, muito além das questões gramaticais, busque trabalhar também a interpretação de texto.

Não é incomum vermos casos de candidatos que se desviaram do tema da redação por não saberem interpretar o que foi pedido de forma adequada — e você não quer deixar de entrar para a lista de aprovados por algo que poderia ser evitado, certo? Sendo assim, além do cuidado com a norma culta da língua escrita — ou seja, não usar gírias, estrangeirismos, abreviações etc. — e com a pontuação, preste atenção nos enunciados.

Treine, treine — e treine mais um pouco

Acredite: treinar a escrita nunca é demais. É por meio dessa prática que você começa a reparar em que pontos precisa melhorar, por exemplo. Na hora de fazer redações, pense no leitor e perceba se a mensagem desejada foi passada com coerência e coesão. Lembre-se de que um bom texto deve apresentar ideias e argumentos de maneira clara, sem ficar dando voltas no assunto. Foque naquilo que é relevante, respeitando o enunciado e o tema.

Ao praticar em casa, considere os seguintes pontos para saber como perder o medo de escrever:

  • dê preferência aos períodos curtos, o que diminui as chances de errar na pontuação ou deixar o argumento confuso para o leitor;
  • fique atento à frequência das palavras utilizadas, evitando a repetição. Ler um mesmo termo na mesma frase várias vezes torna a leitura cansativa e o impede de mostrar aos avaliadores que você tem um vocabulário bom e extenso;
  • respeite a estrutura textual, organizando suas ideias com início, meio, justificativa e fim.

Mantenha-se atualizado

Não é nenhum segredo que os assuntos que estão em alta são constantemente temas de redação para vestibulares, concursos e exames como o Enem. Se lembra de quando comentamos que o hábito da leitura pode ser cultivado ao ler as principais notícias nos portais online? Uma dica complementa a outra — além de estar em contato constante com diferentes textos, você fica a par do que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Busque também fazer um exercício de reflexão após as leituras, parando para pensar sobre aquilo que leu e formulando a sua própria opinião. Isso é muito importante para a hora da prova, já que, normalmente, será cobrado o seu ponto de vista acerca do assunto abordado.

Entenda sobre a estrutura da redação

De maneira geral, as provas de redação costumam cobrar textos argumentativos, que são compostos sempre por uma introdução, seguidos pelo desenvolvimento do tema e finalizados com a conclusão. Sendo assim, familiarize-se com essa estrutura para não acabar produzindo textos confusos, com conteúdos distribuídos de forma desorganizada.

A banca avaliadora verificará, a partir da estrutura do seu texto, se você soube apresentar suas ideias e defender posições conforme proposto no enunciado. Por isso, nada de sair escrevendo tudo o que vem à mente com medo de se esquecer daquela informação — isso vale apenas para o rascunho. Faça um parágrafo introdutório e que contextualizará o leitor, aprofunde-se no tema no desenvolvimento e proponha soluções para fechar a conclusão.

Analise as redações que tiveram boas notas

Por fim, uma dica interessante para se dar bem na prova escrita é analisar os textos que tiveram bons rendimentos no Enem. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), por exemplo, costuma divulgar as redações que obtiveram a nota máxima nos exames anteriores com comentários da banca avaliadora — o que permite que você entenda o que os avaliadores esperam de uma boa redação.

Agora você já sabe como perder o medo de escrever e tem em mãos as melhores dicas para se dar bem em qualquer redação. Lembre-se daquele velho ditado de que “a prática leva à perfeição“, pois, aqui, ele faz todo o sentido! Além disso, a leitura também será sua grande aliada, já que o ajudará a adquirir vocabulário, compreender as ordens de textos diversos e, é claro, agregará conhecimento que pode ser usado no vestibular.

Se você gostou do post, mas não quer perder as outras dicas, confira este “Guia para redação do Enem e vestibulares” e aproveite!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: