Atualidades no Enem: 7 dicas para ficar por dentro do que acontece

estudante conferindo atualidades enem

Quem confere as redes sociais o tempo todo, tem a falsa sensação de que está por dentro de todas as novidades. Se você é uma dessas pessoas, pare de se enganar e comece a ter outro comportamento sobre como estudar atualidades no Enem! Estamos aqui para ajudar na missão, uma vez que essa é a marca registrada da prova desde sua primeira edição, em 1998.

De lá para cá, muitos temas relevantes já caíram no exame — principalmente na redação —, como intolerância religiosa, violência contra a mulher, movimento imigratório, publicidade infantil, ética e diversidade, liberdade de expressão, preservação da Amazônia, entre outros assuntos.

E você? Já consegue imaginar o que pode aparecer nos conteúdos dos seus cadernos de provas? Aprenda a preparar-se com antecedência com as dicas que elaboramos a seguir!

Por que as atualidades no Enem são tão importantes?

Antes de descobrir como se manter atualizado para o exame, que tal entender o motivo disso tudo? Afinal, você já precisa estudar tantas áreas de conhecimento, não é mesmo? O erro do jovem brasileiro é achar que, no quesito “atualidades”, ele já está preparado, porém, essa questão é mais complexa.

Isso porque o Enem é um exame diferente, com um posicionamento que vai além de uma simples pontuação sobre o que está certo ou errado. A prova quer avaliar o seu grau de conhecimento, mas também a sua capacidade crítica e a sua habilidade em aplicar o que aprendeu na vida e na sociedade.

Por isso, estar por dentro do que acontece no Brasil e no mundo é fundamental, tanto para as questões da prova quanto para a redação. Nesta, inclusive, é o momento ideal de você mostrar que está atualizado e que consegue, ainda, propor uma solução para o problema apontado. Viu só como as dicas a seguir vão ser cruciais nos seus estudos?

Como ficar por dentro do que acontece e se sair bem na prova?

Agora que você já sabe a importância das atualidades no Enem, que tal aprender a se informar corretamente sobre o que acontece por aí — e usar todo esse conhecimento a seu favor? Veja só!

1. Informe-se em mais de uma fonte

O primeiro ponto é que você não deve acreditar logo de cara na primeira coisa que lê. Então, se você acha que já conhece um tema porque leu superficialmente sobre ele, volte e pesquise um pouco mais.

O mais importante é entender e aprofundar-se no assunto para conseguir discernir sozinho sobre ele e, se necessário, explicar com suas próprias palavras, além de propor saídas, como na hora da redação. Depois de se informar, utilize sites como o Trilha do Enem para praticar com simulados e videoaulas.

2. Tenha senso crítico para filtrar o que é relevante

Na sua preparação para o Enem, você está lendo absolutamente tudo o que vê pela frente? Isso é bom, mas é preciso ter cuidado! Nem tudo o que é atualidade é relevante, e pode ser que você esteja lendo apenas entretenimento. Por isso, comece a filtrar o que você encontra, com senso crítico para separar aquilo que você acha que pode cair na prova.

Quer uma dica certeira? Faça uma lista do que aconteceu de mais impactante no Brasil e no mundo até o mês de junho do ano do exame em questão. O que ocorrer depois disso já não vai mais aparecer na redação, por exemplo. Além disso, assuntos que já foram tema de edições anteriores não vão se repetir.

3. Tome cuidado com as fake news

Principalmente nos meios virtuais, tome cuidado com a credibilidade da fonte. Afinal, hoje lidamos mais fortemente com um problema em relação à veracidade dos fatos — as fakes news assombram a mídia e os cidadãos e podem fazer com que você se equivoque na hora de estudar para o Enem.

Por isso, a dica anterior também é válida, porque as chances de ler uma notícia falsa são bem menores se você tomar o cuidado de analisar links disseminados sem critério algum pela web. Nesse sentido, desconfie do que as pessoas compartilham nas redes sociais e nos aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp. Corra atrás de outras fontes — lembra da primeira dica? — e estude mais sobre o assunto!

4. Ouça podcasts

O tempo está curto? Não tem problema! Enquanto você limpa o quarto, faz uma atividade física ou anda de ônibus, por exemplo, dá para ouvir podcasts ou mesmo o bom e velho rádio — uma fonte valiosa de informações.

O melhor de tudo é que você pode usar seu próprio smartphone para encontrar vários programas e canais interessantes. Podemos citar a Band News FM, o Estadão Notícias, o Canal CBN e diversos outros.

5. Não fique só nas chamadas e aprofunde-se nos assuntos

O comportamento do consumidor de conteúdo noticioso hoje é bastante diferente da época dos nossos pais e avós. Isso porque temos menos tempo para absorver a enxurrada de informações que nos inunda o dia inteiro.

Daí desenvolvemos o hábito de ler apenas as chamadas principais — algo muito comum, por exemplo, para quem utiliza redes sociais, como o Twitter. Nesse caso, saia do feed de notícias e visite o link completo. Aprofunde-se nos assuntos lendo os conteúdos inteiros e, sempre que possível, aplicando as dicas anteriores, certo?

6. Acompanhe a mídia internacional

O Enem é uma prova brasileira, mas você não pode se reduzir ao que acontece apenas aqui no Brasil. Além de ficar por dentro do cenário internacional, por meio das mídias de outros países, você ainda tem a oportunidade de conhecer pontos de vistas diferentes, vindos de outras localidades.

Se você preferir, pode consumir o conteúdo em inglês ou em espanhol — e praticar a língua para as questões específicas da prova. Há também vários jornais estrangeiros contam com portais em língua portuguesa, como o El País, a BBC News, o Le Monde Diplomatique e o EuroNews.

7. Pense em soluções para os problemas noticiados

Você fez a lição de casa direitinho e está por dentro de todas as atualidades, mas, será que consegue propor saídas para todos os problemas apontados nas notícias e nos artigos? Bem, nesse caso, também é válido fazer o exercício de pensar em soluções para cada informação que você estudar. Afinal, ela pode ser a resposta certa de alguma questão ou a proposta final da sua redação!

Vale ressaltar, por fim, que você deve criar o hábito de se informar desde o início do ano. Não adianta deixar para os dias que antecedem as provas, viu? Afinal, as atualidades no Enem são uma área de conhecimento tão importante e complexa quanto as outras e merecem um tempinho reservado no seu cronograma de estudos.

Se gostou destas dicas, não pare de se informar também sobre a prova: confira agora o guia completo para conquistar sua aprovação no Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: