Conheça as 8 principais áreas da Fisioterapia

áreas da fisioterapia

Se você se interessa pela área da saúde, provavelmente já pensou em fazer o curso de Fisioterapia. Esse ramo ajuda a recuperar muitas pessoas todos os dias. Por meio dele, os profissionais previnem e tratam distúrbios relacionados a movimentos e funções do corpo, usando alguns recursos como exercícios e massoterapia.

Se você quer seguir nesse caminho, saiba que terá um vasto campo de especialidades pela frente. As áreas da Fisioterapia são diversas, e se qualificar é essencial para você consolidar o seu lugar no mercado de trabalho. Além disso, o salário da profissão é atrativo, com uma média de R$ 2.978,84*, conforme o site Salário1.

Ficou interessado? Quer saber quais são as áreas de atuação de um fisioterapeuta? Então, continue a leitura!

Fisioterapia Clínica

O objetivo da Fisioterapia Clínica é desenvolver os conhecimentos terapêuticos e diagnósticos de maneira articulada, o que favorece o estabelecimento de uma prática profissional autônoma. Para se dar bem na área, é importante se especializar em uma faculdade de Fisioterapia para adquirir competências clínicas assistenciais mais avançadas e complexas.

Nesse caso, o profissional desenvolve reanimações e procedimentos de emergência em UTIs, consultórios e clínicas, além de realizar exames complementares. O salário médio desse campo de atuação é de R$ 3 mil*.

Fisioterapia Dermatofuncional

Essa área relaciona-se ao estudo de técnicas para lidar com a recuperação e a prevenção de danos na pele. Essa prática é um pouco diferente da profissão, mas faz parte das disciplinas do curso de Fisioterapia.

Essa especialidade estuda as disfunções cinéticas, ou seja, aquelas ligadas ao movimento. Assim, a Fisioterapia Dermatofuncional apresenta soluções para todo tipo de prevenção estética: fibroedemas, estrias, cicatrizes, flacidez da pele, obesidade e gordura localizada. A média salarial é de R$ 2.747,00*.

Fisioterapia Esportiva

Esse campo de atuação é focado no atendimento aos atletas. Essa modalidade atua na prevenção e no tratamento de lesões, com o objetivo de deixar esse profissional em sua melhor forma para alcançar bons resultados no esporte.

O fisioterapeuta é importante para os atletas competitivos em muitos aspectos, como no ganho de potência, resistência, força, flexibilidade e equilíbrio. Em geral, a sessão de Fisioterapia é planejada de maneira individual, levando em consideração a característica de cada pessoa. O salário médio do profissional é de R$ R$ 2.819,17*.

Fisioterapia Gerontológica

Essa área foca em uma abordagem humanizada e integral do idoso, ressaltando as particularidades do processo de envelhecimento. O profissional deve escutar o paciente com bastante atenção, buscando informações para entender a pessoa de maneira global.

Com isso, é mais viável ao fisioterapeuta montar um planejamento para o tratamento do idoso. Todas essas atitudes fazem com que o tratamento vá além das questões físicas, ressaltando aspectos psicossociais, atividades de lazer e interação com a família. Esse ramo está em constante expansão, e quem optar pela área poderá receber um salário médio de R$ 3.024,28*.

Fisioterapia Neurofuncional

Essa especialidade tem como objetivo tratar as doenças que atingem o sistema nervoso periférico ou central, que podem levar a distúrbios neurológicos, cognitivos ou motores. Com exercícios direcionados, é possível melhorar o equilíbrio, a coordenação motora e a força.

O foco da reabilitação é restaurar a identidade pessoal e social de pacientes que sofreram lesões na junção neuromuscular, no músculo, na medula espinhal, no córtex ou no tronco cerebral. Por ser um campo muito importante para o bem-estar emocional e físico do paciente, os salários são atrativos — a média é de R$ R$ 2.625,30*.

Fisioterapia Oncológica

Essa especialidade tem o objetivo de desenvolver, restaurar e preservar a integridade de órgãos e sistemas do paciente. Além disso, previne e ameniza distúrbios causados pelo tratamento oncológico. Aqui, o foco é mostrar à pessoa a importância de retomar as atividades, oferecendo boas condições para isso.

Nesse caso, é essencial que o fisioterapeuta conheça sobre os tipos de câncer, seus estágios, suas complicações e seus tratamentos, para traçar uma intervenção que não ofereça riscos ao paciente. O salário médio nessa área é de R$ 2.188,62*.

Fisioterapia Respiratória

Essa especialidade da Fisioterapia tem a função de tratar e prevenir as doenças que atingem o sistema respiratório. As mais comuns são a asma, a tuberculose e a bronquite. Os exercícios respiratórios feitos durante as sessões são essenciais para mobilizar os músculos ventilatórios e melhorar a respiração.

A Fisioterapia Respiratória tem como foco melhorar a capacidade respiratória do paciente, removendo secreções. É importante lembrar que assim como outros profissionais, o fisioterapeuta deve se especializar e se capacitar para atender melhor os pacientes. O salário médio dessa área de atuação é de R$ 3.044,93*.

Fisioterapia do Trabalho

A Fisioterapia do Trabalho é uma área em grande crescimento. O objetivo é solucionar os problemas de baixo rendimento em decorrência de dores e desconforto no ambiente corporativo. Por meio dele, é possível fazer um acompanhamento contínuo no local de trabalho.

De modo geral, são realizadas duas abordagens de ações:

  • curativa, em que o profissional trabalha diretamente com funcionários que têm algum problema de saúde;
  • preventiva, na qual o fisioterapeuta incentiva o colaborador a adotar novos hábitos de vida ao implementar uma cultura saudável.

A média salarial dessa profissão é de R$ 2.967,51.*

Se você quer se dar bem na carreira como fisioterapeuta e deseja conquistar as melhores vagas do mercado, é muito importante se aprovado no vestibular de Fisioterapia e estudar em uma faculdade de qualidade. Entre as melhores do país, estão as instituições ligadas ao Vestibulares.

Sabia que todas as faculdades parceiras apresentam benefícios e diferenciais em comum? Pois é! Você encontrará formas facilitadas de ingresso, bolsas de estudos em Fisioterapia, modalidades de ensino presencial, semipresencial e 100% online e o Canal Conecta, um portal exclusivo de vagas de emprego e estágio.

Além disso, o aluno conta com uma infraestrutura completa, com professores capacitados e atuantes no mercado, salas de aula amplas e laboratórios de ponta para a realização das aulas práticas. Muito bom, não é mesmo?

Agora é com você!

Agora que você já conhece as principais áreas da Fisioterapia, saiba que essa carreira está em constante expansão, é uma das profissões que ficaram em alta por conta do coronavírus e apresenta bons salários. Para aproveitar as oportunidades, estude em uma instituição de ensino de qualidade e que valorize o conhecimento prático de seus alunos.

Gostou de saber quais são as especialidades da Fisioterapia e quer estudar em uma das faculdades mais conceituadas do Brasil? Então, inscreva-se no vestibular online e saia na frente!

*Sujeito a alterações

1Salário

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

prouni, crédito estudantil, fies ou bolsa privada

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.