Transferência de bolsa do Prouni: como fazer?

estudante vendo documentos prouni

Muitas pessoas não sabem, mas é possível realizar a transferência de bolsa Prouni. Nela, o aluno deixa a faculdade atual, mantendo a redução total ou parcial da mensalidade. Logo, é uma excelente medida para quem não se identificou com uma graduação, pretende mudar de cidade ou, até mesmo, viu excelentes oportunidades em outra instituição.

O processo para migrar é simples, embora você tenha de se empenhar para buscar todos os documentos e fazer os requerimentos necessários. Além disso, existem pontos importantes como os prazos da bolsa, que merecem atenção especial.

Neste conteúdo, explicamos o passo a passo para transferir o Prouni de faculdade. Continue a leitura e tire as suas dúvidas sobre o assunto!

Escolha uma instituição vinculada ao Prouni

A transferência de bolsa do Prouni apresenta três requisitos. Em primeiro lugar, as instituições de ensino de origem e de destino devem concordar com a mudança. Em segundo, ambos os cursos devem estar regularmente credenciados no MEC. Em terceiro, deve existir vagas disponíveis na graduação de destino.

Aliás, o benefício também pode ser migrado para curso similar, turno ou campus. Então, com base nos critérios, o melhor começo é identificar uma vaga no horário, na localidade, na disciplina e na instituição de ensino de destino de seu interesse. As faculdades vinculadas ao Vestibulares estão credenciadas no MEC e participam do Prouni:

Visite as páginas para conhecer a faculdade, verificar os polos de ensino na sua região e cursos disponíveis. Além disso, nos sites, estão disponíveis os endereços e os meios de contato das unidades, logo, você pode falar com a secretaria caso tenha alguma dúvida ao longo do processo de transferência da bolsa do Prouni. Ainda, lembre-se de consultar o manual do bolsista Prouni.

Verifique a existência de vagas para bolsistas no curso escolhido

Ao identificar uma opção de seu interesse, entre em contato para verificar a disponibilidade de vagas e turnos em que é possível realizar a graduação, bem como se é possível fazer a transferência do Prouni. O ideal, nesse sentido, é buscar a mesma disciplina que você cursava na instituição de origem.

O motivo é que a bolsa do Prouni continuará do momento em que ela parou. Por exemplo, se você é bolsista integral e fez 2 anos dos 5 previstos em contrato, restam 3 de gratuidade para serem usados. Logo, é preciso ter um bom aproveitamento das matérias já cursadas, o que acontece quando quem faz Administração escolhe Administração, quem faz Direito escolhe Direito e assim por diante.

Solicite a documentação na instituição de ensino atual

O próximo passo é fazer um requerimento na instituição de origem. Nela, você deve solicitar a documentação para transferência externa (histórico escolar, comprovante do vínculo com a Instituição de Origem etc.) e o termo referente à concessão de bolsa. Além disso, é importante separar os documentos do Prouni, como os comprovantes de renda, usados para renovar o benefício.

Normalmente, haverá um prazo para instituição providenciar as informações solicitadas. Assim, mantenha o contato com ambas as faculdades, deixando os responsáveis pela graduação de destino informados, caso haja imprevistos ou atrasos.

Compareça na secretaria da nova instituição para entrega da documentação

Com os documentos em mãos, é hora de fazer o requerimento na instituição de destino. Nessa etapa, as informações serão avaliadas e haverá a análise da grade curricular, verificando quais disciplinas podem ser aproveitadas ao dar continuidade no curso superior.

Vale ressaltar que o Prouni não traz um limite de matérias cursadas pelo aluno. Assim, caso seja preciso fazer alguma aula para complementar o que já foi visto, ela estará abrangida no benefício, desde que você curse dentro do prazo de validade da sua bolsa.

Também é importante ficar atento às situações que impedem a transferência de bolsa do Prouni:

  • saída da bolsa integral (100%) para parcial (50%) e vice-versa;
  • transferência para curso avaliado como insuficiente pelo MEC, em dois ciclos de avaliação;
  • o número de semestres cursados ou suspensos com bolsa do Prouni superam a duração do curso de destino;
  • a bolsa concedida tem origem em ordem ou decisão judicial;
  • a média do bolsista na prova do Enem for menor do que a do último candidato da lista de espera do processo seletivo do Prouni mais recente para o mesmo curso.

Duas proibições merecem destaque. Para saber a avaliação do curso, você deve consultar a situação da faculdade no MEC. Ah! As instituições de ensino vinculadas ao Vestibulares apresentam boas avaliações no Ministério da Educação. Logo, você estará seguro sobre esse critério e pode agilizar o processo, caso escolha os cursos dessas faculdades.

Por sua vez, o critério relacionado à nota de corte do Prouni, ou seja, a média da última pessoa na fila de espera do processo seletivo mais recente, pode ser flexibilizado pela faculdade. Você pode tirar essa dúvida logo no primeiro contato com a secretaria unidade, verificando a nota necessária ou a possibilidade de dispensar esse critério. Afinal, já será preciso ver se existem vagas, não é mesmo?

A secretaria da unidade informará sobre a aprovação da transferência de bolsa do Prouni, após receber e analisar a documentação. Quanto ao aproveitamento de matérias, fique tranquilo: você pode saber a situação antes de concluir o processo, não tendo risco de sair prejudicado.

Acompanhe o andamento da solicitação

A última etapa é acompanhar a solicitação junto à instituição de destino. Transferir a bolsa de faculdade não é um processo muito burocrático, mas exige esse cuidado de monitorar o andamento. Assim, você consegue sempre atender às solicitações e agiliza o início da sua participação nas aulas, especialmente no Prouni no meio do ano.

Viu só? O passo a passo para transferência da bolsa do Prouni é bastante simples:

  • escolha uma instituição vinculada ao Prouni;
  • verifique a existência de vagas para bolsistas no curso escolhido;
  • solicite a documentação na instituição de ensino atual;
  • compareça na secretaria da nova instituição para entrega da documentação;
  • acompanhe o andamento da solicitação.

O processo não exige o pagamento de taxas ou multas. Logo, não aceite cobranças nem da instituição de origem, nem da de destino.

Com essas dicas, você não terá dificuldades para fazer os requerimentos de transferência de bolsa do Prouni. Então, reúna toda a documentação para obter o resultado do pedido e agilizar a retomada das suas aulas.

Quer dar o primeiro passo? Acesse a página de inscrição do Vestibulares e escolha uma instituição de ensino para realizar a sua transferência!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção do Vestibular dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instituições Participantes do Vestibulares

O Vestibulares traz informações sobre os processos seletivos de sete instituições pelo Brasil: